Dicas para fazer negócios no exterior

Abrir negócios no exterior trata-se hoje de uma das grandes oportunidades dentro do mercado mundial, alcançando assim diversas vantagens não apenas em seu país de origem, mas também em diversos outros mercados que podem se mostrar benéficos.

Isso faz com que uma empresa alcance maiores chances de crescer, e não só por meio de um capital estrangeiro, como também no seu próprio território nacional, com esse reconhecimento global resultando em melhores possibilidades para esse negócio.

Similar ao destaque no qual peças importadas podem ter dentro de uma loja de roupas, que somente pelo fato de virem de outro mercado acabam por receber uma atenção diferenciada por parte dos clientes, aumentando assim a sua possibilidade de compra.

Mesmo que se trate de um produto mais caro, é atribuído a essas mercadorias não só propriedades como a qualidade do produto, mas também o renome associado a uma marca, que se destaca como uma companhia a ser considerada por todo o globo.

Situação essa que pode ser alcançada pelas empresas nacionais que passam a oferecer os seus serviços para os mais diversos tipos de mercados distribuídos pelo mundo, tal como uma empresa de levantamento topográfico, voltada ao setor de construção.

Ao analisar terrenos para uma possível obra, essa companhia encontra a chance de crescer justamente em países que estejam passando por algum tipo de processo de crescimento empresarial, com a construção de prédios, fábricas ou até mesmo imóveis residenciais.

Tendo a chance de trabalhar junto a esses mercados, as chances desse empreendimento crescer se tornam maiores do que simplesmente se restringir ao cenário nacional. Ainda mais quando se trata de um ambiente em crise, de possibilidades comerciais menores.

Logo, essas fronteiras internacionais devem ser consideradas por uma empresa de tratamento térmico em SP que, após se expandir para outros estados do Brasil, pode considerar também colocar sua companhia em outros países mundo afora.

E de fato o alcance ao mercado internacional vem se tornando algo cada vez mais fácil de ser acessado, aumentando assim as possibilidades de uma empresa, ao mesmo tempo em que cresce o seu número de concorrentes, agora em uma escala global.

Tudo levando à importância de estudar sobre como funciona o mercado internacional, ainda mais nos dias de hoje, onde ele se encontra em pleno processo de modernização.

As mudanças ocorridas no mercado internacional

O setor comercial normalmente trabalha com frequente modificações ao adotar novas estratégias e ferramentas que podem estar disponíveis por parte do mundo, respondendo principalmente às necessidades que surgem em relação ao público a ser conquistado.

A real diferença nesse sentido está associada à velocidade sobre qual essas mudanças vêm ocorrendo, agora em um sentido muito mais dinâmico, cabendo a uma empresa saber como agir diante desse cenário, para que ela possa ter acesso às melhores possibilidades.

Como o setor fabril, que deve estar atento aos novos equipamentos que podem estar disponíveis para as atividades de uma fábrica, trabalhando ao lado de distribuidores de correias transportadoras para otimizar a velocidade de produção em suas empresas.

E dentro desse campo de renovações destaca-se a aplicação das estratégias digitais, que utilizam de tais plataformas para fornecer um contato melhor não apenas com os clientes, mas também com qualquer grupo relevante para o gerenciamento de uma companhia.

Passando pelos concorrentes, fornecedores e parceiros comerciais, tudo por meio de uma relação a ser bem estruturada com o auxílio das ferramentas digitais, levando então a um crescimento das transações que podem ocorrer entre companhias de diferentes países.

Sendo esse um dos motivos pelos quais o mercado internacional esteja cada vez maior, a partir do uso de ferramentas que podem otimizar a realização de certas atividades a nível global, como uma reunião a ser realizada por meio de uma videoconferência.

Uma ação que permite com que o processo de gestão de uma empresa de instalação de alarme de incêndiopossa ser executado a nível internacional, a presença de profissionais de partes remotas do planeta e que podem contribuir para o crescimento de um negócio.

E essas possibilidades comerciais são tamanhas a ponto do próprio setor nacional ver com bons olhos esse propósito de expandir as atividades de uma empresa nacional para o mercado internacional, ao apostar no setor de exportação.

Benefícios de apostar em negócios internacionais

O governo brasileiro observa de forma positiva esse processo de expansão das empresas nacionais por existir assim uma valorização do mercado brasileiro em outros países, através das negociações a serem realizadas mundo afora.

Isso em um ponto ao qual uma empresa nacional, que resolve por negociar seus produtos e serviços no mercado internacional, passa a ter acesso a diversos incentivos, muitos deles de base fiscal, como:

  • Redução de impostos;
  • Diversificação de riscos;
  • Preços satisfatórios;
  • Otimização na imagem da companhia.

Um conjunto de oportunidades que permite com que uma fábrica de grades de ferro, que trabalha principalmente com o setor de segurança, possa se tornar uma fornecedora para mercados além do nacional, conquistando assim possibilidades em qualquer lugar.

Alcançando assim possibilidades tanto no mercado nacional como no estrangeiro. Ao mesmo tempo em que é preciso ter cuidado ao se posicionar dentro de um mercado de maiores oportunidades, mas também de desafios e competidores de tamanho igual.

É necessário adotar ações específicas que permitam com que esse negócio tenha então chances melhores de prosperar dentro desse mercado a ser desbravado.

Como preparar o seu negócio para o estrangeiro?

Assim como é importante adotar uma série de estratégias para garantir com que um distribuidor de piso vinilico, por exemplo, consiga se destacar dentro do cenário nacional, esses desafios são multiplicados ao transportar esse negócio para outro local.

Tudo isso diante das possibilidades que um empreendimento pode encontrar dentro do mercado internacional. E para que essa realidade seja alcançada de forma proveitosa, é importante adotar um conjunto de estratégias ao seu negócio, entre elas:

Análise do mercado

Antes de posicionar o seu empreendimento em um novo mercado é preciso estudar a fundo o seu funcionamento, ainda mais quando se trata de um espaço de cultura e práticas completamente diferentes do ponto de origem de tal companhia.

Logo, para que seja possível alcançar uma posição proveitosa para essa empresa, é importante estudar todos os tópicos que possam ser relevantes para a gestão dessa companhia dentro de outros territórios, possibilitando assim o seu sucesso.

Planejamento antecipado

Junto dessa análise, é preciso estruturar passo por passo quais são as etapas a serem executadas por uma companhia para que ela consiga se expandir e estruturar em mercados distantes do seu ponto inicial.

Garantindo dessa forma com que uma fábrica de chapa expandida consiga se adaptar a essa nova realidade de maneira prática e eficaz.

Estude o seu perfil de público

Mas não é somente um mercado que precisa ser observado, até porque a realidade de uma área comercial é definida justamente pelas necessidades e pelo comportamento do seu público. Sendo assim, é importante olhar com atenção as características de tal audiência.

Ainda mais se levarmos em conta as diferenças associadas ao público de cada país, o que faz com que uma companhia precise definir estratégias adequadas para cada um dos mercados aos quais essa companhia pretende se conectar.

Atenção ainda maior aos seus concorrentes

Outro motivo pelo qual uma companhia deve analisar o seu público é porque assim está fazendo os seus concorrentes. Eles que agora são maiores em termo de expansão, diante de companhias dos mais variados países, a disputarem um mesmo público.

Observe as barreiras tarifárias e não-tarifárias

Cada país lida com diferentes moedas, regras tarifárias, incentivos fiscais entre outros pontos que podem tornar um mercado mais proveitoso ou não para se fazer negócios, além de atuar com a instalação do seu empreendimento em diferentes pontos estratégicos.

Logo, é recomendado estudar com atenção as regras tributárias de cada país ao qual uma empresa pensa em se instalar.

Contando também com as normas de trabalho presentes em cada local, exigindo, por exemplo, com o auxílio de um distribuidor de equipamentos de proteção individual, para alinhar as atividades de uma empresa com a realidade trabalhista local.

Organização das estruturas de distribuição

Por fim, é adequado analisar também quais são as estruturas a serem estabelecidas para diferentes tipos de negócio, com destaque para os métodos de distribuição a serem adotadas por essa companhia.

Pois além de conversar com o mercado nacional, existe agora a responsabilidade de levar os seus produtos para clientes muito mais distantes, algo que pode exigir a troca de um transporte rodoviário por rotas marítimas ou até mesmo em voos.

O mais importante é garantir que os seus clientes fiquem satisfeitos ao fazer algum tipo de negócio com a sua companhia, esteja esse consumidor no seu país ou em um ponto distante do mercado internacional.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay 

Instagram