4 filmes para entender o que é democracia

Produções nacionais e internacionais abordam o sistema de governo mais aplicado no mundo atual

A conquista de um estado democrático de direito não veio fácil para o nosso país. Com origem no idioma grego, democracia significa, literalmente, o povo no poder. Para se ter uma ideia, no Brasil, há não muito tempo, as mulheres não podiam votar. Foi só em 1932 é que o voto feminino passou a ser um direito.

Mais do que nunca, o tema desse sistema de organização e governo de estado está na moda. Não é raro, nos dias de hoje, assistir na TV algum tipo de conteúdo relacionado à democracia e as suas potenciais ameaças no mundo contemporâneo. Esse fenômeno tem a ver, inclusive, com a forma que as produções audiovisuais respondem aos temas do cotidiano.

Ou seja, da mesma forma que outros regimes de governo, como a monarquia e a ditadura, foram largamente abordados por filmes em um passado não muito distante, a democracia vem sendo, cada vez mais, alvo da construção de narrativas visuais. Além do entretenimento, uma das vantagens desse fenômeno é que esse tipo de produção tem uma importância didática.

Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (USP) mostra que, em 2006, cerca de 26% dos brasileiros não sabiam do que se tratava a democracia. Um estudo mais recente, de 2019, realizado pela Latinobarómetro, mostra que, entre todos os países da América Latina, o Brasil é o que menos confia no sistema democrático.

Com um número de títulos cada vez maior, filmes se tornaram uma boa forma de disseminar conteúdo de qualidade. Pensando nisso, fizemos uma lista com 4 produções para você entender o que é democracia. Confira.

Democracia em Vertigem (2019)

Dirigido por Petra Costa, o filme chegou a ser listado pelo New York Times como uma das melhores produções do ano passado, sendo indicado ao Oscar de Melhor Documentário. Ele acompanha o processo de impeachment da ex-presidente do Brasil Dilma Rousseff, analisando a configuração em desenvolvimento de um país polarizado e dividido.

Eleição (1999)

De forma irônica e inteligente, a comédia do fim dos anos 90 chegou a ser indicada para o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, enquanto Reese Witherspoon, que interpreta a protagonista do filme, foi nomeada ao Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz.

O filme fala, na verdade, de eleições em uma escola pública no interior de uma cidade dos Estados Unidos. Criando um paralelo com o sistema democrático governamental, a produção aborda o voto direto e secreto, além da competição desleal entre candidatos de maneira lúdica, leve e didática.

A Onda (2008)

Dirigido por Dennis Gansel, o filme conta a história de uma escola alemã onde um professor simpatizante com o anarquismo é escalado para dar aulas de autocracia, regime totalitário, para jovens alunos, mesmo contra a sua vontade. Nesse processo, ele decide demonstrar de que forma um regime fascista é implantado.

Na trama, contudo, o professor perde o controle da situação, e o que era para ser apenas uma simulação se transforma em um regime real que atinge não só a escola, mas toda a cidade.

O filme é inspirado em uma história real, contada no livro A Onda, do autor Todd Strasser. A história chegou a ganhar uma série inspirada no enredo, intitulada Nós somos a Onda, disponível no Netflix.

What is Democracy? (2019)

Com um título bastante literal, a diretora Astra Taylor apresenta um apanhado histórico para a construção da narrativa do filme. Começando desde a Grécia Antiga, a produção conta a história da construção do conceito de democracia, passando pela Europa Renascentista até chegar no movimento de direitos civis.

O filme aborda, inclusive, fatores pelos quais algumas pessoas não confiam no sistema, tais como o medo de fraude nos votos e golpes de estado.

Instagram