São José lança o primeiro VLP articulado elétrico do país

A Prefeitura de São José dos Campos apresentou, nesta segunda-feira (10), o projeto do primeiro VLP (Veículo Leve sobre Pneus) articulado elétrico do país. O veículo irá trafegar pela Linha Verde, corredor sustentável que vai interligar as regiões sul e leste – as mais populosas – bem como a região central, tornando o município mais dinâmico, compacto e inclusivo. Os veículos terão sistema inovador de biossegurança e outras tecnologias.

São José dos Campos

O fornecimento dos VLPs será de responsabilidade da BYD, líder global na fabricação e comercialização de veículos elétricos, que escolheu a Marcopolo como parceira no desenvolvimento desse modelo pioneiro no Brasil. Após a homologação, será iniciada a produção em série  dos veículos, que devem ser entregues até outubro de 2021.

Coletiva de imprensa para apresentação do projeto do VLP que irá operar na Linha Verde de SJC-Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Marcopolo

Com design moderno, arrojado e atraente, o modelo da carroceria é dedicado a chassis articulados com propulsão 100% elétrica, com zero emissão de gases nocivos, sendo mais econômicos, com menor custo de manutenção e ótimo desempenho. A Prefeitura está inovando com ações de sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Diretor da Divisão de Ônibus da BYD Brasil, Marcello Von Schneide

“São José é a primeira cidade do Brasil a criar um viário 100% não poluente do Brasil, pois entendeu a importância de adotar ônibus elétricos como um aliado no combate às emissões de gases poluentes em larga escala. Além disso, quando a cidade implementa um corredor expresso, ela reorganiza o tráfego e tira mais ônibus a diesel de circulação, impactando diretamente na saúde da população”, afirmou o diretor da Divisão de Ônibus da BYD Brasil, Marcello Von Schneider.

O modelo possui 22 metros de comprimento, baterias de fosfato ferro lítio (LifePO4), com autonomia de até 250Km com uma carga completa de três horas e capacidade para 168 passageiros, além dos espaços para cadeirantes.

Entre os principais itens de série do chassi estão a coluna de direção regulável, ajoelhamento bilateral, regulagem de altura, sistema antichamas, tacógrafo digital, rodas de alumínio e suspensão pneumática integral.

Entre os itens inovadores dos VLP’s de São José estão as soluções da plataforma Marcopolo BioSafe, como o sistema UV-C de desinfecção do ar instalado no ar-condicionado, acabamento com aditivos antimicrobianos nas poltronas, balaústres e pega-mãos. Este será o primeiro sistema urbano oferecendo essas tecnologias de biossegurança, exigidas pela atual Administração Municipal na incorporação do projeto.

Rodrigo Pikussa, diretor do Negócio Ônibus da Marcopolo

“Com essas inovações, o transporte coletivo de São José dos Campos atinge um novo patamar, alinhado às necessidades da mobilidade mundial com relação à proteção da saúde dos passageiros”, destacou Rodrigo Pikussa, diretor do Negócio Ônibus da Marcopolo.

Os VLPs terão poltronas estofadas com apoio de cabeça e entradas USB, monitores instalados no teto, rádio e autofalantes, a iluminação externa terá faróis em full led, garantindo maior eficiência luminosa, além de toda a acessibilidade para cadeirantes.

As portas terão vão livre nos conceitos widedoor e slidedoor, facilitando o embarque e desembarque de passageiros, além de um sistema antiesmagamento, que evita que elas fechem quando identificado qualquer movimento próximo.

Marcello Von Schneider, diretor institucional da BDY- Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Veículos elétricos

A segurança também é um diferencial e os veículos terão seis câmeras de alta definição, duas delas com infravermelho. Além disso, os tradicionais espelhos retrovisores serão substituídos por duas câmeras de alta definição, que cobrem um campo de visão maior e permitem que os motoristas vejam pontos cegos e tenham facilidade de manobra, aumentando a segurança no trânsito.

Linha Verde

A Linha Verde, feita sob medida para atender aos modernos conceitos de planejamento urbano e em consonância com as diretrizes do Plano Diretor, vai facilitar o acesso a serviços e estimular o desenvolvimento econômico ao longo de sua extensão.

O Consórcio Projeto Linha Verde, formado pelas empresas Compec Galasso e Geosonda, ficará responsável pelas obras da primeira fase do projeto, que terá início na Estrada do Imperador (região sul) até o Terminal Intermunicipal (região central).

O contrato tem valor de R$ 55,832 milhões, sendo R$ 30 milhões de aporte do governo estadual.

Na etapa posterior, o projeto ainda cria o Anel Viário Leste, uma nova via que permitirá a interligação de toda a cidade ao Parque Tecnológico, sem a necessidade de uso da Via Dutra.

BYD do Brasil

Na ocasião da assinatura do contrato com o consórcio responsável pelas obras de engenharia, também foi assinado o contrato com a BYD do Brasil, no valor de R$ 34,732 milhões, para a aquisição dos 12 VLPs articulados que irão trafegar pela Linha Verde. Desse valor, R$ 9,2 milhões sairão da outorga do serviço de concessão do estacionamento rotativo, que será operado pela empresa espanhola Eysa a partir de setembro deste ano.

VLP (Veículo Leve sobre Pneus)

Ficha técnica do VLP

–  Primeiro chassi articulado 100% elétrico do fabricado no Brasil

– Autonomia de 250km com baterias de fopsfato de ferro lítio (LifePO4)

– Tempo de recarga média de 3 horas (0% a 100%)

– 4 motores ligados diretamente aos eixos, com potência máxima de 804CV

– Suspensão pneumática integral com ajoelhamento bilateral

– sistema antichamas

– Design moderno, arrojado e atraente com faróis em full led

– Comprimento de 22m; Largura 2,6m; Altura 3,7m

– Capacidade: 60 passageiros sentados + 108 passageiros em pé + espaço para cadeirantes totalmente acessível

– Poltronas estofadas, com encosto de cabeça e entrada USB

– Portas pantográficas com sistema antiesmagamento

– 6 câmeras de alta definição, duas delas com infravermelho, em substituição aos retrovisores externos e internos

– 2 monitores de 15,6” instalados no teto, com rádio e autofalantes para entretenimento e geolocalização, e disponibilização de Wi-fi a bordo

– Ar-condicionado com renovação completa de ar a cada 3min (conceito aeronáutico)

Tecnologia BioSafe

– Sistema UV-C de desinfecção do ar-condicionado

– Acabamentos com aditivos antimicrobianos nas superfícies de toque

– Estofamentos com aditivos antimicrobianos

VLP (Veículo Leve sobre Pneus) articulado elétrico
Com design moderno, arrojado e atraente, o modelo da carroceria é dedicado a chassis articulados com propulsão 100% elétrica – Foto: Ilustração
Instagram