São José ocupa 1º lugar do estado na gestão da saúde na pandemia

A gestão da saúde pública em São José dos Campos no 2º trimestre foi considerada a melhor entre as 10 maiores cidades de São Paulo. De acordo com o ranking Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos), o município mais populoso do Vale do Paraíba foi o único a obter grau médio de satisfação, com 560 pontos. Foram ouvidas 600 pessoas.

Nos meses de abril a junho, quando a crise da pandemia de covid-19 impôs desafios aos governantes, São José subiu uma posição em relação ao período precedente, indo de 2º para 1º lugar. Também atingiu a maior pontuação da série, iniciada no 4º trimestre de 2016, ocasião em que foi registrado o menor número de pontos: 449.

São José dos Campos

Considerando as avaliações positivas, a cidade alcançou 68% de aprovação do moradores. Em relação às notas ótima e boa, houve um crescimento de 6 pontos percentuais do 1º para o 2º trimestre, aumentando de 17% para 23%.

Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos)

Santo André, São Bernardo do Campo, Ribeirão Preto, Sorocaba e Osasco – nessa ordem – vêm na sequência da tabela de classificação da pesquisa. Todas elas ficaram com baixo grau de satisfação, segundo os entrevistados.

Para a Prefeitura joseense, a resposta positiva da população se deve ao investimento prioritário na saúde, especialmente as ações para reduzir a velocidade de propagação do novo coronavírus. O destaque nesse enfrentamento é o trabalho dos profissionais da área nas ações preventivas e no atendimento aos pacientes de covid.

Hospital de Retaguarda

Entre as medidas tomadas pela administração municipal, estão a construção do Hospital de Retaguarda e a criação de alas exclusivas no Hospital Municipal, com 160 leitos disponibilizados para as pessoas com a nova doença respiratória que precisarem ser internadas. A Prefeitura ainda passou a fazer testagens nas unidades de pronto atendimento (UPA) em todos os pacientes com síndrome gripal e profissionais de saúde com sintomas. Já as unidade básicas de saúde aplicam o teste rápido, mediante atestado apresentado, em todos os contactantes das pessoas suspeitas ou com exames confirmados de covid-19 e faz o monitoramento de todos.

Com o atendimento infantil no Hospital de Retaguarda, mais vagas foram liberadas na ala covid – Foto: Charles de Moura/PMSJC

Instagram