Saúde bucal dos bebês: quando iniciar a higienização e primeiros cuidados

Cada passo no desenvolvimento dos pequenos requer diferentes processos

É de extrema importância cuidar da saúde bucal do bebê, mas muitas pessoas ainda têm dúvidas de quando deveriam começar com tais processos. A saúde dentária da mãe já é essencial para o bebê. Isso porque bactérias podem ser transferidas da mãe para o bebê e podem causar cáries.

Já nos primeiros dias do bebê é preciso ter atenção. Deve-se limpar as gengivas do bebê após a alimentação. É possível massagear suavemente os tecidos gengivais com um pano umedecido, com o dedo indicador. O tecido precisa estar limpo e a água, filtrada, para que seja efetivo e não provoque outros tipos de problemas.

A amamentação é fundamental para a saúde bucal do bebê, tanto pelos nutrientes do leite materno quanto pela movimentação e pelo exercício que desenvolvem seus músculos e ossos. É preciso que cada etapa do desenvolvimento do bebê seja respeitada.

Utensílios também não devem ser compartilhados com o bebê, inclusive não é recomendado que o adulto teste a mamadeira com a própria boca, para não acabar prejudicando o filho. Assim, evita-se a transmissão de bactérias, que causam cáries. É necessário que os pais e responsáveis estejam atentos aos detalhes.

A dentição dos pequenos começa entre quatro e seis meses. Isso pode fazer com que suas gengivas fiquem inchadas ou vermelhas. Quando os dentes nascem, o bebê pode chorar mais, por ter que lidar com os sintomas da dentição. Também pode haver uma salivação extra. Dá para usar um anel de dentição limpo ou ainda um pano ou uma gaze úmida em temperatura fria.

O bebê terá 20 dentes de leite, que crescerão até que complete 3 anos de idade. É indicado continuar limpando as gengivas do bebê quando estiver em processo de dentição, e começar a escovar os dentinhos com uma escova de cerdas macias, sem pasta de dente, e depois, com o uso de creme dental adequado para os pequenos.

Profissionais de odontologia devem ser consultados no primeiro ano do bebê para verificarem sua saúde bucal e orientarem quanto à limpeza. Muitos pais ficam inseguros de como deve ser feita a higienização. Assim, os profissionais podem ajudar com orientações adequadas para cada nível de desenvolvimento do bebê.

O bebê começa a desmamar e conseguir beber no copo e comer alimentos sólidos. É preciso limitar a frequência e a quantidade de alimentos e bebidas com açúcar. A saúde bucal de bebês e crianças está diretamente relacionada com o que ingerem, além da higienização. Os pais também necessitam ensinar as crianças, à medida que elas vão crescendo, a cuidar dos próprios dentes e as rotinas de limpeza.

Foto:Divulgação, iStock

Instagram