Dicas para não ter (tanta) dor de cabeça com a reforma da sua casa

Confira algumas dicas que irão te ajudar a evitar as dores de cabeça causadas por toda reforma.

Começar uma reforma é uma tarefa que exige, antes de tudo, bastante disposição e paciência. Isso acontece tanto para que quer dar um novo visual à casa antiga, quanto incorporar estilo a um imóvel novo.

Isso porque o processo de reforma pode ser um pouco desgastante, devido ao barulho, à poeira, às quebradeiras e aos entulhos inevitáveis, causados pela obra. Além disso, na maioria das vezes, sempre há os estressantes e tradicionais atrasos.

No entanto, apesar de a maioria desses problemas não poderem ser totalmente evitados, há algumas medidas capazes de, ao menos, minimizá-los. Para evitar uma dor de cabeça maior que a necessária, a seguir, confira algumas dicas valiosas de como lidar melhor com os contratempos causados pela reforma.

Planeje com antecedência

Planejar cada detalhe da obra com antecedência é a melhor maneira de evitar qualquer tipo de surpresa desagradável.

Portanto, quando for elaborar o seu plano, defina algumas condições, como: se irá reformar a casa toda ou apenas um cômodo específico, qual será o valor máximo a ser gasto na obra e por quanto tempo você pretende que a reforma dure.

Busque por profissionais confiáveis

Mesmo que possa ser um pouco mais caro, é fundamental que a obra seja executada e gerenciada por profissionais confiáveis, pois, assim, você irá garantir o bom andamento da reforma e terá um resultado satisfatório no final.

Por isso, é essencial buscar por pedreiros, gesseiros e arquitetos que tenham bastante experiência e uma boa reputação.

Além disso, contratar profissionais sem referências, apenas com o intuito de economizar, na maioria das vezes, não é uma boa escolha, porque o barato pode acabar saindo caro.

Opte por materiais de qualidade

Escolher os materiais, baseando-se apenas no preço, pode acarretar resultados negativos para a obra. Para evitar isso, é aconselhável optar por produtos que possuem uma boa qualidade.

Também é preciso pensar nos riscos que alguns materiais sem qualidade podem oferecer para a casa e sua família. Dessa forma, antes de realizar a compra, busque todas as informações sobre cada marca e certifique-se de escolher a melhor em relação ao custo-benefício para sua reforma.

Tente focar em uma etapa por vez

Mesmo que você tenha a intenção de reformar todos os cômodos da casa, não é bom fazer tudo ao mesmo tempo, pois, isso só irá complicar ainda mais o andamento da obra.

O mais recomendado é dividir a obra por etapas, fazendo uma espécie de cronograma. Dessa forma, você só irá para a próxima fase quando a anterior já estiver completamente finalizada.

Isso pode evitar alguns problemas, como serviços mal-executados, por exemplo. Se possível, tente controlar a ansiedade e não faça tudo de uma vez, já que a pressa é inimiga da perfeição.

Tome cuidado com a estrutura

Na maioria das vezes, a reforma da casa pode ser bem mais simples do que parece, e nem sempre é necessário derrubar toda a estrutura original.

Por esse motivo, sempre que possível, prefira restaurar as paredes em vez de derrubá-las, optando por modificar a estrutura do imóvel se ele estiver em boas condições.

Para isso, antes de começar a obra, consulte a opinião de um profissional qualificado, para que ele determine qual é o melhor procedimento.

Limpe a bagunça

Para manter a casa limpa e garantir a boa convivência com os vizinhos, assim que a obra for concluída, é importante limpar toda a bagunça e se livrar de todos os entulhos.

Para que tudo seja feito com cuidado e descartado de maneira adequada, os especialistas costumam recomendar a contratação de uma empresa de limpeza.

Contudo, se esse serviço estiver fora do seu orçamento, uma boa dica é chamar amigos ou parentes para ajudar nesse processo.

Instagram