Rayssa Leal é campeã da SLS Salt Lake City (EUA)

Com título e terceiro lugar, Rayssa Leal (Street) e Rony Gomes (Vertical) colocaram o skate brasileiro no pódio da Street League Skateboarding (SLS) e do Tony Hawk’s Vert Alert, respectivamente, neste sábado (28), em Salt Lake City, Utah (EUA). Pâmela Rosa (4ª), Kelvin Hoefler (4º), Felipe Gustavo (5º) e Filipe Mota (7º) também representaram o skate nacional nas finais da SLS.

SLS Salt Lake City

Confira um resumo dos eventos!

Street League

Rayssa Leal


O segundo título na Street League Skateboarding de Rayssa saiu na última manobra da final. Rayssa somou a maior nota do skate feminino no evento (8.5) e com ela passou da terceira para a primeira colocação. A competição foi a primeira da brasileira após a prata nas Olimpíadas de Tóquio.

A japonesa Funa Nakayama ficou com o 2º lugar, somando 20.7 pontos, e a holandesa Roos Zwetsloot ficou com a 3ª posição, com 19.6.

Pâmela Rosa somou 16.4 pontos, deixando o skate nacional com duas representantes entre as quatros melhores da competição.

No masculino, Kelvin Hoefler fechou o evento na 4ª posição, com 23.6 pontos. Felipe Gustavo totalizou 14.2 pontos, ficando com o 5º lugar, e Filipe Mota somou 5.2, fechando o evento na 7ª posição.

Classificatórias


Nas classificatórias, que rolaram sexta, Rayssa Leal (2ª – 17,7 pontos) e Pâmela Rosa (5ª – 13.4) ficaram com a 2ª e a 5ª posição, respectivamente, avançando para a final entre as 8 melhores.

Leticia Bufoni terminou na 10ª posição, com 10,1 pontos, e Marina Gabriela foi a 11ª, com 7,6.

No masculino, Kelvin Hoefler (4º – 24,5 pontos), Felipe Gustavo (5º – 23.2) e Filipe Mota (8º – 21.5) garantiram lugar entre os 8 melhores e seguiram para a decisão.

Lucas Rabelo (14º – 19.8), Carlos Ribeiro (15º – 19.0) e Luan Oliveira (16º – 18.6) também representaram o skate brasileiro.

Formato


Nas classificatórias, a competição teve como formato 1 volta de 45 segundos e 4 tentativas de manobra. A pontuação final de cada skatista foi composta pela somatória das 3 maiores notas.

Nas finais, após a volta e as 4 tentativas de manobra, as quatro primeiras colocadas ainda tiveram mais 2 tentativas de manobra. A pontuação final ainda foi composta pelas 3 melhores notas.

Confira a classificação final da SLS Salt Lake City!


Feminino
1ª – Rayssa Leal (BRA) – 21.0
2ª – Funa Nakayama (JAP) – 20.7
3ª – Roos Zwetsloot (HOL) – 19.6
4ª – Pâmela Rosa (BRA) – 16.4
5ª – Keet Oldenbeuving (HOL) – 12.5
6ª – Mariah Duran (EUA) – 12.3
7ª – Momiji Nishiya (JAP) – 10.6
8ª – Candy Jacobs (HOL) – 6.9

Masculino
1ª – Gustavo Ribeiro (POR) – 27.6
2ª – Nyjah Huston (EUA) – 27.2
3ª – Alex Midler (EUA) – 25.4
4ª – Kelvin Hoefler (BRA) – 23.6
5ª – Felipe Gustavo (BRA) – 14.2
6ª – Jamie Foy (EUA) – 7.4
7ª – Filipe Mota (BRA) – 5.2
8ª – Chris Joslin (EUA) – 1.1

Tony Hawk´s Vert Alert

Além do 3º lugar de Rony Gomes, o francês Edouard Damestoy, campeão, e o norte-americano Jimmy Wilkins, na 2ª posição, fecharam o pódio.

No feminino, o pódio foi formado pela britânica Sky Brown (1ª), pela norte-americana Bryce Wettstein (2ª) e pela japonesa Kihana Ogawa (3ª).

Jimmy Wilkins e Sky Brown ainda levaram o título da categoria Best Trick.

Bob Burnquist, Sandro Dias e Lincoln Ueda também representaram o skate nacional nas apresentações que rolaram na sexta (27) com mais algumas lendas do skate mundial. Nomes como Tony Hawk, Christian Hosoi, Steve Caballero, entre outros.

CBSK

Funa Nakayama, Rayssa Leal e Roos Zwetsloot -Foto: Divulgação SLS
Instagram