5 móveis fundamentais para recém-casados

Você acabou de se mudar e precisa escolher os primeiros móveis da nova residência? Confira como escolher cada um.

Depois de muito tempo procurando uma casa para dividir com o seu/sua cônjuge e acertar todos os trâmites burocráticos, está na hora de mobiliar a residência, o que também exige energia e dinheiro. Esse processo envolve muita realização pessoal e demanda disposição para colocar tudo em ordem.

No começo, vocês verificam que o orçamento atual não permite que a casa seja toda mobiliada de uma só vez. Nesse caso, é preciso pensar em alguns móveis prioritários. Entre esses móveis emergenciais estão  mesa de jantar e armários de cozinha, além de chuveiro, geladeira e fogão. Confira como escolher cada um desses móveis e conseguir o modelo mais adequado à sua casa.

Chuveiro

Esse é um item básico em qualquer residência. O mais comum é que um imóvel alugado ou recém-comprado não tenha um chuveiro instalado. Se o seu imóvel já possui um, pode ser que seja de um modelo ultrapassado, deixado pelo antigo morador.

Por isso, caso já haja chuveiro, é bom verificar as condições em que ele se encontra. Se tiver que comprar um novo, verifique a especificação do equipamento escolhido, pois ele precisa fornecer conforto, funcionalidade e economia de água como e eletricidade.

Enquanto os chuveiros a gás oferecem mais pressão de água e economia na conta de luz, por outro lado, eles gastam mais água, já que o tempo para aquecê-la é maior. Os chuveiros solares são a opção mais equilibrada do ponto de vista ecológico, mas só podem ser usados quando a edificação possui um sistema de aquecimento solar.

Cama

Esse é um dos itens essenciais de uma casa, pois garante aos moradores boas noites de sono. Antes de começar a pesquisar os modelos de cama, tire bem as medidas do quarto, a fim de comprar uma que permita uma boa circulação de pessoas dentro do cômodo.

É possível priorizar um colchão e deixar para adquirir a estrutura da cama posteriormente. O melhor, contudo, é não fazer isso, já que o conforto é reduzido e o acúmulo de poeira mais intenso, o que o torna menos durável.

Mesa e cadeiras

Esses são outros itens básicos, pois permitem aos moradores sentarem-se não apenas para comer, mas também para trabalhar. Por isso, capriche na hora de escolher a mesa e as cadeiras.

Também é recomendado, nesse caso, medir as dimensões da sala, para comprar móveis com tamanho adequado. Se a sua sala tiver um tamanho menor, vale pensar em mesas dobráveis. No que se refere à cadeira, lembre-se de escolher um estofado confortável que não absorva líquidos, para evitar que a cadeira seja manchada.

Fogão

Mesmo para aqueles que não têm o hábito de preparar as próprias refeições e apoiam-se em delivery, ter um fogão ainda é essencial para realizar coisas básicas, como esquentar um pão ou água.

Ao escolher um fogão, é bom avaliar qual a quantidade de pessoas morando na casa e a frequência de uso do eletrodoméstico. Se vocês cozinham pouco, é possível comprar um fogão mais simples e com menos bocas. Agora, se as pessoas costumam usá-lo bastante, é bom investir em um modelo maior, com mais bocas.

Verifique, mais uma vez, as dimensões do espaço disponível. Outro fator importante é a facilidade de limpeza: modelos com acabamentos lisos, com superfícies de vidro ou de inox, são os mais simples para limpar, pois possuem porosidade reduzida. Também vale investir em fogões com botões, peças removíveis e prateleiras reguláveis.

Armário de cozinha

Esse é um móvel que pode passar despercebido em um primeiro instante, mas que se faz extremamente importante. Afinal, se comer é uma necessidade básica e urgente em uma residência, onde guardar as louças utilizadas sem um armário de cozinha?

Sem esse móvel, aumentam-se as chances de que os pratos, talheres e copos permaneçam espalhados, mantendo a cozinha bagunçada. Por estar em um ambiente exposto a gorduras e vapores, é fundamental escolher um material durável para este armário, que seja mais resistente à absorção de sujeiras em geral.

Instagram