Prof. Marcelo de Oliveira Marques toma posse como Presidente da Finatel

Dia 1° de janeiro de 2021 inicia-se a nova gestão da FinatelFundação Instituto Nacional de Telecomunicações – com novo Conselho Diretor e Fiscal eleitos no final de 2020. Assume a presidência o Prof. Marcelo de Oliveira Marques e como vice, o Prof. Luciano Leonel Mendes. O novo presidente começou seu relacionamento com o Inatel como aluno da graduação, há 32 anos, um compromisso que tem se firmado nas diversas posições que ocupou nessas três décadas.

Marcelo de Oliveira Marques é Engenheiro de Telecomunicações pelo Inatel e Mestre em Telecomunicações pela Unicamp e acumula mais de 20 anos de experiência administrativa-financeira da instituição. Já na faculdade, se envolvia intensamente com as atividades do Instituto, onde trabalhou como monitor, depois como estagiário e chegou a presidente do Diretório Acadêmico. Sua relação com o Inatel e com a Fundação, nos órgãos superiores da administração, também principiou enquanto estudante, pois foi membro do Conselho Diretor e Congregação do Inatel e Assembleia da Finatel, passos importantes para compreender a inter-relação entre o Inatel e sua mantenedora. Segundo o novo Presidente, uma “Fundação que é motivo de orgulho para a nossa cidade e nosso país”.

Enquanto a maioria dos jovens ainda escolhiam seu futuro profissional, Marcelo Marques já estava decidido por seguir seu caminho no Inatel. Iniciou pela área de Educação Continuada e dirigiu por 12 anos ininterruptos as relações com o mercado nacional e internacional no ICC – Inatel Competence Center, até ser eleito para a Diretoria do Instituto, de 2010 a 2018. Durante as duas gestões firmou parcerias de peso, muitas mantidas até hoje, trabalhou na estruturação física da instituição, com reformas de diversos ambientes, com a construção de prédios e sete novos laboratórios de pesquisa e desenvolvimento para a graduação e pós-graduação. “Os novos laboratórios de pesquisa foram a base para o desenvolvimento contínuo e acelerado do programa de pós-graduação e pesquisa e, decorrente do grande aumento da produção científica de seus pesquisadores, possibilitou ao Inatel a criação do tão sonhado programa de Doutorado em Telecomunicações” relembra o professor.

Desde que saiu da direção da escola, o Prof. Marcelo assumiu a Pró-diretoria de Administração e Finanças e a Coordenação do Curso de Engenharia de Telecomunicações do Inatel, cargo que ainda ocupa. “São quase 33 anos de relação com a Fundação, como aluno e colaborador. Agradeço por cada um desses anos, por tudo aquilo em que me transformei, que pude construir em minha vida pessoal e profissional, por todas as oportunidades que essa Instituição me ofereceu”, declara.

Sobre esta relação e ao assumir a Presidência da Finatel, Marcelo recorda seus tempos ainda como aluno na Assembleia da Fundação. “Lembro-me dos primeiros dois ou três anos como representante dos alunos do Inatel na Assembleia, e dos momentos importantes e transformadores de nossa Instituição que foi me dada a honra de participar, ao longo de todo esse tempo. Uma Fundação que, através da mantença do Instituto Nacional de Telecomunicações, fez, faz e continuará fazendo de tudo para o melhor cumprimento do seu papel fundacional precípuo, sua mais importante missão, que é o da assistência social através da educação” orgulha-se o novo presidente.

Finatel

A Finatel tem suas finalidades definidas no estatuto da entidade como a manutenção do Instituto Nacional de Telecomunicações e, através deste, a promoção do ensino, da pesquisa, do desenvolvimento, da inovação, do empreendedorismo, da cultura e da extensão, nas áreas das ciências e da tecnologia; conceder bolsas de estudo aos alunos do Inatel, criar e manter programas de assistência social, entre outros. Uma responsabilidade que já passou por quatro gestores voluntários, em 50 anos de existência da Finatel. “Já experimentamos, já sobrepujamos as mais diversas dificuldades e desafios, e chegamos a 2021, como uma Fundação sólida, ciente de sua responsabilidade social, de sua contribuição e que o modelo de integração, existente entre os objetivos e ações da Finatel e de sua mantida, oferece um modelo ímpar de sucesso, a ser considerado em todo o país” reforça o Prof. Marcelo.

Inatel

Os desafios para a Fundação mantenedora do Inatel para os próximos anos continuam com a crise enfrentada mundialmente causada pela pandemia, na qual o setor educacional foi atingido de forma significativa. Uma situação que, de acordo com o novo presidente, “precisará ser, ainda mais, fruto do pensamento de todos, do trabalho e do comprometimento de todos”.

Prof. Marcelo de Oliveira Marques

Marcelo Marques agradeceu ainda os colegas que aceitaram acompanhá-lo nesse novo desafio e enfatizou o trabalho de excelência e os resultados alcançados pelas pessoas que estiveram à frente dessa relação harmônica e produtiva entre “Mantenedora e Mantida” e seus mais de 700 colaboradores. “Vamos em frente!” expressa o professor.

Prof. Marcelo de Oliveira Marques-Foto:Divulgação
Instagram