Como surgiu o cupom de desconto?

Saiba mais sobre esse tipo de cupom, que foi usado até mesmo pela realeza inglesa.

Você já viu alguém recusar uma boa oportunidade de pagar menos na hora de fazer uma compra? Não, né? E, nos tempos em que buscamos economizar em qualquer compra que fazemos, nada melhor do que oportunidades de descontos para nos ajudar, ainda mais quando elas vêm em formato de cupons.

Tratando-se de comércio virtual, os cupons são muito populares entre os consumidores por promoverem a economia na hora de fazer compras. Mas, apesar de serem os queridinhos dos compradores, poucas pessoas sabem qual a origem deles e como os cupons de desconto evoluíram com o passar do tempo.

Mas, finalmente, chegou a hora de descobrir isso: saiba tudo sobre os cupons de desconto agora!

Origem

Apesar de criado nos Estados Unidos, o termo “cupom” tem uma origem europeia: vem do francês couper, que significa “cortar”. Além disso, apesar de a palavra ter aparecido nos dicionários de língua inglesa em 1822, demorou até 1887 para que seu uso fosse popularizado graças a uma estratégia comercial de Asa Candler, que distribuiu os cupons em revistas para que as pessoas pudessem ter acesso a Coca-Cola grátis. Para pegar o cupom, era necessário cortar o voucher das páginas da revista, o que correspondia ao significado do termo couper.

Mas foi em 1930 que o uso de cupons se popularizou. Na época da Grande Depressão, nos Estados Unidos, as pessoas os usavam para fazer compras de cereais e outros produtos. Esse uso se repetiu também na Europa durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, chegando até mesmo à Família Real Inglesa: o vestido de casamento da Rainha Elizabeth II só foi comprado depois que ela, à época, Princesa do Reino Unido, reuniu seus próprios cupons, que em 1947 eram distribuídos para que a população pudesse comprar roupas.

Apesar do sucesso em outros países, o Brasil só começou a usar cupons no final dos anos 90, com o crescimento do comércio digital e a diminuição da inflação e da oscilação de preços, que, durante os anos 80, dominavam o mercado. A partir daí, os cupons se tornaram uma sensação no comércio que se mantém até hoje, afinal, é muito comum encontrar lojas e serviços que oferecem cupons de desconto para primeira compra ou em datas especiais, como o Dia do Cliente e a Black Friday.

Outros tipos de desconto

Há muito, os cupons de desconto deixaram de ser impressos em revistas e folhetos para serem recortados ou destacados. Atualmente, a maioria dos cupons são on-line e são oferecidos na forma de códigos exclusivos em datas promocionais ou comemorativas ou abertos para todos que tenham interesse em fazer uma compra em sites, sem que exista a necessidade de fazer um cadastro.

Além do cupom de desconto on-line, existem outras alternativas para quem busca economizar. Uma das que vem ganhando popularidade e conquistando o comércio on-line e físico é o cashback, modalidade de descontos na qual é possível receber de volta uma parte do valor pago em compras. Muitas vezes, o cashback pode ser combinado a cupons de desconto, gerando uma economia ainda maior para o cliente.

A compra coletiva também é uma opção para quem busca economizar. Nela, é possível conseguir um preço reduzido através da compra de um item por atacado, ou seja, grandes quantidades que podem ter o valor dividido entre diversas pessoas. A modalidade antes era comum em mercados que vendiam por atacado, mas tem se tornado cada vez mais popular na internet, onde pessoas chegam a formar grupos com conhecidos e desconhecidos na busca por descontos e preços mais vantajosos.

Instagram