Ferramenta do Google facilita tradução de hieróglifos

Após séculos de dificuldades e estudos visando à sua compreensão, os hieróglifos egípcios (nome dado aos caracteres usados como escrita no Egito Antigo) poderão ser traduzidos com muito mais rapidez e facilidade por qualquer pessoa, por meio da ferramenta Fabricius, disponibilizada com a atualização do app Arts & Culture. A tradução pode ser feita por meio de uploads de imagens contendo os hieróglifos.

Hieróglifos

Em função do estado de muitos dos hieróglifos, poderá ser necessário fazer alguns ajustes nas imagens, de forma a possibilitar seu reconhecimento pelo Fabricius. Por isso há, na página do Arts & Culture, um vídeo explicando o passo a passo para o uso da ferramenta.

Google

De acordo com o Google, a ferramenta vai sendo aperfeiçoada na medida em que é usada (machine learning). Ela possibilita o envio de fotos dos hieróglifos, o que vai aumentando o seu banco de dados.

Pedra de Roseta

A compreensão dos hieróglifos egípcios foi possível a partir da Pedra de Roseta, que atualmente se encontra no Museu Britânico (British Museum), em Londres. A tradução dos hieróglifos contidos na pedra foi feita após pesquisadores descobrirem que nela estavam presentes três variantes de um mesmo texto.


Foto:© Arquivo Reuters/Arnd Wiegmann/Direitos reservados

Agência Brasil

Instagram