6 dicas para te ajudar na aquisição e na fidelização de clientes

Atendimento é um dos principais fatores que influenciam na hora de conquistar seu público

Manter uma gestão de clientes que não se atualiza pode ser um risco para o bom desempenho do negócio. Uma das perdas é a aquisição de novos consumidores e a fidelização dos que já adquirem seu produto.

O ambiente on-line tem sido um fator essencial na hora de um cliente decidir por uma empresa ou outra, considerando diversos fatores que vêm mudando a relação de marcas e consumidores.

Além disso, muitas empresas esquecem de dar a atenção necessária ao cliente, perdendo possibilidades de ouvir avaliações muito valiosas de seus produtos e serviços. Isso requer investimento, mas o retorno é mais que financeiro, sendo um radar orgânico do seu produto no mercado.

Se você busca ampliar ou iniciar do zero, as seis dicas a seguir vão te indicar um caminho mais proveitoso durante o processo. Confira!

1.  Regra do jogo

As práticas de marketing que controlavam a entrada de novos clientes tiveram que se adaptar às novas demandas geracionais, econômicas e culturais. Se, antes, um panfleto era a solução, agora, é necessário mais que isso. Algumas das estratégias seguidas pelas principais empresas são:

  • criar ou posicionar um valor;
  • dar muita importância para o relacionamento e a comunicação;
  • surpreender;
  • gerar engajamento,
  • oferecer retorno ao cliente.

2.  Experiência incomparável

O mercado mais contemporâneo oferece basicamente um modelo de demanda, então, cabe ao seu negócio fazer com que ele se sobressaia, principalmente, pelos detalhes.

Quando falamos em experiência de compra, incluímos desde a equipe que pensa em uma estratégia até o cliente final. A abordagem deve ocorrer antes mesmo do consumidor conhecer sua marca, mas de forma sutil. Por exemplo:

  • ser conhecido na mídia por um atendimento aprimorado;
  • antecipar necessidades do cliente;
  • provocar desejo;
  • ter comunicação aberta e objetiva,
  • aceitar feedbacks e mostrar melhorias.

3.  Alvo certo

Com um mercado diverso, mesmo que de forma exploratória, os clientes querem saber que estão comprando um produto feito para eles. Isso engloba não só a linguagem usada na comunicação, como todo o discurso escolhido e o reconhecimento de erros. Fale somente o necessário com seu cliente, mas saiba ouvi-lo em cada palavra.

4.  Transparência

Jamais subestime seus clientes, mesmo de classes sociais fora do grupo A e B. Eles sabem o que querem e fazem questão de um atendimento que resolva o problema, principalmente, se o produto ou serviço for algo top de linha.

Além de ter canais abertos e rápidos na hora de responder solicitações, fornecer informações claras é algo obrigatório. Por mais que seu produto seja simples, não minta. O seu cliente não vai gostar de ser enganado, nem no preço, nem no que o produto promete.

5.  Monitoramento

Além de relatórios mensais de vendas e projeções futuras, é necessário ficar atento à reputação da marca, ao nível de eficiência do atendimento e dos canais de comunicação, renovando-os.

Isso só é possível com um monitoramento preciso por métricas, sejam pesquisas contratadas, feedback de redes sociais ou volume de vendas. Essas informações dão dicas de como seguir os próximos passos de modo mais assertivo.

6.  Atendimento VIP

Se você tem clientes de longa data, oferecer serviços e produtos exclusivos é uma estratégia ainda bastante efetiva, que muitas vezes é considerada um diferencial pelos consumidores.

Isso vale para todos os tamanhos de negócio. Uma loja de roupas pode dar descontos maiores, enquanto um banco pode oferecer seguros e espaços físicos mais elaborados. Aqui, o único segredo é estar alinhado com as tendências de mercado e olhar, principalmente, para o que os concorrentes oferecem.

Instagram