Os desafios de quem mora sozinho em tempos de pandemia

A recomendação de isolamento social em tempos de pandemia é um pesadelo para muitas pessoas, principalmente para as que moram sozinhas. Solidão é o sentimento que está presente nos apartamentos em São Paulo habitados por um único morador.

De acordo com o IBGE, o número de pessoas que vivem sozinhas aumentou de 10,4% em 2005 para 14,6% em 2015. Os motivos para morar só são vários: divórcios, jovens solteiros, viúvos, entre outros.

Todas essas pessoas, quando compraram o apartamento à venda em São Paulo, nem imaginavam que um dia poderiam ficar sem ver os amigos e parentes, andar na rua sem preocupações e que a maior saída seria para o supermercado. Como ter uma boa saúde mental morando sozinho e sem ter contato pessoal?

Não é uma pergunta fácil de se responder, mas especialistas apontam o apoio terapêutico realizado por um psicólogo uma das maneiras mais eficazes para cuidar da saúde mental.

A supervisora de RH, Michele Anacleto, viu seu apartamento na Zona Oeste se tornar uma espécie de prisão, principalmente aos finais de semana. “Eu usava o sábado e o domingo para sair e me distrair dos problemas do trabalho. Agora, fico trancada em casa sozinha”.

Ela conta que até tentou se reaproximar de um relacionamento antigo para afastar a solidão. Mas, afirma que está pensando em fazer terapia.

Dicas para ter uma boa saúde mental em tempos de pandemia

O período não está sendo fácil nem para as pessoas que moram sozinhas, nem para as que moram com familiares em apartamentos em SP e em outras regiões do país. Os casos de depressão quase dobraram e os de ansiedade e estresse tiveram aumento de 80%, segundo pesquisa feita pela Universidade do Rio de Janeiro com base nas respostas de 1.460 pessoas de 23 estados brasileiros.

Por isso, alguns especialistas dão dicas de como cuidar da saúde mental em tempos de pandemia.

Vamos listar alguns dos pontos abordados nas recomendações da própria Organização Mundial da Saúde:

Esteja atento à quantidade de informações sobre o coronavírus

Está sozinho no seu apartamento studio e quer passar o dia inteiro em frente à televisão? Não há nada de errado, mas não fique muito tempo assistindo a jornais. Por mais que as notícias sejam importantes para você ter noção de como está a situação da pandemia, é importante controlar a quantidade de informações que você está consumindo.

O excesso de notícias pode trazer consequências negativas, como estresse e ansiedade.

Mantenha conectado com as pessoas que ama

Principalmente quem mora sozinho em apartamentos no Centro de SP ou em outras localizações, conversar com pessoas cara a cara faz falta, não é? Tenha a tecnologia como a sua melhor amiga! Hoje em dia, é fácil fazer chamada de vídeo com amigos e familiares. Espante a sensação de solidão conversando com as pessoas que mais ama!

Faça atividades que você gosta

A sala do seu apartamento studio em São Paulo pode se tornar uma academia, um ateliê, um espaço de estudos ou o que você quiser! A OMS recomenda fazer atividades saudáveis para relaxar, diminuindo o estresse gerado pelo isolamento social.

Imagem de Tumisu por Pixabay 

Instagram