Como instalar ar-condicionado de teto?

Saiba tudo sobre a instalação do ar-condicionado de teto.

O ar-condicionado piso teto (também conhecido como ar-condicionado de teto) está tendo um aumento na procura por parte dos consumidores entre as opções de aparelhos split. Isso se deve às muitas vantagens oferecidas pelo dispositivo.

Esse equipamento pode ser instalado no piso ou no teto do cômodo desejado — como o próprio nome indica — e, por esse motivo, uma de suas prerrogativas é a versatilidade, além de oferecer quatro opções de conforto térmico (refrigeração, ventilação, desumidificação e aquecimento).

Se você comprou um ar-condicionado desse modelo, continue lendo este artigo e descubra como sua instalação deve ser feita, bem como as precauções que devem ser tomadas.

Afinal, o que é ar-condicionado piso teto?

O próprio nome responde. Esse modelo de ar-condicionado split, possibilita a sua instalação no piso ou no teto. Entretanto, seus atributos vão muito além do óbvio. Esse aparelho é produzido com uma maior capacidade, que varia de 18.000 a 80.000 BTUs (medida de potência de refrigeração).

Isso significa que, devido à alta capacidade de refrigeração, ele é mais indicado para lugares amplos, como empresas, bares, academias, restaurantes, lojas ou locais que tenham uma movimentação muito intensa de pessoas. No entanto, nada impede que ele também seja usado em residências que possuam cômodos amplos ou em determinados locais da casa onde o ar-condicionado tradicional não dá conta.

Outra boa vantagem que o ar-condicionado de teto oferece é que ele pode ser instalado em qualquer posição, o que o torna bastante adaptável em relação à decoração ou à arquitetura do ambiente. Vale ressaltar que independentemente do local a ser instalado —  seja no piso, no teto ou até mesmo na parede —, o nível de eficiência do aparelho é o mesmo.

Orientações básicas para a instalação do ar-condicionado de teto

A instalação desse modelo de ar-condicionado não é muito diferente da dos modelos tradicionais. A grande diferença — além do design — está no tamanho, que é muito maior.

Para iniciar a instalação, o primeiro passo é fixar um suporte em ambos os lados do aparelho. Após isso, é preciso prendê-lo com parafusos nas mãos francesas fixadas no teto ou na parte baixa da parede do cômodo. É de suma importância que o aparelho fique bem firme, especialmente quando instalado no teto. Vale ressaltar a necessidade de tirar as medidas dos furos para assinalar o local em que o suporte será fixado.

Assim como em todos os modelos de ar-condicionado split, a condensadora deve ser posicionada na parte externa do ambiente, ou seja, na fachada do prédio ou da residência. Após todo esse processo, basta concatenar a tubulação de gás e fazer o procedimento de vácuo no sistema do aparelho, a fim de evitar o deslocamento de resíduos, garantindo uma maior durabilidade do equipamento.

Informações sobre o ar-condicionado de teto

O ar-condicionado de teto, na verdade, é um aparelho split com grande capacidade de refrigeração. Sendo assim, é composto por uma condensadora e uma evaporadora. A condensadora pode ser vertical ou horizontal — o que melhor harmonizar com a disponibilidade do espaço.

Sua versatilidade de instalação, além de possibilitar uma melhor acomodação à proposta do ambiente, reduz o grau de ruído, especialmente quando comparado aos outros modelos. Além disso, ele refrigera o ambiente muito mais rapidamente.

Ademais, o ar-condicionado de teto  também está disponível nas versões quente e frio, que é perfeita para regiões com grande abrangência térmica ou, ainda, para quem deseja ter um ambiente climatizado independente das estações do ano. Por fim, por possuir as duas funções em um só aparelho (aquecimento e resfriamento), ele pode substituir o aquecedor a gás ou elétrico, sendo ainda mais econômico em termos de energia elétrica e espaço.

Instagram