Calcinhas absorventes: saiba tudo sobre essa tendência

Os absorventes descartáveis geram muito impacto no meio ambiente. Nesse cenário, as calcinhas absorventes surgem como uma solução mais sustentável.

Estima-se que uma mulher usa 240 absorventes descartáveis por ano. E, uma única pessoa, tem em média 450 ciclos durante toda a vida. Portanto, apesar das propagandas dos absorventes transmitirem uma solução prática e moderna, ele também é uma grande fonte de resíduo, porque não é reciclável ou biodegradável.

Ano após ano, quilos de absorventes são descartados em aterros sanitários e lixões, trazendo grandes consequências para o meio ambiente. Entretanto, hoje em dia já existem opções modernas e tecnológicas que substituem esse item de forma eficaz: calcinhas higiênicas, absorventes e coletores menstruais.

As novas soluções estão mudando a relação das mulheres com seus ciclos e também são mais amigas do ambiente. A seguir, veja como a calcinha absorvente funciona e quais as vantagens do modelo.

Como a calcinha funciona?

Atualmente, diversas marcas produzem calcinhas absorventes e os modelos são femininos e confortáveis. A única diferença em relação aos modelos tradicionais é a tecnologia aplicada nas peças.

A calcinha absorvente é composta de três camadas. A primeira possui alto nível de absorção: o objetivo é que o fluxo passe por ela, sem deixar uma sensação de umidade. A segunda é responsável por absorver o sangue. Por fim, a terceira camada fica em contato com a roupa, por isso, é impermeável, evitando vazamentos.

Existem modelos para fluxo leve, moderado e intenso. A diferença entre eles está na capacidade de absorção da segunda camada, que será reforçada para receber uma quantidade de fluxo maior.

Como usar no dia a dia?

Uma das grandes vantagens da calcinha absorvente é que não existem segredos em relação ao seu uso: basta colocar e seguir o seu dia tranquilamente. Nesse ponto, ela é considerada ainda mais prática que os copinhos, por exemplo.

Entretanto, seu tempo de uso pode variar. Em geral, elas costumam ser eficientes por um período de até oito horas, antes de uma sensação de umidade aparecer, mas isso depende do fluxo de cada mulher e do modelo que está sendo usado.

Nesse sentido, quem passa muitas horas fora de casa precisa levar uma calcinha extra e fazer a troca ao longo do dia. Para armazenar a peça de maneira correta, basta usar uma bolsinha impermeável e antiodor — é possível adquiri-las com as calcinhas. Por fim, é necessário lavar as peças ao chegar em casa e colocá-las para secar.

Quantas calcinhas são necessárias para um ciclo?

Para usar as calcinhas absorventes durante todo o ciclo, é necessário ter, em média, cinco peças. Desse modo, é possível lavá-las e reutilizá-las ao longo dos dias. Entretanto, essa quantidade pode mudar em casos de fluxo muito intenso ou leve.

Caso não seja possível ter a quantidade necessária para usá-las durante todo o ciclo, uma boa ideia é alternar as soluções e optar pelo copinho em alguns dias. Assim, há uma diminuição na geração de resíduos e o impacto da natureza é reduzido. 

4 vantagens do modelo

As calcinhas absorventes são práticas, hipoalergênicas e reutilizáveis. Confira mais algumas vantagens de optar pelo produto:

Amiga do meio ambiente

Ao usá-las no lugar dos absorventes descartáveis, a geração de resíduos diminui consideravelmente. Além disso, as peças costumam usar materiais biodegradáveis, facilitando a decomposição.

Alta durabilidade

A tecnologia absorvente das calcinhas costuma durar 50 lavagens, ou seja, uma média de dois anos. Após esse período, a capacidade de absorção diminui muito, mas elas ainda podem ser usadas como calcinhas tradicionais, o que prolonga a vida da peça e contribui para a redução do consumo.

Sem odor

Uma das grandes preocupações durante o período menstrual é o odor forte. Entretanto, essa situação está mais propícia a acontecer quando absorventes descartáveis estão sendo utilizados. No caso dessas peças, o tecido possui propriedades antibactericidas, evitando o mau cheiro.

Autoconhecimento

Ao utilizar as calcinhas absorventes, a mulher passa a ter uma relação mais próxima com o próprio ciclo.

Quem optar por absorventes tradicionais costuma ter a sensação de liberar uma quantidade excessiva do fluxo menstrual, por exemplo. Entretanto, quem usa coletores e calcinhas absorventes percebe que essa ideia está equivocada.

Instagram