Como criar diferentes silhuetas de acordo com a calça jeans

É muito raro encontrar uma mulher que não tenha sequer uma calça jeans no guarda-roupas. E não é por menos, a peça é super versátil.

É possível utilizá-la nas situações mais corriqueiras, como os passeios e os dates, e nos momentos mais formais, como entrevistas de emprego e outros eventos solenes. 

Mas quem usa jeans todo dia deve se atentar para a possibilidade de variar um pouco a silhueta da calça, o que permite construir novos looks e, além disso, evita aquela impressão de que você está todo dia com a mesma roupa.

Uma calça jeans de cintura alta, outra skinny ou uma do tipo flare geram silhuetas bem diferentes. Quer saber como se atentar para esses detalhes e deixar as suas produções variadas e sofisticadas? Nós levantamos algumas dicas bacanas para a blogueirinha que habita em você!

Por que se atentar para o modelo da calça

Quando a pessoa usa muito um tecido ou uma cor de roupa, pode passar a impressão de que está sempre com a mesma peça. Se você é adepta de looks monocromáticos, por exemplo, já deve ter ouvido de alguém que você parece estar sempre com a mesma roupa.

Isso acontece porque, além da repetição da cor, a silhueta quase nunca muda, deixando um ar meio padronizado. Mas essa impressão pode esvaecer se você alterar alguns detalhes da roupa, como a modelagem do jeans.

Faz o estilo mais gótico e gosta muito de usar jeans e blusa pretas? Sem problemas! Mas você já pensou em comprar uma calça flare preta ou uma skinny? Esses diferentes modelos, com certeza, vão te ajudar a criar novos looks. 

Modelos de calça jeans para testar

As calças jeans são peças must have no guarda-roupas feminino. Toda mulher precisa ter pelo menos algumas unidades dos modelos clássicos, como o reto e o bootcut.

Cada modelo gera um shape diferente para a silhueta feminina e, além disso, realça partes específicas do corpo da mulher. A seguir, nós listamos alguns deles.

Calça flare para uma silhueta volumosa

A calça flare também é chamada de calça boca de sino e tem as barras mais volumosas, mais largas. Como essa peça cria um volume na parte final da perna, ela ajuda a desviar o olhar da região do bumbum. Por isso, podemos dizer que esse modelo ajuda a disfarçar os quadris largos.

Geralmente, as calças flare têm uma cintura mais alta, o que também ajuda a alongar a silhueta. Podem ser usadas com blusas mais justinhas, o que equilibra um pouco a proporção do visual, já que as calças flare criam volume.

É interessante adotar esse modelo de calça com sapatos que têm um pouco mais de salto, sejam eles scarpins, botas ou mules e, com isso, também se alonga a silhueta.

Calça skinny para realçar as curvas

A calça skinny é bem o oposto da calça flare. Ela é mais justinha no corpo e tende a afunilar ainda mais na região do tornozelo. Ou seja, ela não gera uma silhueta tão volumosa quanto a calça flare, aliás, pelo contrário, cria-se um look mais sequinho.

Por ser mais justa, esse modelo de calça também realça mais as curvas da mulher, inclusive na região do quadril.

É interessante combinar a skinny com blusas mais larguinhas, como os tricôs ou as blusas ombro a ombro, que equilibram um pouco o look mais acinturado. Jaquetas do tipo oversized ou boyfriend são boas pedidas, pois também ajudam a criar um pouco mais de volume na região de cima.

Calça bootcut para realçar a região do quadril

Embora as brasileiras sejam reconhecidas por terem quadris largos, nem toda brasileira possui um bumbum avantajado. Para quem quer aumentar um pouco essa região, uma boa escolha são as calças do tipo bootcut.

Elas têm uma modelagem mais reta e justa até a coxa, mas, na região dos tornozelos, ela abre levemente, criando um sofisticado equilíbrio e uma proporção bem interessante. 

Esta é uma modelagem que pode ser usada com todo tipo de blusa, das mais volumosas, com babados, às mais justinhas. As lavagens mais escuras dão um ar mais social para a peça e as mais claras deixam o look mais descontraído.

Calça boyfriend para looks mais despojados

As calças jeans boyfriend são, geralmente, mais retas e têm uma modelagem maior quando comparadas às calças de outros modelos. Por serem mais larguinhas, a mulher consegue ter movimentos muito mais livres.

E se esta peça tem um objetivo, é justamente criar looks mais folgados e despojados. É legal combinar essas calças com peças mais arrumadinhas, como blusas com brilho ou transparências. Nos pés, sapatos de salto fino também são boas escolhas.

Agora que você já conhece um pouco melhor as silhuetas dos diferentes modelos de jeans, que tal arriscar um look novo?