Taubateano ALESSANDRO DA SILVA CONQUISTA PRATA NO ARREMESSO DE PESO DOS JOGOS PARALÍMPICOS

Atleta de Taubaté fez prova consistente, cravou sua melhor marca da temporada com 13,89m e conquistou inédita medalha na prova. Alessandro volta a disputar medalha na quarta-feira (01/09) no Lançamento de Disco

É prata! Saiu a primeira medalha dos taubateanos do Pograma Esporte Para Todos, da Prefeitura de Taubaté (SP), nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Na manhã desta segunda-feira, 30/08, Alessandro da Silva conquistou a medalha de Prata no Arremesso de Peso, classe F11 para deficientes visuais totais.

Arremesso de Peso

Fazendo uma prova muito consistente, Alessandro teve como melhor marca 13,89m, obtida na sexta e última tentativa. O resultado foi sua melhor marca na temporada 2021, e garantiu ao taubateano de 36 anos o lugar no pódio Paralímpico de Tóquio.

Alessandro mostrou regularidade ao longo de toda a prova. O taubateano abriu os serviços empurrando o implemento de 7,260Kg a 13,89m, estabelecendo já sua melhor marca da temporada, e terminou a primeira rodada de arremessos liderando a prova.

Na segunda rodada, Alessandro arremessou 13,56m. O iraniano Mahdi Olad fez 14,12m e assumiu a ponta.

Na terceira rodada, Alessandro não encaixou um bom arremesso e marcou 12,59m. No entanto, seus adversários não conseguiram melhorar e o brasileiro seguiu como segundo colocado.

Na quarta rodada, Alessandro fez bom arremesso de 13,39m e se manteve na segunda posição. O italiano Onei Tapia fez bom arremesso de 13,42m e saltou para a terceira colocação.

Na quinta rodada de arremessos, Alessandro cresceu e fez 13,87m, melhorando sua marca na prova e na temporada. Mahdi Olad também melhorou, fez 14,43m e se consolidou na primeira posição.

Na sexta e última rodada, Alessandro já estava virtualmente com uma medalha garantida. O terceiro colocado Onei Tapia não conseguiu ameaçar o brasileiro, e terminou na terceira posição. Alessandro soltou tudo o que tinha no último arremesso, melhorou sua marca cravando 13,89m e confirmou a medalha de Prata.

Fim de prova, Ouro para Mahdi Olad do Irã, com 14,43m; Prata para Alessandro da Silva do Brasil, com 13,89m; e Bronze para Onei Tapia da Itália, com 13,60m.

Muito feliz ao final da prova, Alessandro comemorou muito com seu guia e treinador Guto Nascimento, também taubateano e técnico do Programa Esporte Para Todos.

Jogos Paralímpicos de Tóquio

Alessandro da Silva ainda não terminou sua missão nos Jogos de Tóquio. Depois da Prata conquistada hoje, ele terá um dia de descanso e volta ao Estádio Olímpico na quarta-feira, 01/09, quando competirá no Lançamento de Disco. Atual líder do Ranking Mundial no Disco, ele entra na prova como um dos principais favoritos ao ouro. A final do Lançamento de Disco F11 será às 22h30 (horário de Brasília)

ALESSANDRO DA SILVA


Idade: 
36
Classe: 
F11 (deficientes visuais totais)
Modalidade: Atletismo
Provas eu disputará em Tóquio: Lançamento de Disco e Arremesso de Peso
Principais conquistas:
Medalha de Ouro nas Paralimpíadas Rio 2016 – Lançamento de Disco.
Medalha de Prata nas Paralimpíadas Tóquio 2020 – Arremesso de Peso
Bicampeão Mundial no Lançamento de Disco – Londres 2019 / Dubai 2019.
Bicampeão dos Jogos Parapan Americanos no Lançamento de Disco – Toronto 2015 / Lima 2019.
Bicampeão dos Jogos Parapan Americanos no Arremesso de Peso – Toronto 2015 / Lima 2019

Alessandro – comemoração – Peso-FOTO: Mirian Jeske/CPB

MICHEL GUSTAVO BRIGA POR MEDALHA NO SALTO EM DISTÂNCIA NESTA SEGUNDA-FEIRA

Aos 23 anos, Michel Gustavo está vivendo o sonho de disputar sua primeira Paralimpíada. Superando uma temporada 2019 de lesões, e as dificuldades que a pandemia impôs para treinos e competições em 2020, Michel chega a Tóquio para a disputa do Salto em Distância na classe T47, para paratletas com deficiência nos membros superiores. A final acontece também nesta segunda-feira, 30/08, às 21h30 (horário de Brasília).

Atual Recordista Brasileiro do Salto em Distância em sua classe com 6,99m, Michel terá uma final paralímpica bem disputada. O Ranking Mundial de 2021 tem como líder e um dos favoritos ao Ouro em Tóquio o norte-americano Dallas Wise, com 7,33m.

Para brigar por uma medalha, Michel terá de superar sua melhor marca da vida, e entrar na seleta “casa dos 7 metros” na classe T47. Se depender do paratleta da equipe Esporte Para Todos, será o momento de superar essa barreira.

“Estou muito feliz de estar nos Jogos Paralímpicos, é realmente uma realização na minha carreira. Principalmente depois de superar lesões e as dificuldades para treinar durante a pandemia. Mas agora é entrar nessa final e entregar tudo. Colocar em prática o que treinamos neste ciclo, e buscar melhorar meu resultado pessoal. Se a medalha vier, será uma recompensa e tanto pelo esforço e superação para estar aqui em Tóquio”, comentou Michel.

Transmissão: Os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020 estão sendo transmitidos para o Brasil pelo canal por assinatura SporTV.

MICHEL GUSTAVO


Idade:
 23
Classe: T47 (deficiência em membro superior)
Modalidade: Atletismo
Prova que disputará em Tóquio: Salto em Distância
Principais conquistas:
Tricampeão do Salto em Distância e do Salto Triplo no Open Grand Prix Internacional de São Paulo.
Recordista Brasileiro do Salto em Distância e do Salto Triplo.
Finalista no Campeonato Mundial de Paratletismo de Londres 2017


Confira a agenda dos taubateanos (horários de Brasília):

Segunda-feira, 30/08
21h30 – Michel Gustavo (T47) – Salto em Distância – FINAL

Quarta-feira, 01/09
22h30 – Alessandro da Silva (F11) – Lançamento de Disco – FINALSábado, 04/09
18h50 – Edneusa Dorta (T12) – Maratona – FINAL

Alessandro e Guto Nascimento- FOTO: Mirian Jeske/CPB
Instagram