Dia 10/09, Vale do Paraíba terá exibição de Paiol, show inédito de Douglas Germano

Realizado pela BOCA de LOBO produções e ProAC o show interativo será exibido pela Fundação Cultural de Jacarehy e pela Secretaria de Turismo e Cultura de São Luiz do Paraitinga

Sexta-feira, 10 de setembro de 2021, às 21h, além dos canais do artista e da Boca de Lobo produções, a Fundação Cultural de Jacarehy e a Secretaria de Turismo e Cultura de São Luiz do Paraitinga exibem PAIOL, segunda de três lives com registros audiovisuais do novo show de Douglas Germano.

O músico paulistano, acompanhado de banda e coro, apresenta uma síntese do repertório de seus álbuns individuais – Orí, Golpe de Vista e Escumalha, lançados entre 2011 e 2019.

O trabalho marca de maneira mais vigorosa a retomada das atividades públicas do compositor, após hiato do palco de quase 16 meses. Os programas, capitaneados pelo compositor de “Maria de Vila Matilde”, terão cerca de 90 minutos e participação dos músicos que o acompanham há anos.

Além de exibir PAIOL, as transmissões ao vivo trarão conversas informais sobre gêneros musicais, conceitos e peculiaridades envolvidas na produção das três obras – cada qual abordada exclusivamente em um programa –, também abrindo espaço para o público, que poderá interagir por meio de comentários nos chats das plataformas digitais e mídias sociais.

Das 16 composições do repertório de Paiol, cada live apresentará registros de 12 delas, portanto, mais que conteúdo diferenciado e diversificado, haverá surpresas musicais a cada programa. O projeto, contemplado pelo ProAC (edital 11/2019) e previsto para 2020, teve de ser adiado e modificado em virtude da pandemia do coronavírus – a proposta inicial tinha como objetivo a circulação do show inédito por cidades do interior de São Paulo e teatros da Capital paulista. Conhecido principalmente por suas músicas, registradas por muita gente desde 1991, Douglas Germano assumiu há 10 anos o protagonismo vocal de sua obra. Elza Soares, Carlinhos Vergueiro, Fabiana Cozza, Criolo, Metá Metá, Wanderléa, Fundo de Quintal e Marcelo Pretto, entre outras e outros, gravaram suas composições.

QUER SABER COMO FOI A LIVE 1? https://www.facebook.com/bocadeloboproducoes/posts/837102853841787

BREVE HISTÓRICO RECENTE

Realizado em 10 de julho de 2021 no teatro Zanoni Ferrite, do Centro Cultural Municipal da Vila Formosa, zona leste de São Paulo, sem a presença de público, o show inédito Paiol, com Douglas Germano, banda e coro, apresenta parte significativa do repertório fonográfico do compositor paulistano até aqui. Ou seja, reúne 16 músicas de seus três álbuns individuais – Orí (2011), Golpe de Vista (2016) e Escumalha (2019) –, de um total de 33 composições registradas nessas obras.

Mais que um mostruário de seu trabalho solo em disco, evidenciando as inquietações temáticas, poéticas e os recortes de gêneros musicais presentes, nos quais predominam o samba, o choro e os ritmos derivados das influências africanas na cultura brasileira, PAIOL também celebra os 30 anos da primeira gravação de suas composições: “Vida Alheia”, em 1991, pelo grupo Fundo de Quintal. Gestado no início do segundo semestre de 2019, o projeto previa para meados de 2020 a circulação de show inédito, incluindo apresentações em três cidades do interior paulista (São Luiz do Paraitinga, Botucatu e Jacareí), uma na grande São Paulo (Ribeirão Pires – onde reside o músico) e duas na Capital, em teatros municipais.

Porém, com as medidas de contenção do coronavírus, assim como uma infinidade de projetos pessoais, coletivos e institucionais tiveram de ser adiados, quando não abortados, estabeleceu-se como necessária a adaptação da proposta para o ambiente digital. Inclusive, imediatamente antes do isolamento físico em todo o país, transcorria a turnê de divulgação do terceiro álbum de Germano, Escumalha (indicado entre os 50 melhores lançamentos de 2019 pela APCA), cuja derradeira apresentação se deu no Sesc Araraquara, em um emblemático 13 de março de 2020: uma sexta-feira cheia de significados. De lá para cá, com o agravamento da pandemia, assim como a maioria consciente dos trabalhadores da cultura e de outras áreas que tiveram suas atividades paralisadas, o músico voluntariamente se recolheu e dedicou-se à composição, retornando apenas recentemente em alguns poucos projetos: para o Samba Imenso, do Sesc Pompeia, protagonizou uma apresentação intimista com 5 músicas de Paulinho da Viola o homenageando, entremeadas por depoimentos sobre a obra do compositor carioca, gravada em vídeo (o trabalho está disponível no canal do YouTube da unidade); participou como intérprete e colaborou com suas composições em Partido Alto (2021), álbum produzido pelo grupo Batuqueiros e sua Gente prestes a ser lançado; e protagonizou show individual exclusivo na Casa de Francisca para o Festival Amparo, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo – em apoio a espaços culturais da cidade afetados pela pandemia.

Registrado pelo cineasta Luan Cardoso, a apresentação está disponível no canal do músico no YouTube. Por fim,salienta-se que a opção de realizar o registro de PAIOL na zona leste de São Paulo se justifica na relação afetiva de Douglas Germano com essa região da cidade: foi na Nenê de Vila Matilde que ele iniciou seu aprendizado na música, participando a partir dos 12 anos da bateria da escola de samba, no naipe de repiniques, e nela desfilando até o começo da década de 1990. PRODUÇÃO E CIRCULAÇÃO DO SHOW INÉDITO “PAIOL”, DE DOUGLAS GERMANO Contatos: fabio@bocadelobo.art.br | 11 97148-1063 | www.bocadelobo.art.br LIVES Com conteúdo diferenciado, cada uma das três lives da série PAIOL pautará um dos álbuns solo de Douglas Germano, com direito a repertório dirigido a esse fim: na montagem do roteiro musical com 12 composições por programa, cada disco em destaque terá mais músicas contempladas individualmente. Parte das lives (com duração de cerca de 75 minutos cada uma) será dedicada a responder questões dos internautas. O processo todo buscará estimular a percepção da música autoral e seus meandros criativos. Lembrete: as três lives permanecerão disponíveis nos canais do artista e produtora após a estreia, porém, nos canais parceiros, os registros do programa ficarão acessíveis apenas por uma semana.


Evento gratuito

Show PAIOL, com DOUGLAS GERMANO: 
Paiol, show inédito de Douglas Germano (com destaque para o álbum Golpe de Vista, de 2016)
Data: 10 de Setembro, às 21h
Horário: 21:00

Local:
 Transmissão ao vivo nos canais:
Fundação Cultural de Jacarehy – “JMA”: https://www.facebook.com/fcj.jma
Secretaria de Turismo e Cultura de São Luiz do Paraitinga  SP: https://www.facebook.com/turismoeculturaslp
Youtube Douglas Germano: https://www.youtube.com/watch?v=n68CSZ-sP0I
Facebook Boca de Lobo produçõeshttps://www.facebook.com/events/216341140333306/

FICHA TÉCNICA
Músicos:
Douglas Germano – voz e violão
João Poleto – sax e flauta
Henrique Araújo – bandolim e cavaquinho
Renato Enoki – baixo acústico e violão
Rafael Toledo – bateria
Xeina Barros – percussão e voz

Coro
:
Alfredo Castro – voz e percussão
Flora Poppovic – voz
Negravat – voz
Tânia Viana – voz

EQUIPE
Direção musical: Douglas Germano
Produção executiva / coordenação de projeto: Fabio Giorgio (Boca de Lobo produções)
Técnicos de som: Guilherme Ramos / Pedro Romão
Técnico de luz: Almir Rosa
Técnico de projeção: Robson Timoteo
Assistente de palco: Maurício Pascuet
Assessoria de imprensa: Carlos Lopes
Programação visual: Douglas Germano
Registros fotográficos: Stela Handa
Assessoria de mídia e produção de lives: Lucio Pereira
Mini doc / Making of: Didi Monteiro
Captação e edição de vídeo: Lucas Shows
Captação e edição de áudio: Guilherme Ramos

ROTEIRO MUSICAL*
1. Padê Onã
2. Obá Iná
3. Damião (Douglas Germano / Everaldo Efe Silva)
4. Espólio
(Composições do álbum Orí, de 2011)
5. Guia cruzada 6. Zeirô zeirô
7. Maria de Vila Matilde
8. Cansaço
(Composições do álbum Golpe de Vista, de 2016)
9. Agbá
10. Valhacouto (Douglas Germano / Aldir Blanc)
11. Babaca
12. Vil malandrão (Kiko Dinucci / Douglas Germano)
13. Marcha de Maria
14. Ratapaiapatabarreno
15. Insignificâncias (João Poleto / Douglas Germano)
16. Tempo Velho
(Composições do álbum Escumalha, de 2019)
* Todas as composições são de Douglas Germano, exceto as indicadas.

Douglas Germano

Foto:Divulgação
Instagram