Docentes e aluna da UNITAU recebem o 1º lugar em pesquisa de investigação em dermatologia pediátrica

Há anos a Universidade de Taubaté (UNITAU) participa de reuniões, congressos e premiações, que visam demonstrar todo conhecimento adquirido em sala de aula. Neste ano, professores e alunos do curso de Medicina da UNITAU participaram da 25ª Reunião anual dos dermatologistas do Estado de São Paulo (Radesp)

Radesp

Há 25 anos, a Radesp recebe e divulga conteúdos científicos produzidos pela comunidade acadêmica e por locais credenciados, do Estado de São Paulo, sendo considerada a principal reunião de dermatologistas do Estado e uma das mais relevantes do Brasil. O encontro tem como missão abordar temas atuais e relevantes para promover debates e despertar a reflexão de todos os participantes e palestrantes. Por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, a reunião teve de ser adaptada para a modalidade online, algo que possibilitou a capacidade de inclusão e acessibilidade sem a perda da qualidade e da excelência dela. 

Universidade de Taubaté (UNITAU)

Nesta edição da reunião anual, os professores da UNITAU, Profa. Dra. Flávia Regina Ferreira e Prof. Esp. Samuel Henrique Mandelbaum, juntamente com a aluna da Especialização em Dermatologia, curso oferecido pela UNITAU, Carolina Fernandes Pereira, foram premiados em 1º lugar na categoria “Investigação em dermatologia pediátrica”, com a pesquisa “Dermatite atópica: perfil epidemiológico e condições alérgicas associadas”, realizada no ambulatório de dermatopediatria do Hospital Municipal Universitário de Taubaté (HMUT). 

“Eu participo desde a primeira (edição). O evento foi crescendo em número de participantes e em importância. Em todas as reuniões, a dermatologia da UNITAU tem participado com palestras, cursos práticos e com apresentações de trabalhos. Somente neste ano, tivemos 7 trabalhos apresentados. Os professores da UNITAU e os residentes participam ativamente”, pontua o Prof. Esp. Samuel Mandelbaum.  

 Para a professora Dra. Flávia Regina, a Radesp promove a interação dos alunos entre os vários serviços do Estado e, assim, contribui para o aperfeiçoamento pessoal e profissional. “A participação da UNITAU é de extrema importância. Nós, como professores, temos de levar o nome da nossa universidade para todo o Brasil, aumentar a visibilidade de nossa instituição, mostrar nossa produção e, assim, figurar entre os melhores serviços do nosso Estado”, diz.  

A residente Carolina Fernandes relata a sensação de realizar a pesquisa com seus professores e ainda ser premiada. “Uma grande honra. O trabalho em si já me trouxe muito conhecimento sobre o tema investigado. E o prêmio me deixou muito feliz, comprovando a importância do nosso trabalho”, comenta. 

 “Foi por meio da dermatologia da UNITAU que adquiri a maior parte dos meus conhecimentos em dermatologia. Tenho verdadeiros mestres, que me ensinam a cada paciente, tanto por sua experiência de vida quanto por serem grandes estudiosos. Sem eles, eu jamais poderia participar de um evento como a Radesp”, finaliza.  

O ensino nos une, não importa a distância.  

Bianca Guimarães
ACOM/UNITAU
 

Instagram