Método Pomodoro de gestão de tempo vira tendência por aumentar produtividade

Criador da técnica propõe pequenos blocos de estudo ou trabalho intercalados por pausas para descanso, que ajudam o cérebro a não se cansar

Otimização de tempo e diminuição de distrações: tudo isso mantendo o cérebro descansado e dando a ele a variedade de informações que ele precisa para sair da monotonia e não cair na procrastinação. Este é o resultado que o italiano Francesco Cirillo conseguiu ao desenvolver o Método Pomodoro em seus primeiros anos na faculdade, nos anos 80.

Francesco não era nenhum especialista em organização e bom desempenho – muito pelo contrário, foi por se sentir desmotivado e desconcentrado que ele decidiu tentar mudar seus métodos de estudo.

“As datas dos exames chegavam tão rápido, e parecia que não tinha como me defender do tempo. Um dia, na sala de aula do campus onde eu costumava estudar, observei meus colegas com um olhar crítico e, em seguida, olhei ainda mais criticamente para mim: como me organizava, como interagia com outras pessoas, como estudava. Ficou claro para mim que o grande número de distrações e interrupções e o baixo nível de concentração e motivação estavam na raiz da confusão que eu estava sentindo”, conta ele em seu livro ‘A Técnica Pomodoro’.

Foi então que ele decidiu tentar realmente se concentrar nas matérias por, pelo menos, poucos minutos. “Você pode estudar – realmente estudar – por 10 minutos?”, se perguntou ele. E assim surgiu o Método Pomodoro – nome que vem do cronômetro de cozinha em forma de tomate (pomodoro, em italiano) que ele utilizou para contar seu tempo de estudo. A técnica hoje é popular especialmente entre quem está se preparando para vestibulares e concursos abertos – provas que demandam um grande acúmulo de conhecimento.

Como funciona o método atualmente?

Com o passar dos anos, o italiano fez diversos novos testes que geraram ajustes no método, que agora se resume a blocos de estudo ou trabalho de 25 minutos, com cinco minutos de descanso logo depois. Para aderir ao método corretamente siga os seguintes passos.

1-     Escolha apenas uma tarefa que deseja executar nos próximos 25 minutos. Sua concentração deve estar somente nela. Não faça outras coisas, mesmo que importantes, simultaneamente, se elas não se ligarem a essa primeira. Coloque-as nos próximos blocos de 25 minutos.

2-     Coloque um cronômetro para tocar em 25 minutos. Esse é o tempo que você estudará ou trabalhará com todo o foco possível.

3-     Depois que o alarme tocar, ajuste mais um para 5 minutos, que será o tempo de descanso. Nesse intervalo, se desligue das obrigações planejadas. É a hora de ir ao banheiro, responder uma mensagem no celular ou realizar qualquer outra atividade que não seja estressante.

4-     Siga com os blocos de 25 minutos e intervalos de cinco minutos até concluir esse ciclo quatro vezes. Depois disso, é recomendado tirar uma pausa de 30 minutos, para refrescar os pensamentos, e depois voltar às atividades programadas.

5-     Observe todas as distrações que ocorreram durante o processo e as anote. Dessa forma, o método vai ajudar a perceber também em quais horários do dia há menos distrações internas ou externas, possibilitando um planejamento mais eficaz para o dia seguinte.

Foto: Divulgação

Instagram