Foreducation Edtech e o Colégio Mater Dei promovem uma jornada de programação, inovação e empreendedorismo, durante HACKATHON

No dia 14/05, das 8h às 18h, a Foreducation Edtech e o Colégio Mater Dei de São José dos Campos promovem uma jornada de programação, inovação e empreendedorismo, durante a edição de 2022 do HACKATHON. Espaço de interação, boxes instagramaveis, food truck, certificação e premiação estão na programação.

120 alunos do sexto ao oitavo ano apresentarão o pitch sobre o processo de criação dos projetos que foram desafiados desenvolver. Rede colaborativa de aprendizagem para conectar professores e alunos. Protótipo para ajudar as pessoas com algum tipo de deficiência. E uma solução para melhorar a relação homem-natureza estão entre os temas.

Desde março, professores e estudantes estão totalmente envolvidos em uma rede colaborativa para a resolução dos desafios, na entrega de uma solução tecnológica com uso de ferramentas, como Scratch e micro:bit, para a apresentação do pitch. 

Hackathon

O Hackathon é uma junção das palavras hack, de hackear ou modificar um sistema, e marathon, de maratona. Ou seja, é uma maratona hacker. Neste processo, os participantes trabalham na resolução de desafios reais de forma colaborativa, culminando na entrega de uma solução minimamente viável, testada e em um discurso que comunica a solução desenvolvida. 

O objetivo  é aplicar na prática o desenvolvimento das competências socioemocionais e cognitivas de forma contextualizada e relevante a partir de processos de resolução de desafios reais da sociedade contemporânea. Neste sentido, o desenvolvimento de novos saberes acontece por meio do Design Thinking – abordagem já reconhecida e aplicada tanto no campo educacional quanto no ambiente corporativo.  

Outros objetivos: 1. Desenvolver competências socioemocionais e de cultura digital por meio do processo de inovação centrado nas pessoas; 

2. Impulsionar metodologias ativas e centradas no aluno como método de ensino-aprendizagem eficiente; 

3. Fomentar o desenvolvimento de habilidades importantes para profissionais e cidadãos do século XXI, como, criatividade, comunicação, cooperação, pensamento computacional, organização e resolução de problemas; 

4. Propor novas metodologias para o processo de ensino-aprendizagem significativo para a incorporação da rotina pedagógica dos docentes; 

5. Promover novas reflexões a respeito de temas transversais ao currículo escolar básico, apoiando o raciocínio crítico e ampliando o repertório argumentativo;

 6. Ampliar o contato da comunidade escolar com processos de programação e inovação das principais empresas do mundo de tecnologia.

Colégio Mater Dei de São José dos Campos

Foto:Divulgação
Instagram