Tem compulsão por compra? Saiba como controlar esse hábito

Confira dicas importantes para te ajudar a controlar a compulsão por compras

Se você não pode passar por uma loja que já quer comprar roupa na promoção, sapatos em ofertas, e, pior, tudo sem necessidade, tenha atenção. Estes são alguns dos sinais de uma doença chamada “compulsão por compras” e é sério.

Normalmente, o vício em compras começa de uma maneira mais discreta, e aos poucos vai se agravando, com a pessoa comprando cada vez mais. Quando ela percebe, já adquiriu o hábito de comprar coisas de que não precisa, como sapatos e roupas de um mesmo modelo.

É com esse problema que muitos acabam se endividando, principalmente com cartões de créditos e cheques, gerando uma grande dor de cabeça. Devemos identificar e controlar essa doença, pois além de resultar em graves problemas financeiros, a nossa vida pode ser diretamente afetada com isso.

Dicas para controlar o hábito da compulsão

Identificou-se com o assunto? Pois saiba que é possível não apenas prevenir, mas tratar a doença. E é claro que é muito importante fazer isso com a ajuda de um médico ou psicólogo que vai conseguir mensurar melhor as causas desta compulsão.

De forma geral, no entanto, é possível tentar contornar a vontade de comprar com alguns procedimentos básicos. Listamos alguns deles a seguir.

Avalie se realmente precisa realizar a compra

Uma das primeiras atitudes que devemos tomar antes de realizar a aquisição de um produto é avaliar se realmente precisamos dele. Pense se você quer ou se precisa daquilo que está pretendendo comprar ou se está apenas comprando por impulso. Também analise o preço para saber se é uma boa hora para a compra ou não.

Muitas vezes somos iludidos por ofertas e promoções e, embora a gente realmente ache que está fazendo um bom negócio, estamos, na verdade, apenas jogando dinheiro fora.

Saia apenas com o dinheiro necessário

Quando pagamos no cartão de crédito, muitas vezes não percebemos o quanto estamos de fato gastando. A sensação quando usamos o dinheiro de plástico é diferente e como não vemos o dinheiro acabar, temos a sensação de que não estamos gastando tanto.

É por isso que o cartão de crédito pode ser uma bomba-relógio para quem sofre com a compulsão.

A saída para isso é evitar sair de casa com cartões e cheques, optando sempre por levar o dinheiro que realmente pode gastar. Dessa forma, você não vai fazer contas que não deve e vai controlar o hábito da compulsão de compras.

Procure evitar comemorações gastando dinheiro

Para quem tem compulsão por compras, uma situação que se deve evitar são as comemorações exageradas. Recebeu uma notícia boa, como uma promoção no trabalho ou a chegada de um amigo distante para uma visita? Tenha calma.

São nos momentos de euforia que tendemos a gastar além do limite, e quem já possui esse problema pode se complicar ainda mais.

Para isso, vale a regra já citada de sair de casa apenas com o valor que pode gastar. Assim você irá ficar mais contido e não cometerá loucuras no calor do momento.

Evite passeios quando não estiver bem emocionalmente

O momento de maior descontrole é quando não estamos bem emocionalmente, com a mente abalada por algum motivo. Nessas situações, evite passeios ao shopping, centro da cidade, feiras, locais que podem te induzir a comprar.

Prefira um programa mais calmo, em sua casa ou na de um amigo. Assista a um filme ou série, até que tudo se normalize.

Não vá às compras sozinho

Uma situação que pessoas com compulsão devem evitar é ir às compras sozinho. Quando estamos só, é mais fácil de perder o controle e voltar para casa com algum objeto que não tinha a necessidade.

Se você precisar ir às compras procure sempre por uma companhia, principalmente se for alguém que já saiba do seu problema e te ajude.

Cancele os cartões de crédito

Para os casos mais graves, quando a pessoa não consegue nem sequer deixar os cartões de créditos em casa, a saída é o cancelamento. Isso também serve para os cheques. Dessa forma, você ficará apenas com o dinheiro e evitará maiores problemas.

Procure por uma ajuda profissional

Para as situações mais graves, quando as pessoas não conseguem se controlar, o recomendado é uma ajuda profissional. Procure por um psicólogo ou outro médico de sua confiança. Ele estará preparado para te orientar e passar um tratamento eficaz para combatê-la.

Siga tudo que for recomendado por ele e passe por um período de observação, buscando acabar de vez com a sua compulsão por compras.