Novas fórmulas do mercado para melhorar a experiência dos consumidores online

Cada vez mais se compra online. O aumento, primeiro gradual e depois intenso do número de lojas online, a par com a necessidade de os empreendedores começarem a encontrar alternativas para os modelos tradicionais de negócio fizeram com que grande parte da atenção dos consumidores se colocasse, de facto, no mundo digital.
Acompanhando a procura dos empresários do mundo digital por novas oportunidades e pela concorrência severa que se gerou, à medida que o nascimento de empresas digitais acelerava, os consumidores começaram, também, a criar novos hábitos. A busca pelas empresas mais inovadoras, que mais inspiram confiança, com produtos distintos e baratos começou a fazer-se principalmente nos meandros da Internet.
Claro que os próprios consumidores se tornaram, com esta evolução, cada vez mais exigentes com a própria prestação de serviços destas empresas. O pedido por entregas mais rápidas, por um leque de produtos mais diversificados, por um canal de comunicação mais eficaz foi, de facto, o que fez com que a própria Internet tivesse de acomodar estruturas que facilitassem aos empreendedores toda a gestão relacionada com o e-commerce e as lojas online.
Nasceriam, no decurso das necessidades dos próprios consumidores, fórmulas do mercado inovadoras, que visam melhorar a experiência dos compradores destas lojas e estimular uma maior interatividade entre os empresários digitais e os seus públicos.
Hoje, conheceremos algumas das novas empresas e estratégias, especialmente dedicadas à melhoria dos serviços dos prestadores online para, assim, melhorar a satisfação de quem compra através da Internet.

1. Melhoria na entrega e seguimento de encomendas

Os empresários online não poderiam ter ficado mais felizes quando ouviram dizer que os produtos provenientes de dois dos locais mais comuns – a China e Hong Kong – teriam, agora, serviços de entrega mais rápidos.
Longe dos 60 dias aos quais todos fomos habituados quando aguardamos por uma encomenda online, a promessa foi de redução deste tempo para apenas metade. Já sabe o que é o ePacket? Se não sabe, é provável que não saiba, também, do que falamos!
O ePacket foi o serviço criado para os lojistas dos países já mencionados e que permitiu que as encomendas dos clientes em todo o mundo chegasse de forma mais rápida e eficaz. Além do compromisso de uma entrega atempada, este garante ainda que os consumidores possam acompanhar a sua encomenda, através do rastreamento da mesma.
Este serviço é mais eficaz do que os anteriormente oferecidos e procura dar resposta às necessidades de empreendedores e consumidores.

2. Comprar através do telemóvel

Muitas pessoas passaram a comprar na Internet para poderem fazê-lo sem filas, confusões e, acima de tudo, sem sair de casa. Ainda assim, a verdade é que, com um mundo cada vez mais competitivo, temos também consumidores cada vez mais exigentes e, hoje, estes querem fazer as suas compras sem filas, sem confusões e em qualquer lugar.
Os avanços tecnológicos, nomeadamente no que diz respeito aos sistemas dos smartphones tem vindo a dar resposta a esta necessidade. Com a criação de várias aplicações móveis, torna-se possível, hoje, o acesso a vários espaços de e-commerce com apenas alguns toques no ecrã e a compra pode ser feita, de forma rápida, em qualquer lugar.

3. Encontrar produtos nas redes sociais

As pessoas gostam das redes sociais pela forma ampla como estas podem ser utilizadas. Cada vez mais, espaços como o Twitter, o Instagram, o Facebook ou mesmo o Youtube e o Snapchat, começam a oferecer novas alternativas além daquelas que as originou.
Quando confrontadas com a publicidade que se faz nestes meios ou mesmo com as páginas criadas para agir como loja online, as pessoas têm uma oportunidade para se tornarem consumidoras de determinados espaços digitais sem, sequer, terem de sair da página das suas redes sociais.
Esta maior facilidade de acesso, que alia a mídia social às vendas online, foi algo que agradou aos consumidores e permitiu que a sua experiência online fosse, de facto, melhorada.

4. Espaços de partilha de opiniões e reclamações online

Outro elemento fundamental quando se é consumidor online é a possibilidade de verificar a reputação das lojas online e de ouvir quais as principais queixas de outros compradores.
Não só se torna mais simples, hoje, saber mais sobre os produtos que pretendemos adquirir; como é também possível conhecer, com alguma simplicidade, o que os usuários de um determinado site têm a dizer sobre os tempos de entrega, a qualidade do atendimento ou do apoio ao cliente e ainda sobre a confiança que pode ser dada a um espaço online.
As pessoas procuram, frequentemente, mais informações antes de arriscarem o seu dinheiro numa compra cega. Por isso mesmo, as próprias estruturas adaptaram-se, sendo criados canais em rede, nos quais os utilizadores de várias empresas e serviços podem partilhar todas as suas experiências e opiniões sobre as lojas online e os produtos recebidos.