Foco na digitalização deve ser fortalecido em 2021

Postergado durante anos, aumento de tecnologia nas corporações chegou por conta da necessidade de conter as perdas do coronavírus

As dificuldades enfrentadas no âmbito presencial em 2020 alavancaram os processos digitais e o aumento de recursos tecnológicos utilizados pelas corporações, que decidiram seguir operando durante as paralisações, por meio do home office. Apesar do desafio e dos impactos gerados, essas serão as empresas menos afetadas financeiramente pela pandemia.

Esse cenário é ainda melhor para os empreendimentos do setor de tecnologia, que lucraram também com a alta demanda de implantações de sistemas que possibilitariam outros colaboradores a trabalhar de casa, sem que os dados das corporações ficassem em risco.

De acordo com o Gartner, em um estudo desenvolvido entre maio e junho de 2020 pela empresa especialista em consultorias homônimas, cerca de 69% dos conselhos de administração afirmaram acelerar os processos de incremento tecnológico nas empresas, sendo que parte deles adiantou algumas modernizações no modelo de negócios das organizações. Entre as mudanças mais listadas, o foco da digitalização esteve em pontos estratégicos nas renovações do negócio, envolvimento do cliente e na gestão da força de trabalho remota.

Sendo assim, a força tecnológica esperada apenas para a próxima década já pode estar disponível em alguns anos. Estima-se que o volume de dados criados em todo o mundo cresça e alcance a marca de 175 zetabytes – equivalente a 1 trilhão de gigabytes – até o ano de 2025. O volume, se confirmado, representará um aumento de 1.000% comparado ao número gerado em 2015.

Com a percepção de sucesso na aceleração da digitalização dos processos profissionais, o foco nesta área deve ser fortalecido em 2021, agora com maior calma e tempo para a introdução das mudanças nas empresas e automação de processos.

Cuidado com os dados

Quando os modelos de digitalização são colocados em pauta, é comum ter um questionamento principal na cabeça das pessoas acerca do cuidado e da análise dos dados gerados e, em muitos casos, a indiferença com esse aspecto por conta das corporações essencialmente presenciais.

Esse é um dos mitos nesta área. Na verdade, todas as empresas podem tirar informações úteis para o negócio a partir da análise de dados. Neste cenário, é possível usar ferramentas e recursos que possibilitem a filtragem e análise de modo descomplicado, sem que uma equipe seja criada exclusivamente para esse setor, como a Alteryx, capaz de unificar análises, ciência de dados e automação de processos em uma plataforma.

A partir deste processo, os gestores serão capazes de conseguir obter os diagnósticos do negócio e elaborar novas estratégias de otimização e melhorias. 

Foto:Divulgação

Instagram