Em meio a crise econômica, OdontoCompany prevê faturamento de mais de R$ 1 Bi em 2020

A fim de manter o crescimento esperado em 55% ao longo do ano, rede de franquia aposta em modelo de negócio focado em multifranqueados

A OdontoCompany, maior rede de odontologia do país e a segunda do mundo, com 802 unidades em operação em 26 estados brasileiros, pretendente manter o plano de crescimento em 55% para 2020 e alcançar o faturamento de R$ 1,08 bi, mesmo com a crise causada pelo novo coronavírus. A perspectiva positiva vai ao encontro dos números conquistados no primeiro semestre, que garante solidez e assegura os planos para os próximos seis meses: já foram mais de R$ 400 mi em faturamento, 127 clínicas inauguradas e outras 158 franquias vendidas, tendo o pico de vendas em fevereiro e junho, com 41 e 34 contratos assinados, respectivamente. A meta também para este ano é abrir mais 180 unidades no próximo período, gerar cerca de oito mil postos de trabalho e alcançar a marca de mil lojas em operação.

Para conquistar os números acima, a rede está lançando um modelo de negócio exclusivo para empresários que, devido a queda dos juros determinada pela Taxa Selic, viram seus rendimentos em aplicações financeiras tradicionais renderem menos do que o desejado. Com aportes iniciais de R$ 1,5 a 2 milhões, o investidor tem direito até cinco franquias que serão instaladas em 24 regiões exclusivas do Brasil. As clínicas terão em média 200 m² e de 8 a 10 salas de consultório, a depender da estrutura e localização, e podem começar a operar em até 90 dias. Para atender este novo franqueado, a rede dispos de uma equipe exclusiva, que, além de todo o suporte ao longo da tratativa do negócio, também irá auxiliar na definição dos pontos, reforma e projeto arquitetônico, planejamento operacional e treinamento personalizado.

Dr. Paulo Zahr, presidente da rede

“A OdontoCompany sempre teve o compromisso com qualidade e seriedade, mas nos últimos anos intensificou este projeto e hoje abre-se como uma oportunidade de investimento para quem entende do mercado financeiro e tem se incomodado com a baixa rentabilidade de rendas fixas, como CDB, CDI ou tesouro direto, por exemplo. Para aqueles que procuram outras formas de investir, a OdontoCompany tem se provado cada vez mais rentável”, garante Dr. Paulo Zahr, presidente da rede. O faturamento previsto para cada unidade é de R$ 200 mil, valor acima do esperado para quem tem aplicações com a atual Taxa Selic de 2%, determinada pelo Copom este mês, que consolidou o Brasil entre os países com maior taxa de juros real negativa.

A rede de clínicas, que tem desde o começo da pandemia garantido o atendimento aos serviços básicos e essenciais, também apostou em soluções diversas para sobressair e manter a sobrevida dos franqueados de forma saudável. “Pensando no consumidor final, lançamos o serviço de teleodontologia, pagamento por meio de crédito recorrente e um cartão de crédito internacional Visa OdontoCompany, que pode ser adquirido rapidamente pelo cliente, trazendo ainda mais facilidades de pagamento e aceito em qualquer estabelecimento comercial”, conta Zahr. Com as inovações e lançamentos em meio a pandemia, a rede conseguiu aumentar o ticket médio dos clientes e crescer em faturamento mesmo diante das medidas impostas de isolamento social.

OdontoCompany

A OdontoCompany é a maior rede de clínicas odontológicas do país e segunda do mundo, com mais de 800 unidades espalhadas em todos os estados brasileiros, exceto Acre. Há 30 anos no mercado e 10 no franchising, a OdontoCompany vem fazendo movimento de consolidação do mercado, que teve início no início de 2019, quando adquiriu parte das franquias da clínica Oral Sin, segunda maior no segmento, no Brasil. É reconhecida pelo pioneirismo em implantar técnicas de ortodontia, dentística, estética, endodontia, implantodontia e outros procedimentos que utilizam a mais alta tecnologia. Mais informações: https://odontocompany.com/

OdontoCompany
Foto:Divulgação
Instagram