Principais custos de consultórios médicos

Para precificar os serviços é essencial conhecer os custos de um consultório médico. Aprenda a organizar as finanças do seu negócio!

A precificação de serviços está diretamente relacionada aos custos do negócio. Isso significa que, antes de cobrar por um produto ou serviço, a empresa precisa saber qual é seu custo, ou seja, quanto dinheiro deve desembolsar todo mês para cobrir as despesas que mantêm o negócio funcionando.

Quando a empresa tem acesso a essas informações, a gestão do negócio como um todo e a busca por crédito empresarial se tornam processos mais seguros e estruturados, já que partem da análise de dados reais sobre a empresa.

Em um consultório médico há diversos custos que fazem parte da rotina e precisam ser conhecidos e planejados pelo médico responsável pela gestão financeira. Conheça os principais:

Aluguel

Se o consultório médico não está localizado em um imóvel próprio, o primeiro custo que deve ser levado em consideração é este. O aluguel representa um custo fixo, o que quer dizer que, independentemente da quantidade de pacientes atendidos, o valor será sempre o mesmo — salvo quando houver reajuste anual.

Caso o consultório esteja localizado em um prédio, o médico também precisa considerar os custos de condomínio, que seguem uma média, mas podem ter alterações em alguns meses. A dica é que antes de se estabelecer em um local, o profissional pesquise imóveis com bom custo-benefício, estejam bem localizados, sejam acessíveis e tenham um preço compatível com a demanda de pacientes que serão atendidos.

Recursos Humanos

O segundo custo importante do consultório médico é com recursos humanos. Ele representa as despesas com a manutenção da equipe: secretariado, assistentes, higienizadores, enfermeiros, corpo clínico, enfim, todas as pessoas que são contratadas e recebem um salário mensal. O custo com recursos humanos também é uma despesa fixa que integra o orçamento do negócio e precisa ser previsto.

Contribuições com órgãos de classe

Os médicos têm como obrigação realizar o pagamento das taxas ao Conselho Federal de Medicina/Conselho Regional de Medicina. Por se tratar de uma obrigação certa e necessária para o exercício das funções profissionais, é fundamental deixar os recursos reservados para realizar o pagamento ao órgão de classe.

Em alguns casos, é possível ter acesso a descontos para pagamentos à vista: esta pode ser uma boa alternativa para economizar dinheiro. A dica é que o médico avalie a diferença dos custos com relação ao pagamento à vista e parcelado.

Despesas administrativas

Nas despesas administrativas estão incluídos todos os gastos com a manutenção do setor administrativo do consultório médico: telefone, internet, energia, material de escritório, entre outros. Muito embora possam sofrer variações de um mês para o outro, essas despesas também são consideradas fixas, pois se repetem todos os meses.

É interessante elencar todas as despesas administrativas do consultório médico e acompanhar sua evolução mensalmente, pois isso permite entender quais são os períodos de maior gasto e as eventuais estratégias que podem ser utilizadas para reduzir o impacto no orçamento.

Despesas com materiais

No caso específico dos consultórios médicos, as despesas com materiais também precisam ser levadas em consideração na avaliação dos custos, já que elas impactam significativamente o orçamento.

Entre os materiais utilizados no consultório, podemos mencionar: luvas, medicamentos, aventais descartáveis, máscaras descartáveis, toucas, produtos utilizados para fazer exames e avaliações, entre outros.

Os custos com materiais são variáveis e estão diretamente atrelados ao movimento de pessoas nos consultórios. Caso o consultório tenha uma média de atendimentos que não sofre muitas variações, esse custo é mais fácil de ser previsto. O importante é que o profissional consiga trabalhar com uma estimativa e que a mesma faça parte do orçamento do consultório.

Além de todos esses custos, é fundamental ter uma noção de gastos com tributação. Caso o médico tenha dificuldade em avaliar esses valores, a orientação é buscar suporte com um contador.

Depois de conhecer todos os custos, para calcular o valor dos serviços basta somar: custos fixos, custos variáveis, tributos e lucro. O valor final dessa soma será o preço do atendimento. 

Instagram