Como administrar as finanças de uma empresa em 2022?

O sucesso de uma empresa se dá através de um conjunto de ações que, por sua vez, dependem de uma boa administração. Nesse sentido, todo empresário ou empreendedor precisa ter noções de como administrar as finanças de uma empresa.

Este tipo de conhecimento ajuda a fazer boas escolhas desde o início do negócio, como escolher o cnae simples.

Assim, administrar as finanças de uma empresa envolve a tomada de decisões que devem ser baseadas no planejamento estratégico, na definição de um orçamento financeiro, acompanhamento de fluxo de caixa, entre outras táticas.

A importância da administração financeira para as empresas

Assim como acontece na vida pessoal, empresas têm metas e objetivos a atingir, o que exige planejamento e controle financeiro.

O controle financeiro envolve a análise do fluxo de caixa, entradas e saídas de dinheiro, saldos, investimentos e patrimônio.

Desta forma, através do controle financeiro é possível fazer investimentos nos setores que mais precisam, como a compra de equipamentos, aquisição de funcionários, e ainda manter dinheiro em caixa.

Como administrar as finanças de uma empresa

O primeiro passo para uma administração financeira eficaz é analisar a situação da empresa. Uma ferramenta que pode ajudar nesta etapa é a análise SWAT ou FOFA, em português, que que permite avaliar os aspectos internos e externos da empresa.

  • Aspectos internos:
    • strengths ou forças;
    • weaknesses ou fraquezas;
  • Aspectos externos:
    • opportunities ou oportunidades;
    • threats ou ameaças.

O resultado da análise SWOT indicará o que precisa ser melhorado ou ajustado na empresa e ajudará a realizar o planejamento estratégico.

Planejamento estratégico

O planejamento é essencial para uma gestão eficaz. É o planejamento que vai mostrar onde a empresa está e para onde irá. Ou seja, dará um diagnóstico da empresa, o que facilita a tomada de decisões.

Assim, é com base no planejamento que é definido como e onde serão gastos os recursos financeiros.

O planejamento estratégico deve incluir:

  • definição dos objetivos da empresa a curto, médio e longo prazo;
  • traçar estratégias e ações para alcançar os objetivos;
  • mensurar o desempenho;
  • estabelecer um cronograma;
  • participação de todo o grupo;
  • colocar o planejamento em prática;
  • avaliar e revisar planejamento periodicamente.

Organizar as contas da empresa

Ficar atento a datas de vencimento de contas, pagamento de funcionários  e de impostos. O uso de softwares e aplicativos ajudam a  economizar tempo e dinheiro.

Separar dívidas das pessoas física e jurídicas

É muito comum empresários misturarem as contas da pessoa física e jurídica. Este comportamento obscurece a noção exata dos lucros e do valor patrimonial. Por isso, se esta é a situação da sua empresa neste momento, separe todos os gastos, a forma de pagamento e controle de dívidas.

Monitore o fluxo de caixa

Controle de perto o fluxo de caixa, todas as entradas e saídas. Se possível,  invista em automação. Os sistemas oferecem vários formatos de relatórios, como gráficos que facilitam visualizar e compreender os indicadores financeiros para o entender da situação atual do negócio.

Crie um fundo de reservas para emergências

O planejamento estratégico, bem como o orçamento financeiro devem incluir a criação de um fundo de reserva para emergências para imprevistos, como manutenção de equipamento ou contratação de serviços que não planejados.

Desta maneira, os gastos com esses imprevistos não vão impactar significativamente o orçamento financeiro e o planejamento.

Determine um orçamento para cada setor

A partir dos objetivos levantados no planejamento estratégico, deve-se definir um orçamento para cada setor baseado na projeção de custos e previsão de faturamento e ao longo do tempo.No entanto, é importante acompanhar e ajustar os orçamentos de acordo com o momento.

Assim fica mais fácil tomar decisões e saber o que melhorar na gestão financeira da empresa, bem como onde reduzir os custos e investir mais.

Contratar profissionais qualificados

A contratação de profissionais qualificados de acordo com a atividade a desempenhar colabora para o bom andamento dos processos. E, em se tratado de finanças, profissionais que tenham conhecimento em impostos, por exemplo.

Portanto, eles podem contribuir na definição do cnae simples mais adequado, de forma a reduzir legalmente a carga tributária do seu negócio, gerando redução da despesa. Este valor, por sua vez, pode ser investido em compra de matéria prima ou equipamento, por exemplo.

Conclusão

Administrar as finanças de uma empresa faz parte de um conjunto de estratégias e ações ligadas à gestão, que envolvem entender a situação da empresa, seus objetivos e determinar um orçamento para cada setor.

Porém, é ainda mais importante analisar e avaliar a situação frequentemente e procurar formas de reduzir custos para melhorar a produção e lucratividade.

Desta maneira, é com base nos resultados das avaliações que as decisões são tomadas, como definir o cnae simples ou adquirir um novo maquinário.

Independente do ano, saber como administrar as finanças de uma empresa não se resume a apenas controlar as finanças. É necessário compreender onde e como o dinheiro será utilizado e isso exige conhecimento de todos os setores da empresa e do seu planejamento estratégico, pois são eles que vão apontar a direção para o crescimento da empresa.

Imagem de Steve Buissinne por Pixabay 

Instagram