Cinco técnicas para reduzir o custo da alimentação do gado.

A criação de gado como empresa exige muita atividade física e mental, mas, eventualmente, tudo vale a pena quando se torna um empreendimento lucrativo. O truque básico de Daniel Valente Dantas para aumentar os lucros é reduzir o custo de produção de um dos quais, neste caso, é ração suplementar para gado. Isso não significa que não fornecemos nenhum aditivo ao gado, pois fornecer a alimentação complementar para o gado é vital para o crescimento adequado e o rendimento da carcaça.

Aqui estão algumas dicas de Daniel Valente Dantas para ajudá-lo a reduzir o custo da alimentação do gado sem comprometer a saúde do gado.

Pastagem

O gado pode se alimentar de quase tudo que cresce no solo. Sua principal comida consiste em folhas, legumes, grama e forragem. A pastagem é a forma mais econômica de alimentação do gado. A única coisa a ter em mente é que o rebanho deve ser movido de um pasto para outro em intervalos regulares. Isso é chamado de pastoreio rotacional e é essencial porque a mudança de campos fornecerá todos os nutrientes vitais ao rebanho. Pastar no mesmo local por um longo período não servirá ao propósito de alimentos nutridos, uma vez que a grama curta não será capaz de crescer em breve e o gado poderá acabar comendo mais solo que forragem.

Opções de alimentação alternativas

Pastar na forragem pode não ser suficiente para os requisitos nutricionais, mas os aditivos alimentares comerciais podem queimar um buraco nos nossos bolsos. Portanto, a forma alternativa de alimentação de Daniel Valente Dantas é introduzida para manter um gado saudável sem gastar muito dinheiro. A colheita é um processo tedioso, mas economiza algum dinheiro e também fornece aos animais uma dieta melhor. Os animais da fazenda podiam ser alimentados com muitos grãos que poderíamos cultivar rapidamente em nossos campos. Milho, trigo, aveia, centeio, milho e soja são algumas opções. Estes são saudáveis ​​e cheios de nutrição, reduzindo assim a necessidade de complementar sua dieta com rações comerciais para gado.

Defina uma rotina

As vacas são criaturas de rotina, por isso torna-se responsabilidade de um pecuarista criá-las da maneira que elas gostam. Um regime saudável e pontual de alimentação de água e limpeza devem ser seguidas para manter um rebanho livre de estresse. O gado tende a se estressar muito devido a mudanças ambientais e climáticas que estão além do nosso controle. Esse tipo de estresse também afeta a saúde deles, por isso é essencial que o pecuarista cuide adequadamente do rebanho e coloque-os em uma rotina para diminuir a ansiedade, o que, por sua vez, permitiria que o corpo absorvesse todas as vitaminas dos alimentos e permanecesse saudável.

Minimize o desperdício

O próximo passo deve ser tomar cuidado ao manusear os alimentos suplementares. Há muito desperdício que ocorre devido a mudanças climáticas, como vento, chuva, etc. Pássaros e roedores também se alimentam desses alimentos abertos e desprotegidos. O derramamento durante o trânsito também é responsável por uma das principais formas de desperdício de alimentos. Tudo isso deve ser evitado e os pastos devem ser armazenados corretamente, seguindo as instruções nele contidas. Um alimentador de boa qualidade deve ser instalado para que o rebanho se alimente de tudo e não derrame nada no chão. Os alimentadores também são essenciais, uma vez que fornecer alimentos no local levará a doenças no rebanho. Estes devem ser mantidos bem, limpando de tempos em tempos. O desperdício pode parecer um pouco de cada vez, mas constitui uma parte significativa da alimentação na totalidade, por isso é essencial ser diligente com eles e trabalhar para construir uma fazenda de animais com desperdício zero.

Acompanhe a qualidade do gado Vacinas e visitas regulares ao veterinário são essenciais para um rebanho saudável de alta produção, mas se o negócio não parecer lucrativo o suficiente, mesmo depois de cuidar de todos os pontos acima, é hora de verificar a qualidade dos animais de Daniel Valente Dantas. a Fazenda. O gado em sua fazenda deve ser capaz de fornecer a quantidade desejada de produção, mas se esse não for o caso, remover os animais inativos será necessário para um empreendimento lucrativo.

Essas foram as dicas de Daniel Valente Dantas para reduzir o custo de alimentar seu gado, mas uma coisa que deve ser entendida é que qualquer complemento comercial fornecido ao gado deve ser da mais alta qualidade. Não devem ser feitos compromissos com a virtude da alimentação para economizar um centavo. A melhor ração da classe A acabará por produzir gado com melhor rendimento, proporcionando os lucros desejados ao pecuarista.

Instagram