Como economizar o gasto de energia do ar-condicionado?

Veja dicas que ajudam a reduzir a conta de luz sem que seja necessário abrir mão do conforto térmico do ar-condicionado

O ar-condicionado deixou de ser considerado um artigo de luxo e tornou-se um item essencial para que seja possível enfrentar o calor com conforto. Afinal, muitas cidades brasileiras registram temperaturas superiores aos 40ºC no verão e, nesses casos, os ventiladores tradicionais não dão conta de resfriar o ambiente.

Contudo, a solução também traz preocupações, já que a conta de luz costuma ficar mais alta nessa época do ano. A boa notícia é que existem diversas maneiras de economizar energia sem abrir mão do conforto térmico: utilizar o ar-condicionado split inverter, por exemplo, é uma excelente alternativa.

Potência do aparelho

Escolher um produto adequado às suas necessidades é o primeiro passo para economizar. Para isso, é necessário calcular a quantidade de BTUs (British Termal Unit ou Unidade Térmica Britânica, em português), sistema de medidas que revela a potência do aparelho.

Hoje em dia, é possível encontrar aparelhos que vão dos 7 mil até os 30 mil BTUs, ou seja, apresentam potências muito diferentes. Para calcular o índice de BTUs, deve-se considerar o tamanho do cômodo, a circulação de pessoas, as aberturas de passagem do ar (portas e janelas), a insolação e outras variáveis.

Depois de fazer as contas, você vai descobrir a potência necessária para resfriar o ambiente, tornando o processo de compra mais assertivo. Vale lembrar que equipamentos com capacidade maior ou menor que o necessário pode resultar em desperdício de energia. Então, evite esse erro.

Local de instalação

Adquirir um produto com potência adequada garante eficiência energética com o melhor custo-benefício. No entanto, outros cuidados são necessários para quem pretende economizar o gasto de energia do ar-condicionado.

Esse é o momento de lembrar das aulas de física: enquanto o ar frio tende a descer, o ar quente tende a subir. Dessa forma, o ar-condicionado deve ser instalado em um local alto porque fica mais fácil de espalhar o ar gelado nessa posição.

Além disso, lembre-se de instalar a unidade externa do ar-condicionado em um local com boa circulação de ar e onde não haja incidência direta dos raios solares. Assim, você evita que o aparelho trabalhe mais que o necessário.

Tecnologia inverter

Os aparelhos tradicionais ligam e desligam o motor constantemente, causando picos de energia. Isso aumenta o gasto energético, uma vez que exige um grande esforço do aparelho.

O ar-condicionado com tecnologia inverter é até 60% mais econômico porque possui um motor compressor. Desse modo, ao invés de ligar e desligar a refrigeração, ele reduz e aumenta a velocidade de rotação, evitando os picos de energia.

Além de economizar energia e contribuir na conta de luz, os modelos inverter são mais silenciosos que os tradicionais. Essa é mais uma vantagem que faz toda a diferença no dia a dia.

Selo Procel A

O Selo Procel é dado pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica. Ele indica quais produtos possuem melhor eficiência energética, classificando o ar-condicionado em A, B, C, D, E, F e G.

Os produtos com Selo Procel A são considerados os mais eficientes e econômicos, enquanto a categoria G gasta mais energia. Então, lembre-se de verificar a etiqueta do aparelho para saber qual é sua classificação.

Função sleep e timer

O próprio ar-condicionado possui funções, como sleep e timer, que ajudam a economizar energia. O modo sleep mantém o ambiente sempre agradável, já que aumenta a temperatura e diminui a potência gradualmente, diminuindo o gasto de energia.

Já com a função timer, você consegue programar o horário para o aparelho ligar ou desligar, evitando gastos desnecessários. Dessa forma, é possível programar para que o ar-condicionado seja ligado 15 minutos antes de você chegar em casa. Assim, você será recebido em um ambiente climatizado.

Higienização dos filtros

A higienização dos filtros do ar-condicionado deve fazer parte da rotina. Afinal, a sujeira acumulada prejudica o funcionamento e reduz a vida útil do aparelho, além de aumentar o consumo de energia porque dificulta a passagem do ar.

A limpeza dos filtros também está associada à saúde. Isso porque filtros sujos colaboram para a proliferação de micro-organismos que podem prejudicar a respiração e causar alergias. Então, essa é uma tarefa essencial para quem quer economizar na conta de luz e cuidar da saúde.

Instagram