São José Unida intensifica ações contra os fluxos

A Prefeitura de São José dos Campos e as forças de segurança que participam do Programa São José Unida anunciaram nesta terça-feira (24) novas ações para combater os fluxos e a perturbação do sossego público em todas as regiões da cidade.

O objetivo é garantir mais segurança e tranquilidade aos munícipes, além de evitar as aglomerações em meio à pandemia da covid-19.

São José Unida

Mapeamento feito pelos serviços de inteligência da Guarda Civil Municipal e das polícias Civil e Militar identificaram vários tipos de fluxos na cidade, que prejudicam principalmente as pessoas que precisam acordar cedo para trabalhar.

Desde o início do ano, a Prefeitura e a Polícia Militar receberam 44.763 reclamações de perturbação do sossego, incluindo os fluxos.

Na zona sul e leste, por exemplo, algumas adegas seriam pontos de concentração para a realização de fluxos. No início deste mês, uma pessoa foi morta no Campo dos Alemães num fluxo em frente a uma adega.

Novas regras

Para evitar as aglomerações, a Prefeitura enviou um projeto de lei à Câmara que limita o horário de venda de bebidas alcoólicas em adegas para evitar que elas abasteçam e patrocinem os fluxos. Os estabelecimentos podem continuar suas atividades, mas eles terão que obedecer as novas regras estabelecidas.

“O projeto enviado pela Prefeitura é muito importante para ajudar a reduzir os índices de criminalidade. A união entre Prefeitura e forças de segurança tem sido bem-sucedida e não tenho dúvida de que também será fundamental para reduzir os fluxos em nossa cidade. Com isto, garantiremos mais segurança e tranquilidade para os munícipes e trabalhadores”, disse o delegado seccional de São José dos Campos, José Henrique de Paula Ramos.

Urbanova

Na região do Urbanova, por exemplo, 70% dos jovens que participam das aglomerações são moradores do próprio bairro. A Prefeitura propôs aos condomínios que utilizem uma lei aprovada em 2017, que permite a contratação da Atividade Complementar da Guarda Civil Municipal para evitar que os fluxos aconteçam.

Prefeitura de São José dos Campos

A Prefeitura também vai intensificar nos locais onde ocorrem os fluxos, a instalação de placas de proibido estacionar após as 22h. Algumas dessas placas já estão instaladas na região do Urbanova.

Atualmente, a GCM e os agentes de mobilidade já fazem as notificações, mas a Prefeitura também firmará convênio com a Polícia Militar para que a mesma possa multar quem comete infrações de trânsito.

“Toda ação que venha a combater o fluxo é bem-vinda. A Prefeitura e as forças de segurança querem garantir segurança e paz para todos. Nossa cidade merece isto”, afirmou o comandante do 46º Batalhão de Policiamento Militar de São José, tenente-coronel Antônio Pires.

Contra a covid

Os fluxos promovem aglomerações de jovens sem máscaras e sem os cuidados sanitários necessários, o que pode provocar o alastramento da doença no município.

As novas ações ajudarão a diminuir as aglomerações com o objetivo de evitar o alastramento da covid-19 no município.

Neste mês de novembro, o número de pessoas de 21 a 40 anos contaminadas aumentou 90%. Houve ainda crescimento de 104% de notificações e de 83% de casos positivos na cidade considerando-se todas as faixas etárias, com aumento também dos casos de internações em hospitais.

Em geral, quando pegam a covid, os jovens não apresentam sintomas graves, mas eles podem colocar em risco os pais e avós, mais sujeitos a ter complicações.

São José Unida
São José Unida -Foto :Rodolfo Moreira
Instagram