Como lidar com os sapatos para evitar a contaminação pelo coronavírus

Aprenda algumas dicas de higienização para utilizar nos calçados e manter-se longe de vírus

Cuidar da saúde é de extrema importância em época de gripes ou outras doenças, mas, também, é essencial zelar pelos seus pertences, como roupas e sapatos. O principal motivo é que eles podem servir como meio de transporte para carregar o coronavírus de um lugar para o outro.

Tênis, botas e outros calçados podem ser expostos ao vírus toda vez que você sai de casa e muitas pessoas não os retiram nem os limpam quando retornam aos seus lares. Para evitar qualquer problema com contágio, o indicado é investir na higienização e desinfecção.

Como desinfetar e higienizar propriamente os seus sapatos

É importante lembrar que, ao se expor a ambientes que possam estar contaminados, as roupas e calçados podem estar carregando o vírus. Sendo assim, a primeira coisa que se deve fazer ao chegar em casa é retirar todos os pertences.

Isso inclui os seus sapatos, a máscara e as roupas usadas. Depois de retirá-los e higienizar seu corpo, principalmente, as mãos e as áreas que ficaram expostas, você deve partir para a desinfecção dos calçados.

Primeiro, certifique-se de realizar a higienização em uma área externa ou separada da casa, de preferência que outras pessoas não tenham contato, ou que possa ser lavada depois. Tudo depende de como é a sua residência.

Após ter selecionado o local, traga os produtos que serão utilizados até este. Assim, você não precisa ficar entrando na casa e correr o risco de carregar o vírus que pode estar na superfície do calçado.

Os produtos ideais para higienizar corretamente os sapatos são:

  • Água;
  • Sabão;
  • Álcool 70%,
  • Álcool em gel.

Após selecionar os produtos, fique de olho no tipo de sapato que você irá higienizar e qual agente funcionará melhor para ele. Por exemplo, se for uma bota de camurça, prefira o uso de álcool, que secará mais rápido que as outras opções.

Lave o sapato inteiro com água e sabão, especialmente, as solas. Então, coloque-o para secar ao ar livre. Lembre-se de não tocar o rosto ou colocar sua mão em superfícies que possam vir a ser contaminadas enquanto estiver lavando-o.

Se a sua escolha for o álcool 70% ou o álcool em gel, use um pano para poder fazer a limpeza e passe o produto por todo o sapato, não esquecendo da sola, do calcanhar e das laterais.

Deixe-o secando e só o use após estar 100% pronto. É de extrema importância que você higienize as suas mãos e as áreas do corpo que entraram em contato com o sapato quando terminar. Também coloque para lavar tanto suas peças de roupas, quanto os panos utilizados no processo.

De preferência, após terminar a desinfecção, limpe o local no qual a higienização foi realizada. Você pode utilizar água e sabão ou álcool, usando um pano diferente. Assim, você evita que algum vírus tenha ficado na área e seja transmitido para alguém.

Outras dicas sobre a higienização do sapato

Se você mora em um local que não é possível retirar os sapatos antes de entrar na casa, a dica é realizar uma solução e deixá-la em uma vasilha perto da entrada. Assim, é possível molhar um pano nela e limpar a sola antes de entrar em casa.

A solução é feita com produtos que se encontra dentro de casa, de uma maneira simples e prática. Você vai precisar de:

  • 25 ml de água sanitária (cerca de meia xícara de café);
  • 1 litro de água.

Dilua a água sanitária em um litro de água e a solução está pronta. É importante lembrar que ela deve ser trocada, pelo menos, uma vez ao dia para evitar possíveis contaminações.

Outra dica é ter um sapato de sair, que é usado apenas para quando é necessário ir ao mercado, farmácia e afins. Ele não entra em casa de modo algum e, de preferência, fica do lado de fora.

Com essas dicas práticas, os mitos de que a higienização demora muito tempo ou não é necessária são esclarecidos. Assim, você garante a sua saúde e a daqueles que estão perto de você.

Instagram