Príncipe William lança prêmio ambiental de 50 milhões de Libras

  • Ao todo, serão concedidos cinco prêmios de um milhão de libras por ano ao longo dos próximos 10 anos, buscando pelo menos 50 soluções para os maiores problemas ambientais do planeta até 2030.
  • Cinco Earthshots – objetivos universais para recuperar o planeta até 2030 – serão divulgados e ganharão vida em uma nova série de curtas-metragens
  • A partir da abertura das indicações em 1° de novembro de 2020, será realizada uma cerimônia de premiação em uma cidade diferente a cada ano, a primeira em Londres, no segundo semestre de 2021

O príncipe William, membro da família real britânica, acaba de lançar o Earthshot Prize, o prêmio ambiental de maior prestígio já realizado, com divulgação dos cinco desafios universais para recuperar o planeta até 2030. O novo prêmio ambiental tem como missão incentivar mudanças e contribuir para recuperar o nosso planeta nos próximos dez anos – uma década decisiva para a Terra.

Príncipe William

O lançamento é a culminação de um projeto de dois anos do príncipe William e da Fundação Real do Duque e da Duquesa de Cambridge, que idealizou uma iniciativa de apoio aos esforços globais para proteger e recuperar o meio ambiente. Além de identificar soluções cientificamente embasadas para os maiores problemas ambientais enfrentados pelo planeta, o Earthshot Prize visa transformar o pessimismo atual sobre questões ambientais em otimismo quanto à capacidade humana de superar os maiores desafios da atualidade.

Prêmio ambiental

O prêmio, a maior inciativa já empreendida tanto pelo príncipe William quanto pela Fundação Real, teve seu lançamento em 31 de dezembro de 2019. Desde então, formou-se uma coalizão internacional de pessoas físicas, empresas e organizações com o intuito de potencializar o impacto da premiação – coalizão esta que continuará a se consolidar nos próximos meses e anos.

Inspirado na expressão “Moonshot”, utilizada pelo ex-presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, para mobilizar milhões de pessoas em torno do objetivo de colocar o homem na lua, em um projeto que impulsionou o desenvolvimento de novas tecnologias na década de 1960, o prêmio Earthshot Prize está estruturado em cinco “Earthshots” – objetivos simples mas ambiciosos para o planeta que, se alcançados até 2030, promoverão melhorias na vida de todos, nesta e nas próximas gerações.

Os cinco Earthshots, divulgados hoje, são:

  • Proteger e restaurar a natureza
  • Limpar o ar que respiramos
  • Recuperar os oceanos
  • Construir um mundo sem resíduos
  • Melhorar o clima

Earthshot 

Cada Earthshot se apoia em metas cientificamente embasadas, incluindo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e outras iniciativas internacionalmente reconhecidas para ajudar a recuperar nosso planeta. Juntos, formam um conjunto de desafios com base científica que visam promover novas formas de pensar, assim como novas tecnologias, sistemas, políticas e soluções. Ao consolidar essas cinco questões urgentes, o prêmio reconhece a interconectividade entre os diversos desafios ambientais, e a necessidade urgente de solucioná-los simultaneamente. 

Ao longo do dia (quinta-feira, 8 de outubro), será divulgada uma série de cinco curta-metragens retratando cada um dos Earthshots. Produzidos pela aclamada produtora de documentários sobre vida selvagem, Silverback Films, os curtas-metragens são narrados por jovens ativistas do clima, como Bindi e Robert Irwin.

O Earthshot Prize busca encontrar novas soluções que equacionem os problemas ambientais em todas as suas dimensões, tenham um efeito positivo nas mudanças ambientais, e melhorem as condições de vida de pessoas em todo o mundo, principalmente daquelas mais vulneráveis aos efeitos das mudanças climáticas. Serão contempladas pessoas físicas, equipes ou parcerias – entre cientistas, ativistas, economistas, projetos comunitários, líderes, governos, bancos, empresas, cidades e países – que proponham soluções viáveis e que possam contribuir de forma significativa para alcançar os Earthshots.

Entre 2021 e 2030, o príncipe William e o conselho do Earthshot Prize, com representantes dos seis continentes, selecionarão todos os anos cinco vencedores do prêmio, um para cada Earthshot. Serão divulgados ainda hoje membros do Conselho do Earthshot Prize mundialmente reconhecidos nas áreas ambiental, filantrópica, empresarial, esportiva e de entretenimento, em um vídeo que estreará na internet às 08h00, no horário do Brasil.

No vídeo, o príncipe William destaca que: “O propósito do plano é estimular e reunir as melhores mentes, as melhores soluções possíveis, visando remediar e enfrentar alguns dos maiores desafios ambientais do mundo. Somos convocados a colocar nossa engenhosidade e capacidade de inventar em ação. Os próximos dez anos representam uma década crítica para a mudança. O tempo é essencial, e acreditamos que este ambicioso prêmio global ambicioso é o único caminho a ser considerado”.

Além do conselho do prêmio, o Earthshot Prize contará com o apoio da Global Alliance, uma rede de organizações em todo o mundo que partilham do objetivo de recuperar nosso planeta. A rede terá participantes nos quatro cantos do mundo, incluindo

  • Parceiros Fundadores da Global Alliance: um grupo de filantropos e organizações líderes no mundo que trabalharão conosco para que sejam alcançados o objetivo, a escala e o alcance almejados do prêmio, contribuindo com recursos e por meio da união de objetivos.
  • Organizações Parceiras da Global Alliance: organizações sem fins lucrativos nas áreas de meio ambiente e desenvolvimento sustentável que, além de contribuir com sua experiência e alcance global, atuarão como organizações indicadoras a cada ano.
  • Membros da Global Alliance: reúnem algumas das maiores e mais influentes empresas e marcas do mundo, que apoiarão nossos Earthshots, além de implementar mudanças ambiciosas internamente e contribuir para acelerar as soluções vencedoras.

Os primeiros Parceiros Fundadores da Global Alliance são a Rede de Desenvolvimento Aga Khan, Bloomberg Philanthropies, DP World em parceria com EXPO 2020 Dubai, Jack Ma Foundation, Marc e Lynne Benioff, e Paul G. Allen Family Foundation, e serão anunciados outros nomes nos próximos meses.  Entre as organizações parceiras da Global Alliance estão o WWF, The Green Belt Movement, Greenpeace e Conservation International (confira a lista completa nas Notas para redações). Os Membros da Global Alliance serão anunciados oportunamente.

O processo de 5 etapas para selecionar o vencedor de cada Earthshot foi elaborado em parceria com o Centre for Public Impact e diversos especialistas internacionais. As indicações passarão por um processo de triagem e avaliação independente conduzido pela Deloitte, nosso parceiro de implementação. Um painel de especialistas reconhecidos prestará apoio ao processo de julgamento, apresentando pareceres ao conselho do Prêmio, que fará a seleção final dos vencedores.

Serão realizadas cerimônias de premiação em diferentes cidades do mundo, no período entre 2021 e 2030, premiando a cada ano os vencedores dos cinco Earthshots, selecionados dentre 15 finalistas. A primeira cerimônia de premiação acontecerá em Londres, no segundo semestre de 2021. 

Após a premiação, cada vencedor passará a contar com uma plataforma global e ampla visibilidade, divulgando suas conquistas ao longo da década com o objetivo de que suas soluções sejam adotadas e replicadas em massa e em grande escala. O prêmio de £ 1 milhão em dinheiro será destinado ao apoio a projetos ambientais e de conservação acordados com os vencedores. Os indicados selecionados também contarão com apoio individualizado e terão a oportunidade de receber assistência na implementação da solução em escala, além de acesso a um ecossistema de pessoas e organizações com ideias semelhantes. Nos próximos meses, serão divulgadas outras informações sobre as características do prêmio físico a ser recebido por cada um dos vencedores. 

O Earthshot Prize procurará, ao longo da próxima década, identificar e reconhecer as soluções mais inspiradoras para os maiores desafios do mundo. O prêmio vai além de reconhecer conquistas – é uma década de mobilização que tem como objetivos: conectar o mundo ambiental a fontes de financiamento, empresas e empreendedores, potencializando o impacto e a escala das soluções; reconhecer as pessoas e os lugares que estão promovendo mudanças; e inspirar pessoas em todo o mundo a trabalharem juntos para recuperar o planeta.

Redes sociais: @earthshotprize / @kensingtonroyal / #EarthshotPrize

Os curtas-metragens dos cinco Earthshots estão em: www.earthshotprize.org.

Os membros do Conselho do Earthshot Prize foram anunciados no FacebookYoutube e no site www.earthshotprize.org.

Os narradores dos curtas-metragens sobre os Earthshots, divulgados hoje, são:

  • Proteger e restaurar a natureza – Bindi e Robert Irwin
  • Limpar o ar que respiramos – Javier Cang
  • Recuperar nossos oceanos – Bertie Gregory
  • Construir um mundo sem resíduos – Malaika Vaz
  • Melhorar o clima – Maya Penn

Os Parceiros da Global Alliance são:

Conservation International

  • ORG
  • Fauna and Flora International
  • Green Belt Movement
  • Greenpeace
  • National Geographic Society
  • One Earth
  • Paradise Foundation
  • Project Everyone
  • Sustainable Markets Initiative
  • TED Countdown
  • Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente
  • Pacto Global
  • World Wildlife Fund (WWF)
  • WRAP

Earthshot Prize

Para mais informações, acesse: www.earthshotprize.org

Foto reprodução do site earthshotprize.org/
Instagram