Como tornar a ida ao veterinário menos estressante para o seu pet

Confira algumas ações que, quando executadas no dia a dia com o seu bichinho, facilitam a consulta no veterinário

Para a maioria dos pets, seja gato ou cachorro, ir ao veterinário pode ser extremamente estressante e traumático. Dentre outros motivos, um dos maiores responsáveis pelo estresse do bicho é que, na maioria das vezes em que os pets são levados à clínica veterinária, eles são submetidos a procedimentos desagradáveis como vacinas, exames e até procedimentos mais invasivos. 

Em consequência disso, os bichinhos acabam conciliando o ambiente com sensações e momentos ruins, e se tornam menos cooperativos para qualquer procedimento que seja. Para evitar que o seu pet fique traumatizado e atenuar o estresse causado pela visita ao veterinário, separamos algumas dicas. Confira!

  1. Leve-os regularmente ao veterinário

Mesmo que não tenha nenhum motivo aparente que torne a ida ao veterinário necessária, é importante levar seus pets a cada seis meses, ou no mínimo uma vez ao ano, para realizar avaliações e, caso seja necessário, exames. Assim, os bichinhos vão se acostumando e perdendo o medo do local e do profissional.

  1. Use a caixa transporte no dia a dia

A ida ao veterinário pode ser estressante a partir do momento em que precisa colocar o bichinho na caixa transporte. A dica é colocar a caixa exposta em casa, regularmente, e estimular o pet a entrar, fazendo-o se acostumar com o ambiente fechado. Assim, quando for realmente necessário, ele estará familiarizado com o acessório e entrará sem maiores esforços.

  1. Torne divertido

O sistema de reforço positivo funciona para ensinar praticamente tudo aos bichinhos, e com o veterinário não seria diferente. Leve brinquedos, petiscos e o recompense com algo que seu pet goste muito, para que ele faça a relação entre a ida ao médico veterinário e recompensas. 

  1. Acostume o seu bichinho com toques

Alguns pets não gostam muito de ser tocados em algumas partes do corpo e acabam se irritando quando acontece. Para evitar situações estressantes na sala do veterinário, acostume seu bichinho a ser tocado e examinado diariamente. Assim, as chances dele se estressar e morder o veterinário diminuem drasticamente. Escovar os dentes também é uma boa dica para que os bichinhos facilitem o exame clínico intrabucal.

  1. Treine o seu animal

Ensinar comandos básicos como sentar, deitar, rolar e virar de lado quando deitado facilita muito o exame médico feito pelo profissional formado em Medicina Veterinária, além de já tornar o seu bichinho mais obediente e disciplinado, facilitando o manejo da consulta.

  1. Controle a ansiedade

Se o motivo da consulta for por algum motivo mais sério, é normal que o tutor fique mais tenso e apreensivo. Mas é importante controlar o medo e a ansiedade para não transparecer para o seu pet, que acaba compartilhando do sentimento, ficando assustado e agitado. 

Foto: Divulgação

Instagram