COE é uma Alternativa Para Quem Busca Rentabilidade Em Tempos de Incertezas Econômicas

A pandemia trouxe de positivo uma conscientização sobre um melhor uso do dinheiro, atrelado à importância da educação financeira. Muitos aproveitaram a quarentena para estudar as formas de investimentos e aprenderam que a diversificação é uma das melhores alternativas. Entre as opções está o COE – Certificado de Operações Estruturadas.  

“É um investimento que une a segurança da renda fixa com a rentabilidade da renda variável. Os COEs são uma classificação nova de investimento no Brasil, eles tiveram início para negociação em 2015. A sua inspiração vem das Notas Estruturadas, muito populares nos Estados Unidos e Europa. Os COEs atraem tantos investidores conservadores quantos aos mais agressivos”, explicou Thales Manetti, assessor de investimentos do maior e mais antigo escritório de Investimentos da RMVale, a Plátano Investimentos – XP Investimentos, com sede em São José dos Campos.  

Existem dois tipos de COE:  

O de Capital Protegido, onde o valor aplicado fica integralmente protegido; e o de Capital de Risco, onde o valor aplicado não é protegido e poderá sofrer alterações de valores.  

“No primeiro caso, no pior cenário, o investidor recebe de volta todo o capital investido, ou seja, se o investidor aplicou cinco mil reais em um COE, no final ele recebe os mesmo cinco mil reais quando o COE for encerrado. No segundo caso, há a possibilidade de perdas do capital investido. O prazo mínimo varia de 3 a 5 anos e com aplicação inicial de cinco mil reais. O que diferencia cada um são a estratégia e o ativo de referência”, explicou Manetti.  

As estratégias podem ser, por exemplo, taxa fixa e alta do ativo, bidirecional, alta alavancada, entre outras. Os ativos de referência variam entre índices de ações nacionais ou internacionais, fundos nacionais ou internacionais, ouro ou prata, dentre outros.  

XP Investimentos

Na XP, por exemplo, temos hoje disponível um COE chamado “CS Saúde Digital”, estruturado pelo Credit Suisse, com aplicação de 5 anos e valor mínimo de 5 mil reais. O investimento é em ações de empresas que buscam tecnologia inovadora na saúde e com grandes perspectivas de crescimento. O investidor ao final do prazo tem a possibilidade de receber uma taxa fixa entre 8,25% e 13,25% mais a alta do ativo.   

Exemplificando: se a taxa for de 10% e ao final do período o índice apresentar uma alta de 50%, o investidor recebe o valor inicial e 60% da alta do índice. No pior cenário, rendimento do índice igual ou menor que zero, o investidor recebe o capital investido e 10% da taxa fixa. Importante também ressaltar que este investimento não sofre interferência cambial.   

COE

Outros COEs também se destacam, como o de E-sports; o que investe em empresas ESG e de tecnologia; nas bolsas americanas e chinesas e, ainda, no ouro e na prata. Ou seja, este é um investimento extremamente diversificado e que atende a todos os perfis de investidores.

Instagram