Suzano lança programa Cuidar da Água para engajar fornecedores na gestão de recursos hídricos

Iniciativa faz parte do programa de gestão responsável de fornecedores

Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, lança o Programa Cuidar da Água, uma iniciativa voltada para incentivar parceiros da companhia a promover uma melhor gestão de recursos hídricos. Por meio do programa, os fornecedores serão orientados a mensurar o seu consumo e dar transparência da sua gestão de água, além de definir metas e avaliar riscos e oportunidades em relação ao uso de recursos hídricos.

Cuidar da Água

O Programa Cuidar da Água tem duração de três anos e contará com fornecedores estratégicos convidados pela Suzano. No primeiro ano, os fornecedores serão incentivados a acessar a plataforma do CDP (organização internacional independente que fornece o maior e mais completo sistema de avaliação de impacto e divulgação de dados ambientais) e reportar os dados relacionados ao uso da água. Ao final do primeiro ciclo, os fornecedores receberão uma nota do CDP e, a partir do seu desempenho, serão incentivados durante os dois anos seguintes a estabelecer metas e iniciativas para melhorar sua performance em relação ao uso de recursos hídricos. Ao final do terceiro ano, será possível mensurar a evolução dos fornecedores durante todo o programa e reconhecer os quais se destacaram.

O mapeamento de informações é essencial para que as empresas possam medir o impacto de suas atividades. O programa também possibilitará a ampliação do conhecimento no tema dentro da cadeia de valor, com treinamentos, workshops e webinars fornecidos pelo CDP e pela Suzano.

Além do Cuidar da Água, a companhia já possui o Programa de Mudanças Climáticas na Cadeia de Valor, que visa incentivar os seus fornecedores a reduzir as emissões de gases de efeito estufa decorrentes de suas atividades, além de aumentar a maturidade da estratégia climática. Em 2021, ano de lançamento do programa, houve 78% de engajamento dos fornecedores da Suzano, superando a média global do CDP. Além disso, quatro empresas parceiras receberam nota A, classificação mais alta da organização.

Ambos os programas fazem parte da estratégia de sustentabilidade da Suzano e se relacionam com “Compromissos para Renovar a Vida” assumidos pela empresa em 2020. Entre eles está a remoção de mais 40 milhões de toneladas de carbono da atmosfera até 2025, além do aumento da disponibilidade hídrica em todas as bacias hidrográficas consideradas críticas nas áreas de atuação da empresa e a redução em 15% da captação de água até 2030.

Viviane Danemberg, Gerente Executiva de Suprimentos da Suzano

 “Não existe empresa sustentável se sua cadeia de fornecedores não seguir as mesmas premissas. Na nossa busca por uma economia cada vez mais regenerativa é vital engajarmos os nossos parceiros, pois só assim conseguiremos de fato atuar para a construção de um futuro melhor e mais sustentável”, diz Viviane Danemberg, Gerente Executiva de Suprimentos da Suzano.

Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 98 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de merca do e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

Imagem de Manuel Darío Fuentes Hernández por Pixabay

Instagram