Entenda como fazer seu próprio Benchmarking para sua empresa

A sua empresa com estratégia Benchmarketing pode se tornar referência no segmento, mas é crucial que você realmente entenda o que é e como traçar essa estratégia. Afinal, o marketing pode auxiliar a tornar um negócio muito maior.

No mundo dos negócios fazer uma avaliação comparativa é fundamental para que se tenha noção do valor do que criamos.

Nesse sentido o benchmarking é uma das ferramentas mais valiosas, pois ajuda empresários e gestores a compreender como a sua empresa está, quando comparada aos concorrentes.

No entanto, esse estudo deve ser realizado por todas as empresas ativas, independente do seu porte e da quantidade de colaboradores que atuam.

Sendo assim, se o objetivo da sua gestão é fazer com que o seu negócio se torne referência no setor, essa prática é a ideal para você. Muitos gestores testam diversas estratégias, mas falham, pois não sabem aplicá-las realmente na sua empresa.

Esse tipo de erro, além de impedir o crescimento, faz com que se perca tempo e muitas vezes compromete o orçamento da companhia, por falta de conhecimento.

Neste sentido, o ideal é que os gestores tenham maior conhecimento sobre estratégias de crescimento e curso de gestão financeira ead, para que possam cobrar dos seus colaboradores melhores resultados.

Portanto, sabendo da importância do benchmarking para a sua empresa, preparamos esse post completo. Acompanhe:

O que é benchmarking

Em português, benchmarking pode ser traduzido como “ponto de referência”. Neste sentido, é uma série de pesquisas entre companhias do mesmo setor, que analisa seus produtos, serviços e até mesmo processos.

Nessa análise, há o monitoramento do mercado, onde cada empresa identifica os fatores que impactam a sua performance e define métricas para os indicadores-chave de performance.

Assim, eles servirão como referência, que futuramente será utilizada pela equipe de marketing para desenvolver alternativas para que os negócios prosperem. Para o sucesso,  cria-se possibilidades que não saiam tanto da tangente, mas não fiquem iguais.

A comparação da sua empresa com as outras, é natural e deve acontecer para que a companhia cresça e se desenvolva. No entanto, vale ressaltar que nem tudo o que seu concorrente faz é o melhor para o seu negócio.

Tipos de benchmarking

Para colocar em prática é fundamental que você conheça os tipos de análises que podem auxiliar a sua empresa e gestão comercial ead.

A seguir, você encontra cada uma dos tipos detalhadamente. Veja:

1.   Competitivo

Nesse tipo de análise, é essencial que você utilize os seus concorrentes diretos como parâmetro. Aqui, a intenção é medir como o negócio ou produto se posiciona em relação ao seu cliente e concorrente.

O faturamento e o crescimento do seu concorrente devem ser utilizados estrategicamente na análise e benchmarking. Assim, pesando na própria balança como melhorar, o que manter ou o que não fazer.

2.   Genérico

Essa técnica é utilizada quando ambas empresas possuem processos semelhantes, mesmo que não sejam concorrentes no mercado.

Aqui, é avaliado a fim de encontrar pontos que devem melhorar dentro dos processos da empresa. Isso pode ser observado com uma formação em graduação em gestão de pessoas, pois diferentes análises são abordadas ao longo dos módulos.

3.   Funcional

A gestão financeira tem que ser executada da melhor maneira, certo? Sendo assim, na versão funcional da análise, há a busca que pode ser aplicada em qualquer tipo de empresa – independente do nicho.

Procura-se assim a forma mais funcional para chegar em bons resultados.

4.   Interno

No caso da análise interna, avalia-se os setores da empresa. É possível avaliar os setores individualmente e recolher dados para compreender os níveis de produtividade, por exemplo.

Entre as principais vantagens do benchmarking interno e da gestão comercial e marketing ead estão:

  • Facilidade ao acesso de dados;
  • Acesso facilitado de informações confidenciais;
  • Dados padrões sempre disponíveis;
  • Requer menos tempo e recurso.

Sendo esses somente alguns dos exemplos a serem ressaltados.

5.   De cooperação

O benchmarking, de cooperação, acontece quando duas empresas fazem uma parceria a fim de trocar experiências.

Se uma empresa tem sucesso com relacionamento e outra com vendas, elas podem fazer um levantamento de cases e estratégias, de forma que possam crescer juntas.

Informações e estratégias são trocadas, desta forma promovendo parcerias que ultrapassem a competitividade.

Princípios do benchmarking

Para que a análise seja realmente feita, é preciso que você saiba interpretar os dados e não só coletá-los e compará-los.

Além disso, vale ressaltar que é fundamental que se siga princípios com embasamento ético, garanta a execução correta dos processos e dos seus resultados.

A seguir, você descobre quais são os princípios do benchmarking. Continue a leitura!

1.   Legalidade

É imprescindível que os dados coletados para análise (como visto em faculdade de vendas online, por exemplo), sejam obtidos através de meios legais e de maneira transparente. Caso seja necessário, solicite-os para a empresa.

2.   Troca

Assim, que você, gestor solicitar as informações de uma outra empresa, deve também oferecer dados de mesma equivalência é ideal para manter a confiança e o senso de parceria.

3.   Confidencialidade

Qualquer informação de um benchmarking deve ter a finalidade de estudo, aprendizado e desenvolvimento.

Portanto, a confidencialidade é obrigatória e assim, deve se manter ocultos a menos que a outra empresa aceite a divulgação dos dados que cedeu à sua companhia.

4.   Contato

A fim de melhorar os resultados, o ideal é que as informações circulem dentro dos canais de contato de benchmarking.

Para isso, é ideal que se tenha bons profissionais para que não vazem informações depois de analisar e coletar informações da gestão de marketing e branding.

5.   Preparação

Saber quais dados são necessários, é uma maneira de demonstrar preparação para aproveitar o benchmarking.

Isso porque, os dados utilizados serão fundamentais para que você e sua empresa aproveitem os benefícios.

Benefícios do benchmarking

Se antes falamos sobre os princípios dessa análise, agora você descobre os benefícios de se aplicar a sua gestão:

  • Compreensão mais abrangente do mercado;
  • Mais qualidade e eficiência nos processos da sua empresa;
  • Uso com mais eficiência dos recursos da empresa;
  • Redução de erros;
  • Possibilidade de novas ferramentas;
  • Aprimora a tomada de decisões;
  • A empresa de adapta rapidamente às mudanças do mercado;
  • Conscientização de falhas e identificação de objetivos e prioridades;
  • A inovação se torna parte da empresa.

O que deve ser avaliado na estratégia

No marketing digital, o benchmarking e a gestão estratégica de marketing e vendaspode ter como foco auditar as estratégias online, como um todo.

Sendo assim, uma boa análise deve avaliar como os concorrentes se posicionam na internet, quais são os tons de fala, quais são as informações compartilhadas, como público interage etc.

Lembre-se de coletar dados que realmente são relevantes para a sua empresa. Assim, tudo o que analisar, poderá ser transformado em plano de ação.

Quando se trata de clientes, plataformas de CRM podem ser de grande valia para a empresa. Coletando dados sobre clientes e suas preferências, os compilando de forma facilitada para acesso.

Agora que você entendeu, vamos colocar em prática?

Embora o benchmarking seja uma estratégia é crucial que você se atente à alguns pontos e evite-os a todo custo:

  • Não ter objetivos;
  • Não obter as análises e transformá-las em ação;
  • Encarar as análises como uma atividade pontual;
  • Não ter conhecimento sobre as ferramentas utilizadas para a análise.

Agora que você já sabe tudo sobre benchmarking, está na hora de colocá-lo em prática.

Portanto, o ideal é que você selecione até três concorrentes que deseja monitorar. Aqui, vale selecionar empresas de outros segmentos.

Você e sua equipe podem criar uma tabela para realizar os comparativos, assim podendo selecionar o alcance e engajamento do marketing digital, das redes sociais e a qualidade dos conteúdos produzidos.

Além disso, pode-se avaliar o site, as meta tags, design das redes, tipos de linguagem utilizada nos canais de comunicação da empresa que ofereça, por exemplo, curso de empreendedorismo a distância.

Para tanto, aposte em ferramentas que ajudam nessa análise.

Lembre-se que uma análise correta é fundamental para o marketing digital. Após isso, compare e observe todas as informações coletadas para avaliar os pontos altos e baixos do seu negócio.

Além de tornar a sua empresa mais competitiva no mercado, a análise de benchmarking pode fazer com que você adquira mais conhecimento e se torne ainda mais capacitado para se manter no cargo.

Ainda vale ressaltar que ano após ano, diversas empresas surgem no mercado e têm domínio e conhecer as estratégias de marketing digital e gestão são cruciais para se manter competitivo no segmento – independente do tempo de sua empresa e qual é o seu porte.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog It Business Fórum, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes sobre negócios, startups e estratégias para pequenas, médias e grandes empresas.

Instagram