União Química recebe governador do DF, Ibaneis Rocha, para visita à fábrica onde acontece a produção piloto do IFA para a vacina Sputnik V

*Solenidade aconteceu na manhã desta segunda-feira, 25, em Brasília, e também contou com as presenças de Osnei Okumoto, Secretário de Saúde do estado, Sergey Akopov, Embaixador da Rússia no Brasil, e Fernando de Castro Marques, presidente do grupo farmacêutico

Fernando de Castro Marques, presidente do grupo União Química, uma das maiores indústrias farmacêuticas da América Latina, com 8 unidades fabris, recebeu na manhã de hoje, 25, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, o secretário de Saúde do estado, Osnei Okumoto, e o embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, para uma visita à planta fabril de biotecnologia Bthek, em Brasília, que pertence ao grupo farmacêutico brasileiro.

Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA)

No local, estão sendo produzidas, em fase piloto, doses do do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) – da vacina Sputnik V, contra a Covid-19, em acordo firmado com o Fundo de Investimentos Diretos da Rússia (RDIF).

A Sputnik foi desenvolvida pelo renomado instituto Gamaleya, do governo russo, com mais de 130 anos de história no desenvolvimento de medicamentos e vacinas. A segurança e eficácia da vacina são incontestáveis, e os resultados mostram isso. Tecnologia de adenovírus humano já desenvolvida pelo Gamaleya desde os anos 1980.

Com a produção centrada na Bthek, unidade de Biotecnologia da União Química no Distrito Federal, a parceria entre a companhia e o RDIF prevê acordo de transferência de tecnologia e fabricação da vacina para toda América Latina.

Foto: Celso Junior

Sputnik V

A Bthek conta com um Laboratório de P&D equipado com altíssima tecnologia para desenvolvimento de produtos biotecnológicos, bem como profissionais qualificados na operação desta complexidade, como a tecnologia flex-factory da Cytiva (antiga GE healthcare life sciences). A Bthek foi integralmente desenvolvida em parceria com a GE, a primeira flex-factory da América Latina e a única com equipe treinada na utilização desses equipamentos na AL. A tecnologia single-use permite trabalhar com maior rapidez e flexibilidade com diferentes produtos nos mesmos equipamentos.

União Química

A União Química iniciou a produção do IFA da vacina Sputnik V, em sua unidade Bthek, para fins de testes piloto, de acordo com as regras sanitárias e regulatórias brasileiras. “No seu devido tempo e com as devidas autorizações da Anvisa, iniciaremos a produção em escala industrial e comercial. A produção do IFA, em escala piloto, faz parte da rotina da indústria farmacêutica em todo o mundo”, explica Rogério Rosso, Diretor de Negócios Internacionais do Grupo União Química.

A transferência de tecnologia da RDIF e Instituto Gamaleya Russo para a produção da vacina no Brasil é fundamental para que o país possa, o quanto antes, ter sua independência quanto a disponibilização de imunizantes contra a COVID-19 para toda a população brasileira.

A União Química segue nas tratativas com a ANVISA a respeito das exigências referentes ao pedido de uso emergencial da Sputnik V, protocolado em 15 de janeiro de 2021, e está trabalhando arduamente junto à Agência para chegar à conclusão dessa jornada com a maior agilidade possível.

Grupo União Química

Com capital 100% nacional, o Grupo União Química, que completa 85 anos em 2021, uma das maiores indústrias farmacêuticas da América Latina. Sua estrutura está definida em cinco unidades de negócios: Farma (OTC, Similares e Genéricos), Genom (Oftalmologia, Ginecologia e Obstetrícia, Ortopedia, SNC e Dermatologia), Hospitalar (Hospitais Públicos e Privados), Agener (Animais de Companhia – Pet, Grandes Animais e Reprodução Animal) e Terceirização. O Grupo União Química detém o maior parque industrial do segmento farmacêutico brasileiro, composto por oito unidades fabris, com mais de 920 mil m2 de área total. Entre eles, o recém adquirido complexo de biotecnologia localizado em Augusta, estado da Georgia, nos EUA

Foto: Celso Junior
Instagram