Boca de sino e flare: diferenças e como criar looks

Ambas calças são ótimas para quem gosta de conforto sem abrir mão do estilo.

A diversidade de peças no mundo da moda faz com que seja comum a confusão entre nomes e tendências. Um exemplo disso são as calças flare e aquelas no estilo boca de sino. Ambas possuem uma barra mais larga em comparação a outros modelos (como a calça jeans tradicional ou do tipo skinny). Contudo, elas possuem diferenças notáveis que devem ser consideradas na hora de compor um visual.

Por isso, se você gosta de roupas que confiram estilo e personalidade e ainda não sabe as diferenças entre essas duas calças versáteis e despojadas, confira algumas dicas para identificá-las e criar os melhores looks.

Diferença


A boca de sino teve o seu auge nos anos 60 e 70. Esteve associada, principalmente, ao movimento hippie. Esse modelo era marcado por estampas e corte de cintura alta. Via de regra, essa calça possui uma barra bastante larga e uma modelagem mais folgada em toda a sua extensão (como a cintura e os joelhos).

Já a flare foi inspirada nas calças que marinheiros usavam em meados do século XIX e que tinham um formato pensado para conferir liberdade de movimento. Hoje, é uma calça mais acinturada e justa, especialmente na região das coxas e dos joelhos.

Sua barra é mais folgada, porém é mais comedida em comparação à barra da boca de sino. A flare é uma peça bastante versátil e ótima para substituir a calça social em uma situação que permita um visual mais descolado.

Combinações com flare

A calça flare valoriza os mais diferentes tipos de silhueta. Contudo, é preciso cuidado para acertar no acabamento do look. Em um tecido como jeans, esse modelo fica mais casual, enquanto que em tecidos finos fazem uma linha mais elegante.

No ambiente de trabalho, uma combinação clássica é a flare e uma boa camisa social (preferencialmente branca), aliadas a acessórios como colar ou brincos maxi. Se você gosta de um ar mais romântico, vale apostar em camisas de outras cores claras (como rosa e amarelo). Para arrebatar no quesito formalidade, combine a flare com um blazer.

Para quem quer um look mais retrô, uma boa dica é apostar nas calças flare com cintura alta. Se você quer dar mais volume à parte de cima, combine uma calça flare com uma camisa por dentro dela ou com uma t-shirt mais folgada, que permita dar nós na parte inferior.

Agora, se você precisa equilibrar as proporções, a flare jeans escura e sem lavagem é uma boa alternativa. Na hora de escolher as cores das blusas e acessórios, é bom lembrar que tonalidades escuras fazem determinada região ficar mais discreta, enquanto que as mais quentes e coloridas chamam atenção e dão a sensação de aumentar aquela área.

Combinações com boca de sino

Uma dica valiosa para quem curte esse modelo de calça é investir em saltos altos, plataformas e ankle boots (botas que vão até a altura do tornozelo e podem ter salto ou não) e fazer a boca da calça cobrir os sapatos. Essa era a receita dos visuais mais estilosos dos anos 1970.

Como a calça já é notavelmente mais larga, outra ótima opção é apostar em blusas mais justas — sobretudo as acinturadas — dando assim um equilíbrio para a composição. Além de ser extremamente confortável, o modelo deixa a silhueta mais longilínea. Outra boa combinação é entre a boca de sino preta e blusas lisas, mais justas e com decote em V, criando um duplo contraste (de cores e tamanho de cada peça).

Instagram