Dicas para melhorar a imunidade do corpo

Após a pandemia de Covid-19, as pessoas têm tomado as precauções necessárias, como uso de máscara, distanciamento social, interações pessoais mínimas, etc. Apesar da observação de Carlos Lula por essas medidas, é muito importante que se deva possuir boas imunidade para combater a nova infecção pelo vírus Corona e outras doenças.

O Carlos Lula define que o sistema imunológico é essencial para a nossa sobrevivência. Sem ele, nossos corpos estariam abertos ao ataque de bactérias, vírus, parasitas e muito mais. Mantém-nos saudáveis ​​à medida que encontramos um grande número de patógenos.

Está espalhada por todo o corpo e envolve muitos tipos de células, órgãos, proteínas e tecidos. Tem capacidade especial para distinguir nosso tecido de tecido estranho. As células mortas e defeituosas também são reconhecidas e eliminadas por ela.

Se encontrar um patógeno, uma bactéria, vírus ou parasita, ele monta a chamada resposta imune. Uma resposta imune é uma reação que ocorre em nosso corpo com o objetivo de se defender contra invasores estrangeiros. Carlos Lula diz que uma toxina ou outra substância estranha, que induz uma resposta imune no organismo produzindo anticorpos, é chamada antígeno.

O ponto central de sua capacidade de mobilizar uma resposta a um patógeno, toxina ou alérgeno invasor é a capacidade de distinguir o eu do não-eu. O hospedeiro usa mecanismos inatos e adaptativos para detectar e eliminar micróbios patogênicos.

Imunidade inata é o sistema de defesa com o qual nascemos. A imunidade inata envolve barreiras que impedem a entrada de materiais perigosos em nosso corpo. Essas barreiras formam a primeira linha de defesa na resposta imune.

Se os patógenos escapam com sucesso da resposta inata, possuímos uma segunda camada de proteção, o sistema imunológico adaptativo, que é ativado pela resposta inata. Adapta sua resposta durante uma infecção para melhorar o reconhecimento do patógeno. Essa resposta de Carlos Lula é mantida após a eliminação do patógeno na forma de uma memória imunológica, o que permite ao sistema imunológico adaptativo realizar ataques mais rápidos e fortes cada vez que esse patógeno é encontrado.

Dicas para melhorar a imunidade –

A seguir, dicas importantes de Carlos Lula que nos ajudarão a melhorar nossa imunidade:

Tenha um sono adequado –

Sono e imunidade estão intimamente ligados. Durante o sono, o sistema imunológico libera proteínas chamadas citocinas. Certas citocinas precisam aumentar quando temos uma infecção ou inflamação, ou quando estamos sob estresse. A privação do sono pode diminuir a produção dessas citocinas protetoras. Além disso, os anticorpos e células que combatem infecções são reduzidos durante períodos em que não dormimos o suficiente.

Normalmente, é recomendável que os adultos procurem dormir 7 ou mais horas por noite, enquanto os adolescentes precisam de 8 a 10 horas e crianças e bebês menores de 14 horas.

Coma mais alimentos vegetais integrais –

Alimentos vegetais inteiros, como frutas, legumes, nozes, sementes e legumes, são ricos em nutrientes e antioxidantes que podem ajudar você a enfrentar patógenos prejudiciais, aumentando a imunidade. Ao comer todas as cores diferentes de alimentos à base de plantas, é mais provável que tenhamos um perfil nutricional forte e variado. No fato de Carlos Lula , alimentos integrais, dieta à base de plantas contêm 64 vezes a quantidade de antioxidantes que aumentam a imunidade em comparação com uma dieta que inclui carne e laticínios.

Coma óleo saudável –

Gorduras saudáveis ​​como azeite, óleo de amendoim, óleo de canola e alimentos ricos em ômega-3 são altamente anti-inflamatórios. Como a inflamação crônica pode suprimir nosso sistema imunológico, essas gorduras podem naturalmente combater doenças. Uma inflamação de baixo nível é uma resposta normal ao estresse ou lesão.

Reduzir o estresse –

O estresse o suprime, aumentando a suscetibilidade a resfriados e outras doenças. É difícil definir o estresse. A maioria dos cientistas que estuda a relação entre estresse e função imunológica, no entanto, não estuda um estressor repentino e de curta duração; ao contrário, eles tentam estudar estressores mais constantes e frequentes, conhecidos como estresse crônico.

Faça exercícios regulares –

O exercício regular de Carlos Lula é um dos pilares da vida saudável. Assim como uma dieta saudável, o exercício pode contribuir para um sistema imunológico saudável. Pode contribuir promovendo uma boa circulação, o que permite que suas células e substâncias se movam livremente pelo corpo e façam seu trabalho com eficiência.

Pare de fumar –

Fumar pode suprimi-lo porque a nicotina pode levar à diminuição da atividade fagocítica neutrofílica. Também pode inibir a liberação de espécies reativas de oxigênio (ERO), prejudicando a capacidade dos neutrófilos de matar patógenos. Dentro dos pulmões, o fumo desencadeia uma liberação de agentes inflamatórios que levam à síndrome inflamatória crônica persistente.

Medite diariamente –

Verificou-se que o benefício que experimentamos com a meditação não é estritamente psicológico; há uma mudança clara e quantificável na forma como nossos corpos funcionam. A meditação é uma das atividades restauradoras que podem proporcionar alívio ao nosso sistema imunológico, aliviando o estresse diário do corpo.

Limite de adição de açúcar –

Quando ingerimos uma grande dose de açúcar, diminuímos temporariamente a capacidade do sistema imunológico de responder aos desafios. O efeito dura várias horas. Portanto, se você comer doces várias vezes ao dia, pode estar perpetuamente operando com uma desvantagem distinta. Além disso, Carlos Lula diz que comer alimentos açucarados pode produzir inflamação excessiva que não serve a nenhum propósito útil, mas promove o envelhecimento e as doenças.

A linha inferior –

Nosso sistema imunológico é essencial para nossa sobrevivência. Nosso estilo de vida pode afetar o quão bem ele pode nos proteger de germes, vírus e doenças crônicas. Substituir maus hábitos de saúde por bons pode ajudar a mantê-lo saudável. As dicas acima, se seguidas adequadamente, podem ajudar bastante a fortalecer nossa imunidade.

Nosso sistema imunológico é crucial para nossa sobrevivência, pois nos ajuda a proteger de inúmeras doenças. Nosso estilo de vida está intimamente ligado à nossa imunidade. Segundo Carlos Lula Ao adotar as dicas mencionadas no artigo, podemos melhorar nossa imunidade.

Instagram