São José intensifica fiscalização e orientação contra covid

A Prefeitura de São José dos Campos vai intensificar a partir desta quarta-feira (2) a fiscalização e orientação na cidade, que voltou para retornou à fase amarela até o próximo dia 4 de janeiro, conforme determinação do Plano São Paulo de controle sanitário e flexibilização econômica.

Plano SP

Com o regresso geral para a terceira das cinco fases do Plano SP, atividades como bares, restaurantes, academias, salões de beleza, shoppings, escritórios, concessionárias e comércios de rua voltam a ter limitações de horário e capacidade de público, de acordo com decretos municipal e estadual.

Prefeitura de São José dos Campos

A Prefeitura reforça o apelo para que toda a população mantenha o engajamento e a mobilização para conter a pandemia de covid-19, evitando e reforçando as medidas de higiene, como lavar sempre as mãos, usar máscaras e utilizar álcool em gel em locais públicos.

Black Friday

O reforço na fiscalização e orientação do comércio já tinha sido implementado pela Prefeitura desde a semana passada com a Operação Black Friday, que teve o objetivo de evitar aglomerações e descumprimento das regras sanitárias e de saúde e garantir o aumento da taxa de isolamento social em meio à pandemia de coronavírus.

Nos sete dias de mutirão, foram realizadas 650 vistorias de conscientização e fiscalização. Foram aplicadas 125 multas, interditados 6 estabelecimentos e emitidas 14 notificações preliminares por irregularidades como aglomerações nas lojas e falta de uso de máscara e álcool gel, entre outras infrações.

O mutirão foi executado no comércio da região central, shoppings, concessionárias, lojas de departamento, supermercados, bares e restaurantes por funcionários do DFPM (Departamento de Fiscalização de Posturas Municipais) e agentes da Vigilância Sanitária, com apoio da Guarda Civil Municipal.

Desde o início da pandemia em 24 de março de 2020, foram aplicadas 527 multas em estabelecimentos comerciais por descumprimento dos decretos municipais e estaduais e das regras sanitárias e de saúde estipuladas para a quarentena. As multas têm valor inicial de R$ 5.000,00.

Durante este período, também foram realizadas 11.135 vistorias e 3.811 visitas para orientação de comerciantes, lojistas e clientes.
Foram atendidas ainda 10.625 reclamações e denúncias da população de desrespeito às normas para o período de quarentena.

Combate ao fluxo e aglomerações

Em outra frente de atuação para combater aglomerações e perturbação do sossego público, no último final de semana foram interditados 6 fluxos do funk e festas com aglomeração, além de impedidos 5 eventos que colocariam em risco a saúde, a segurança e a tranquilidade da população.

A ofensiva foi realizada pelos funcionários do DFPM, guardas civis municipais e policiais militares.

Foram aplicadas 17 multas por descumprimento das regras da quarentena, 19 por som alto e 1 por estacionamento irregular, além de abordadas 158 pessoas e vistoriados 60 veículos. Também foram apreendidos 4 aparelhos de som e 1 celular.

A população pode ajudar a Prefeitura denunciando aglomerações, fluxos do funk, festas clandestinas, perturbação do sossego público e descumprimento das regras de saúde e de isolamento social por meio dos canais oficiais: Central 156 (telefone, site e aplicativo), telefones 153 (específico da GCM) e 190 (COI/Polícia Militar) e 3901-4120 (DFPM).

Reforço na fiscalização e conscientização tem como objetivo evitar propagação da covid-19 na cidade – Foto: Charles de Moura/PMSJC

Instagram