Embraer recebe a certificação da ANAC e da FAA de Sistema de Orientação por Visão Sintética para Praetor 500 e Praetor 600

 A Embraer anunciou que o Sistema de Orientação por Visão Sintética, do inglês Synthetic Vision Guidance System (SVGS), para os jatos executivos de porte médio Praetor 500 e supermédio Praetor 600, recebeu a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Federal Aviation Administration (FAA), respectivamente autoridades de aviação civil do Brasil e dos Estados Unidos, a. A Embraer é o primeiro fabricante aeronáutico a receber a aprovação da certificação SVGS.

Visão Sintética, do inglês Synthetic Vision Guidance System (SVGS)

O sistema SVGS orienta os pilotos quanto à posição, velocidade e trajetória de aproximação para pouso, facilitando a transição entre o voo por instrumentos e a utilização de referências visuais e permitindo a conclusão segura de mais missões sob baixa visibilidade. O sistema permite que os pilotos operem a aeronave até uma altura de decisão de 150 pés (SA-CAT I), ao contrário da altura de decisão normal de 200 pés, aumentando a eficiência operacional e permitindo o pouso durante condições climáticas adversas. O SVGS pode ser usado com ou sem o Head-Up Display (HUD) e agora está disponível para novas aeronaves e é compatível com todas as aeronaves Legacy 450, Legacy 500, Praetor 500 e Praetor 600, podendo ser instalado em qualquer Centro de Serviços Autorizado ou próprio da Embraer.

Embraer

“Na Embraer, temos o compromisso de sempre melhorar nossos produtos, que já são os melhores em suas categorias, para oferecer a melhor experiência em aviação executiva. Apenas dois meses após certificar a porta elétrica e implementar o filtro HEPA como padrão, temos o orgulho de certificar mais uma inovação para os jatos Praetor 500 e Praetor 600”, disse Michael Amalfitano, Presidente e CEO da Embraer Aviação Executiva. “Graças à nossa equipe de engenharia incomparável e à excelente parceria mundial com a Collins Aerospace, a Embraer tem o orgulho de oferecer o primeiro Sistema de Orientação por Visão Sintética da aviação executiva nos jatos Praetor 500 e Praetor 600, reforçando ainda mais sua posição como os jatos executivos de porte médio e supermédio, respectivamente, mais disruptivos e tecnologicamente avançados no mercado.

Praetor 500 & Praetor 600

O SVGS é um item opcional que se soma à consagrada cabine de comando Collins Aerospace Pro Line Fusion no Praetor 500 e Praetor 600. Quando instalado sozinho, o SVGS permite aumentar a consciência situacional em relação aos equipamentos básicos do avião. Quando combinado com o Embraer Enhanced Vision System (E2VS), a eficiência operacional da aeronave ainda superior, , maximizando o incomparável desempenho de pista da família Praetor.

Jatos Praetor 

O Praetor 500 e o Praetor 600, ambos tendo sido homologados pela ANAC, EASA e FAA menos de um ano depois de terem sido anunciados na NBAA-BACE 2018, são os jatos executivos tecnologicamente mais avançados de suas categorias. O Praetor 500 ultrapassou as metas de certificação, obtendo um alcance intercontinental de 3.340 milhas náuticas (6.186 km) com quatro passageiros e reservas NBAA IFR. O Praetor 500 é o jato médio mais veloz e de maior alcance, capaz de voos sem paradas entre o extremo sudeste e extremo noroeste da América do Norte, a exemplo de Miami a Seattle ou de Los Angeles a Nova York. O Praetor 600 é jato supermédio de maior alcance do mundo, capaz de voos sem paradas entre Paris e Nova York ou de São Paulo a Miami. Com quatro passageiros a bordo e reservas NBAA IFR, o Praetor 600 tem alcance intercontinental de 4.018 milhas náuticas (7.441 km).    

O Design de interior Embraer DNA eloquentemente explora cada dimensão da cabine de passageiros dos jatos Praetor, que têm altura de 1,83m, piso plano, granito e manutenção do lavabo a vácuo, na mesma aeronave. Os recursos exclusivos da Embraer, como a tecnologia de redução de turbulência e a mais baixa altitude de cabine com 5.800 pés (1.768 m), numa cabine muito silenciosa, têm elevado os padrões de experiência do cliente em ambas as categorias de jatos médios e supermédios. O maior compartimento de bagagem nas duas categorias é complementado por um generoso armário dentro de um lavabo traseiro privativo completo.   

A tecnologia avançada na cabine de passageiros é outra característica do design Embraer DNA, começando pelo Upper Tech Panel, um painel que exibe informação de voo e oferece controle da cabine, exclusivo na indústria, também disponível em celulares e dispositivos portáteis, por meio da tecnologia Honeywell Ovation Select. Conectividade de alta capacidade e de alta velocidade para todos a bordo estão disponíveis por meio de banda Ka da Viasat, com velocidades de até 16 Mbps e capacidade para streaming de vídeo, outro recurso exclusivo em jatos médios na indústria. 

 Embraer Aviação Executiva 

A Embraer é uma empresa global que tem revolucionado com ousadia e consistência o setor de aviação – e o faz desde a sua criação, há mais de 50 anos – oferecendo produtos e soluções inovadores que permitem a seus clientes apresentar um desempenho superior. A divisão de jatos executivos oferece a melhor experiência em aviação executiva por meio de aeronaves com desempenho, conforto e tecnologia disruptivos. Seu portfólio é formado pelo jato entry-level Phenom 100EV, o jato leve Phenom 300E, o jato médio Praetor 500 e o jato supermédio Praetor 600. A frota da Embraer Aviação Executiva ultrapassa 1.400 aeronaves, composta por modelos projetados especificamente para esse segmento e produtos derivados que operam em mais de 70 países e que contam com uma ampla rede de suporte ao cliente altamente reconhecida. Para mais informações, visite executive.embraer.com. 

Praetor 500
Praetor 500-Foto:Jessica Stetson
Instagram