Celular corporativo: implementando a ideia da melhor forma

Celulares na empresa ainda parecem ideia perigosa para companhias conservadoras, mas implementação do corporativo pode mudar essa realidade

No período de retorno e reaquecimento da economia pós-pandemia de coronavírus, a necessidade de se otimizar todas as tarefas enquanto mantém equipes bem gerenciadas se tornou cada vez maior em empresas de todos os setores. Na corrida pelo destaque e pelas novas oportunidades, os celulares corporativos representam uma melhoria considerável nos sistemas de qualquer negócio.

Na idade contemporânea, o uso da tecnologia como extensão dos sentidos e das funcionalidades humanas se tornou comum. O celular é uma parte integral da vida em sociedade e representa um dinamismo típico da era digital. No trabalho, o uso pode apresentar as mesmas qualidades.

Mas como implementar o uso do celular corporativo – celular que se usa apenas para tarefas relacionadas à empresa – sem correr os riscos que celulares pessoais podem proporcionar?

Planejamento

O primeiro passo é sempre o planejamento. Entender como funcionam os planos das operadoras e as opções de compra dos aparelhos é essencial. Muitas empresas de telefonia oferecem a compra por até 24 vezes no boleto bancário e com desconto. Na ponta do lápis isso pode representar uma economia considerável.

Com todas as linhas cadastradas na mesma conta e grandes números de ofertas para tal, a contratação pode ter um excelente custo-benefício – basta fazer uma boa pesquisa para tomar a decisão.

MDM (Mobile Device Management)

Planejar também envolve o gerenciamento de dispositivos móveis, da sigla MDM em inglês. É ele que possibilita o controle da empresa sobre os celulares. Os aplicativos podem ser escolhidos a dedo apenas para cumprir as funções exigidas. Frequência e números de chamadas podem ser monitorados, e ações como o acesso a páginas da web ou download de aplicativos também podem ser controladas.

O MDM serve para que se tenha controle sobre como o celular corporativo é usado. Aliado a um bom seminário ou treinamento sobre o uso dos aparelhos, o sistema pode garantir o uso correto, a fim de maximizar o potencial das equipes.

Benefícios

Por fim, os benefícios do celular corporativo são inúmeros. A rapidez da comunicação entre os colaboradores melhora, tornando-se praticamente instantânea mesmo que estejam separados por equipes. Com conexão de internet e pacote de ligações, também fica fácil aproveitar a mobilidade dos aparelhos, tornando fácil a relação com colaboradores que se deslocam constantemente.

Também se pode contar a preservação e segurança dos dados da empresa, incluindo conversas e transações com clientes. E, no fim, o rendimento dos colaboradores se torna muito maior quando os celulares não oferecem distrações perigosas como apps de redes sociais e aplicativos de mensagem para conversas pessoais.

Foto:iStock

Instagram