Comércio da região volta a contratar funcionários

Depois de quatro retrações mensais seguidas, o mercado de trabalho formal da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte voltou a registrar crescimento. Em julho, foram 288 novas vagas com carteira assinada, resultado de 10.544 admissões e 10.256 desligamentos. O saldo positivo foi puxado pelo comércio (+536 vagas) e pela construção civil (+90 vagas). Na contramão, a indústria perdeu 173 vínculos e o setor de serviços outros 170.

De janeiro a julho de 2020, a perda acumulada está em 27,1 mil postos de trabalhos que estavam preenchidos. Mais da metade foi nos setores de serviços (-14.144 vagas), seguido pelo comércio (-7.878 vagas) e indústria (-4.315 vagas).

Sincovat

Para o presidente do Sincovat e vice-presidente da FecomercioSP, os números de julho mostram que o varejo da região voltou a “respirar”, ainda que por aparelhos. “Temos que ressaltar que, boa parte dessas vagas geradas pelo comércio, vieram dos supermercados, 91 novos postos de trabalho, e dos depósitos de construção, 101 vagas. Esses dois segmentos já estavam abertos normalmente ao público, mesmo com a quarentena decretada ao fim de março, ou seja, não sofreram tanto quanto os demais. De qualquer maneira, a criação de novas vagas mostra que o comércio começou a respirar e tomar um fôlego para as vendas de final do ano”, explica Dan.

Comércio

O último trimestre do ano é o melhor período de vendas para o comércio, com importantes datas como o Dia das Crianças, a Black Friday e o Natal.

Imagem: Alexandre Andrade/Sincovat

Instagram