Startup que promove cirurgias oftalmológicas voltadas à menor renda acelera projeto em São José dos Campos

Central da Visão amplia o atendimento para viabilizar a realização de Cirurgias de Catarata,  represadas por 2 anos com a Pandemia 

São José dos Campos pode comemorar. A cidade é uma das capitais escolhidas para que a Central da Visão expandisse seu serviço de inclusão social. HealthTech especializada em jornada digital de saúde, a Central da Visão é uma startup de impacto social positivo que favorece o acesso de pessoas sem plano médico a cirurgias oftalmológicas seguras, realizadas em clínicas particulares e com condições mais acessíveis.

A Central da Visão criou um modelo de negócios em que cirurgiões oftalmologistas experientes cedem horários vagos de suas agendas para consultas e cirurgias. Com maior ocupação de centros cirúrgicos, a startup ajuda a diluir custos fixos das clínicas e assim desenvolveu pacotes completos de cirurgia com condições mais acessíveis e formas facilitadas de pagamento.

Com metodologia inovadora, a Central da Visão acompanha a jornada de saúde de cada paciente através de um sistema proprietário de gestão (CRM), que possibilita a personalização do atendimento. Todo paciente que precisa de uma cirurgia de visão é atendido, não por robôs, mas por uma equipe especializada no acolhimento e em orientar em linguagem simples, ainda que em ambiente 100% digital – um dos diferenciais que já lhe fazem ser referência entre as HealthTechs. “Para nós é fundamental garantir que os pacientes cumpram todas as etapas, consulta, exames, cirurgia e pós-operatório, para que realmente voltem a enxergar. A alta taxa de conversão cirúrgica de catarata – 70% de conversão, a cada 100, 70 operam – comprova o sucesso de nosso negócio”, afirma Guilherme de Almeida Prado, sócio fundador da startup.

A HealthTech tem hoje 28 clínicas afiliadas em nove estados brasileiros, totalizando mais de 100 cirurgiões oftalmologistas que atendem pacientes pelo projeto. Em São José dos Campos, a clínica afiliada é o Instituto VER, localizado no Jardim Aquarius, e o cirurgião que lidera o projeto pela clínica é seu fundador, o Dr. Caio Felipe Moraes do Nascimento (CRM 168.627-SP), Cirurgião Especialista em Catarata (Fellowship) pela Faculdade de Medicina da Santa Casa de SP. Dr Caio é um médico com muita prática cirúrgica, já realizou mais de 8.000 cirurgias de catarata. É um dos cirurgiões mais elogiados pelos pacientes da Central da Visão, por ser atencioso, acolhedor e calmo para explicar todo o passo a passo ao paciente que vai, pela primeira vez, a uma consulta no particular. “A Central da Visão é uma startup inovadora, que trabalha de maneira séria e possibilita uma Ponte entre um tratamento de qualidade e um preço acessível. Nós, do Instituto VER, estamos disponíveis para tratar o paciente com todo o carinho e competência para resolver o seu problema da melhor maneira possível”, explica o Dr. Caio Nascimento.

No nicho de atuação da startup, a catarata é a cirurgia mais procurada. Processo natural de envelhecimento do cristalino, que é a lente natural de nossos olhos, a catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo. A cegueira causada pela catarata é chamada de reversível, porque pode ser curada cirurgicamente. Por este motivo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% dos casos de cegueira poderiam ser evitados com maior ação de prevenção e tratamento e ter acesso ao atendimento oftalmológico faz toda diferença. Favorecendo com que pessoas sem plano de saúde tenham acesso a cirurgias de visão, a startup reduz a desigualdade e melhora a qualidade de vida da família e de seus pacientes porque, cegos ou com baixa visão, são afastados do mercado de trabalho e do convívio social, representando perda de força de trabalho e um custo pesado para a família e a sociedade. Estudos científicos mostram que a cirurgia de catarata reduz o risco de demência, depressão, tombos, quedas e, ao restaurar a visão, devolve a qualidade de vida ao paciente e sua família. 

Para atender ao gap da lista de espera do SUS por cirurgias de visão – no país todo, mais de 500 mil pacientes com catarata esperam na fila – a Central da Visão vem expandindo sua atuação pelo Brasil, para possibilitar a mais pessoas, sem plano de saúde e com condições financeiras restritas, o acesso a cirurgias de visão. Pós Pandemia, a situação se agravou ainda mais com a redução no número de atendimentos de diagnósticos e cirurgias de catarata pelo SUS – de 670 mil cirurgias, em 2019, caiu para 390 mil, em 2020. (Fonte Data SUS).

Central da Visão

A Central da Visão já realizou mais de 5.000 cirurgias de visão e vem crescendo e multiplicando sua capacidade de atendimento. Nos últimos seis meses, teve um aumento de 50% nos pedidos de orçamentos mensais, que chegaram a 8.000 em maio de 2022. Para atender à crescente demanda, a startup vem expandindo sua capilaridade, prevendo iniciar atividade em parceria com oito novas clínicas nas regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste. “Queremos que os pacientes com catarata, que aguardam há anos por uma cirurgia, saibam que agora existe uma solução de qualidade e mais acessível no particular. E mais que isso, saibam que um paciente sem plano de saúde pode ser tratado com dignidade, educação e muito carinho na Central da Visão”, declara Marta Luconi, CEO da Central da Visão, que define o negócio como um projeto de inclusão social, porque oferece um serviço de atendimento humanizado, que acompanha a jornada do paciente, do primeiro atendimento ao pós-cirúrgico, democratizando a recuperação da visão.

HealthTech

Desta forma, a HealthTech atende a quatro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU – “Erradicação da Pobreza”, “Boa Saúde e Bem-Estar”, “Indústria, Inovação e Infraestrutura” e “Redução das Desigualdades”. Propósito reconhecido com a recente certificação da empresa pelo Sistema B, movimento global que mede o impacto socioambiental gerado por empresas, e pela seleção, entre 25 startups de mais de 600 inscritas, para o 1º Programa de Aceleração de Empresas de Impacto Socioambiental do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

“Percebemos uma grande procura da população de SJC e das cidades do Vale do Paraíba pelas cirurgias de visão com segurança e qualidade, mas com condições mais acessíveis e maior parcelamento. Estamos conversando com uma grande empresa da cidade, especialista em concessão de crédito, a DM, para fazer uma parceria para favorecer o acesso a cirurgias com parcelamentos mais longos. Em breve, teremos ainda mais novidades”.

Para agendar consultas em São José dos Campos, Vale do Paraíba e Litoral Norte, basta entrar no site   www.centraldavisao.com.br  ou ligar no 0800 608 2130.

Dr. Caio Nascimento-Foto:Divulgação
Instagram