BASF desenvolve nova abordagem para proteger a pele contra a poluição

Análises sistemáticas permitem identificar ingredientes cosméticos que ajudam na proteção de partículas poluentes

Testes in vivo e in vitro focados em quatro mecanismos de ação: antiadesão, removibilidade, antipenetração e limpeza

  Formulações inovadoras baseadas em novas descobertas demonstram efeitos antipoluição fundamentados

A pele é a primeira linha de defesa contra as partículas de poluentes presentes no ar, principalmente nas áreas de grande urbanização e, por isso, precisa de cuidados específicos. Em resposta, a BASF desenvolveu uma abordagem abrangente para testar a eficácia antipoluição de componentes típicos de formulações cosméticas. 

“Queremos ajudar os fabricantes no desenvolvimento de produtos de cuidados que, comprovadamente, ajudem a proteger a pele contra partículas poluentes. No entanto, não existe um único teste que nos mostre como combater essas impurezas e, por isso, podem ser necessários vários métodos para que haja uma proteção eficaz”, explica a Dra. Annette Mehling, gerente sênior de Ciências da Pele da BASF. “É por isso que desenvolvemos uma série de novos métodos de testes que permitem a avaliação cientificamente sólida do desempenho de diferentes ingredientes e fórmulas de cosméticos”.

As análises sistemáticas visam quatro mecanismos de ação principais: antiaderência, removibilidade, antipenetração e limpeza. Os resultados do teste são usados então para criar novas e eficazes fórmulas de cuidado da pele, oferecendo proteção contra o impacto adverso das partículas poluentes na saúde da pele.

Antiaderência e removibilidade: partículas de poluição fora da pele

Manter as partículas sólidas fora da pele é uma ação de defesa contra danos causados pela poluição. Para traduzir este ponto de partida em produtos de cuidados eficazes para a pele, a BASF concebeu um novo método de teste in vivo padronizado que avalia a capacidade dos ingredientes ou fórmulas típicas de diminuir a aderência das partículas e/ou melhorar a remoção da pele pré-tratada, com lavagem, por exemplo.

A escolha de polímeros, emolientes e emulsificantes na fórmula influencia significativamente estes dois parâmetros. Por exemplo, 11 dos 15 polímeros testados demonstraram reduzir a aderência de partículas em comparação com a pele poluída não tratada. Diversos emolientes e emulsificantes, pelo contrário, podem aumentar a aderência. Os melhores resultados foram obtidos utilizando um emoliente volátil à base de hidrocarbonetos em baixas concentrações. Para os emulsificantes, as variantes baseadas no açúcar tiveram o melhor desempenho.

Antipenetração: constituição de uma camada protetora na pele

Embora as partículas de poluição em si não sejam absorvidas pela pele, elas podem ser revestidas com substâncias nocivas que o fazem. Para manter a pele saudável, reduzir a penetração de substâncias nocivas em camadas mais profundas pode ser útil. Numa segunda abordagem, desenvolveu-se um modelo de permeabilidade in vitro que simula a penetração de poluentes a fim de identificar ingredientes que ajudam a formar uma camada protetora na pele. Como exemplo, a seleção dos polímeros corretos desempenha um papel fundamental em termos de um efeito antipenetração, uma vez que os níveis de penetração variaram significativamente entre as substâncias testadas.

Limpeza: remoção ativa das partículas poluentes

Sendo exposto a uma grande variedade de poluentes ambientais ao longo do dia, é importante a remoção completa das partículas remanescentes na pele. Utilizando uma matriz de colágeno como modelo de pele, foi desenvolvido um teste in vitro que permitiu avaliar o desempenho de limpeza dos ingredientes e fórmulas na pele poluída. Com foco em óleos de limpeza, a análise de onze emolientes revelou que o desempenho de limpeza se correlaciona diretamente com os parâmetros físico-químicos: os melhores resultados foram alcançados com emolientes de alta espalhabilidade e baixa viscosidade.

Fórmulas para o cuidado da pele com efeitos antipoluição comprovados

Os pesquisadores da BASF incorporaram os ingredientes de melhor desempenho para cada mecanismo de defesa contra a poluição ambiental em novas fórmulas de cuidados com a pele. Ao desenvolvê-las, a equipe também otimizou outros atributos, tais como propriedades sensoriais ou benefícios percebidos pelo consumidor, como hidratação ou suavidade da pele. Em geral, estas fórmulas excederam significativamente os produtos comercializados com alegações antipoluição.

Sobre a unidade de Care Chemicals da BASF

A divisão da BASF Care Chemicals oferece uma grande gama de ingredientes para cuidados pessoais, limpeza doméstica, limpeza industrial & institucional e aplicações técnicas. Somos o fornecedor líder global para a indústria de cosméticos bem como para a indústria de detergentes e produtos de limpeza e damos suporte aos nossos clientes com produtos sustentáveis e inovadores, soluções e conceitos. O portfólio da divisão de produtos de alta performance de Care Chemicals inclui surfactantes, emulsificantes, polímeros, emolientes, agentes quelantes, princípios ativos de cosméticos e filtros UV. Possuímos sites de produção e desenvolvimento em todas as regiões e estamos expandindo nossa presença nos mercados emergentes. Mais informações estão disponíveis no endereço www.care-chemicals.basf.com.

BASF

Na BASF, criamos química para um futuro sustentável. Combinamos sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. Os mais de 117.000 colaboradores do Grupo BASF trabalham para contribuir para o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e em quase todos os países do mundo. Nosso portfólio é organizado em seis segmentos: Químicos, Materiais, Soluções para Indústria, Tecnologias de Superfície, Nutrição & Cuidados Pessoais e Soluções para Agricultura. A BASF gerou vendas de 59 bilhões de euros em 2019. As ações da BASF são comercializadas na bolsa de valores de Frankfurt (BAS) e como American Depositary Receipts (BASFY) nos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.basf.com.br

Instagram