No Outubro Rosa lembre-se: Mamografia salva vidas

No mês dedicado à prevenção ao câncer de mama, Instituto de Oncologia do Vale relembra a importância da mamografia para a o diagnóstico precoce

O câncer de mama ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no Brasil, mas este cenário poderia ser alterado com a adoção de medidas de prevenção e diagnóstico precoce.

Instituto de Oncologia do Vale

A mamografia é o exame mais recomendado para o diagnóstico precoce, pois permite visualizar tumores pequenos, antes mesmos de serem percebidos no autoexame. A Sociedade Brasileira de Mastologia preconiza que as mulheres façam este exame anualmente a partir dos 40 anos.

“Pensando na importância que a mamografia tem para o diagnóstico precoce e no fato de muitas mulheres terem adiado seus exames devido a pandemia adotamos a frase ‘Mamografia salva vidas’ como tema da nossa campanha de Outubro Rosa, mas existem ainda outras medidas bastante relevantes para a prevenção”, alerta o médico Oncologista Henrique Zanoni Fernandes, do IOV.

Segundo o médico realizar o autoexame e a adoção de hábitos saudáveis como praticar atividades físicas, controlar o peso, ter uma alimentação equilibrada, não fumar e evitar o consumo excessivo de bebidas alcóolicas também são fatores essenciais para a prevenção.

Outubro Rosa 

“É essencial que as mulheres reservem um tempo para se cuidar, façam exames preventivos e procurem um médico ao identificar quaisquer alterações nas mamas, pois o diagnóstico precoce pode diminuir as chances de morte da paciente de 30% a 70%”, alerta o médico.

A campanha “Mamografia salva vidas” estará disponível nas redes sociais do IOV a partir o dia 1 de outubro e contará com posts de orientação, lives e vídeos com experiências de mulheres que tiveram um diagnóstico precoce e venceram o câncer.

‘Mamografia salva vidas’

Instagram