Praticar esporte na infância contribui para desenvolvimento motor e intelectual

Diversos esportes – muitos deles, populares – podem ser benéficos para coordenação motora e intelectual de crianças

Para o bem-estar e a saúde das crianças, realizar a prática de atividade física é uma das primeiras coisas que vem à nossa mente como adultos. A prática é fundamental nessa fase da vida, pois os pequenos crescem saudáveis e, principalmente, desenvolvem uma melhor coordenação motora.

Na infância, desenvolvemos as primeiras habilidades e descobrimos os maiores desafios; por isso, é uma das etapas mais importantes da vida. Regular a alimentação, alinhada aos exercícios físicos, é de extrema importância, pois os pequenos desenvolvem uma imunidade maior e se tornam mais ativos quando crescem.

Além da saúde física, praticar esportes na infância traz diversos benefícios à saúde mental das crianças. Durante esse período, os pequenos desenvolvem a memória muscular e têm ganhos cognitivos que serão fundamentais na fase adulta. Mesmo com esses benefícios, os cuidados também devem ser tomados; por isso, o uso de equipamentos certos é fundamental para evitar que a criança se machuque.

Um esporte que pode ser praticado e beneficia muito as crianças é andar de bicicleta em parques e locais seguros. A prática pode, além de garantir desenvolvimento motor, estimular a criança aos cuidados necessários para não se machucar. Utilizar capacetes e joelheiras é fundamental para garantir a integridade do pequeno.

Outro esporte muito bacana para as crianças é jogar futebol, pois elas acabam se movimentando e traçando estratégias. Para isso, deve-se utilizar os equipamentos necessários, como chuteira infantil e caneleira. O futebol é fácil de praticar, podendo ser jogado em qualquer quadra ou quintal.

A natação também pode ser um esporte que contribui muito para o desenvolvimento da criança, pois ela desenvolve a coordenação motora nos movimentos dentro da água. Além disso, crianças com problemas respiratórios, como bronquite ou asma, podem acabar diminuindo os sintomas, pois o esporte reforça o treinamento da respiração.

As brincadeiras de rua também podem ser opções de prática para as crianças, pois muitas delas exigem correr, andar, pular, entre outras atividades. Uma simples brincadeira de pega-pega, esconde-esconde ou pular elástico já funciona como uma forma de exercer os movimentos.

Todos esses esportes são importantes para o desenvolvimento da criança, porém alguns se perguntam se a prática pode ser de alguma forma prejudicial. A resposta para essa pergunta é “não”. O importante é que sempre haja acompanhamento de um adulto, educador físico ou treinador, para que se mantenha a atenção em sobrecarga ou lesões nas crianças.

Foto: istock

Instagram