Dicas para não errar na contratação de seus funcionários

Fazer uma contratação no setor industrial ou empresarial de maneira eficiente implica em muitos fatores, como sociais, tecnológicos, políticos e profissionais. Erros são comuns nesta área, mas não devem acontecer com tanta frequência.

Em dado momento, gestores terão em mente e nos planos o que seria um funcionário ideal, e aí começa o trabalho. E quanto mais erros acontecem, na mesma proporção os investimentos vão se esgotando. O que nenhum gestor precisa é de gastos com entrevistas errôneas.

Não é difícil conhecer uma pessoa que já tenha participado de um processo seletivo em uma área que seja para uma central de interfonia condominiale até os dias de hoje não recebeu nenhum feedback ou resposta positiva ou negativa sobre a participação.

Esse fato acontece com muita frequência e é tão ruim para o candidato quanto para a empresa, pois essa fica com a imagem de descompromissada com os próprios interesses, e não vale a pena.

Neste texto, colocaremos algumas dicas para não haver erros na contratação de funcionários, entre os pontos-chave para que não ocorra erros simples na hora da entrevista.

Dentro de uma fábrica de etiquetas de código de barras,determinados critérios foram estabelecidos para a contratação do coordenador de uma equipe, por exemplo, assim como o gerente estabelece também critérios de avaliação para terceirizados de máquinas.

Exponha objetivos empresariais para o futuro funcionário

O que a empresa espera do seu colaborador precisa estar em questão desde o primeiro contato, não somente em relação às condições físicas, salário, atestado médicos, advertências, dias e horários de trabalho.

Parece simples, mas a definição de objetivos da empresa é o primeiro assunto a ser falado em uma sala de reuniões, pois assim facilita a comunicação e a condição para os candidatos buscarem pela sua empresa e a prestação de serviços.

Então se a necessidade do momento é que a mão de obra terceirizada limpezagere procuras e pesquisas mais concisas, inteiramente direcionada a essa área. Em seguida, coloque em listas os critérios e objetivos necessários para ser um segmento ainda mais qualificado.

Na entrevista com o candidato, tanto ele quanto a empresa estão sendo avaliados. Independente de ser um processo mais complexo, com dinâmicas e testes lógicos demorados, mas é apenas no diálogo que há foco e as informações mais relevantes.

Ninguém vai ingressar em uma indústria de etiquetas adesivasdesorganizada. O pré-requisito precisa ser uma organização competente e capacitada em expor cada departamento e o papel funcional de quem já trabalha, independentemente do tempo.

Assim deixa o futuro funcionário mais seguro do ambiente em que está se candidatando e as vagas existentes, funcionando de forma mútua nos interesses, conforme a empresa demonstra interesse em cada perfil, ganha chances de ser recomendada pelos mesmos.

É importante ressaltar nesse tópico que dentro desses objetivos precisam ser acrescentados os “3 porquês”. Por que estamos aumentando a equipe? Por que uma meta simples não está sendo alcançada? Por que nosso investimento precisa valer a pena?

Uma equipe contratante que procura responder essas dúvidas com novas formas de pensar surgem mais ideias inovadoras que a empresa precisa passar aos demais agregados ali.

Dentro de umaempresa de tratamento de piso,antes de buscar um funcionário qualificado, também precisa fazer essa reflexão citada mais acima. Assim poupa tempo, dinheiro e energia para a contratação.

Primeiros passos para a decisão

Toda assistência dentro de uma contratação é primordial. Cada perfil profissional muda mediante a segmentação que irá seguir ao longo do tempo. Não se empolgue tanto com currículos muito bem elaborados, mais vale o fazer em ação do que apenas em palavras.

Por falar em currículo, essa é a primeira informação que você terá do futuro colega de trabalho, mas não são as informações mais importantes em suas mãos. Leve em consideração o comportamento do candidato desde o seu primeiro contato com ele.

Se a equipe precisa trabalhar junto para atingir metas, conversão e engajamento, avalie como cada um dos pretendentes da vaga se comporta com os colegas da entrevista, já é uma ótima economia de tempo e dá menos margem aos erros.

  • Provas práticas, testes rápidos;
  • Provas cognitivas;
  • Dinâmicas coletivas;
  • Elaboração de contas e testes gramaticais;
  • Testes de informática.

Essas são algumas maneiras para ver cada perfil, mas não são cruciais. Cada procedimento e necessidade vai discernir a entrevista como deve ser.

Por meio destas estratégias é possível acrescentar algumas movimentações precisas, por exemplo, dúvidas pertinentes precisam ser esclarecidas para que haja realmente um conhecimento prévio das pessoas que querem fazer parte da sua empresa.

Portanto, ao longo do texto colocaremos as perguntas que podem e devem ser feitas com o intuito de verificar cada componente necessário para contratar alguém capacitado e eficiente, e o melhor, fazê-lo crescer dentro do seu empreendimento e colaborar mais ainda.

Todas as formas de avaliação podem trazer resultados, mas o que definirá como êxito na atuação de contratação de cada um dos funcionários será o tempo investido para tais tarefas, e isso é de extrema importância.

Acerte nas perguntas aos candidatos

Além de ser chato e demonstrar despreparo, o entrevistador que faz uma pergunta “óbvia” ao candidato está fadado a fracassar. Isso implica em perguntas que já devem estar respondidas no currículo.

Se essas dúvidas são tiradas através da apresentação prévia do candidato, não há necessidade em perguntar novamente. Logo, é preciso a elaboração das perguntas antes de começar a entrevista, assim mantém um ritmo mais legal e funcional a entrevista.

A função de entender como o futuro funcionário pensa é de quem assume a responsabilidade de conhecê-lo, por isso exige tamanha dedicação e cuidado por parte do recrutador.

Selecionamos cinco perguntas que podem ser feitas ao longo da entrevista, independente da quantidade de etapas que tenha. Atente-se e, se achar conveniente, aplique na sua próxima entrevista dentro da sua empresa de limpeza condomínio.

01.Quais seus pontos fortes e dificuldades?

Essa dúvida é crucial para ser esclarecida. Assim, o candidato expõe suas dificuldades, mas também seus pontos fortes a serem explorados, depois elabora um mapeamento das experiências profissionais em que ele se encontrou em dificuldade e superou.

Com a ideia de conhecer mais sobre as bagagens profissionais, pergunte sobre algum software que tenha domínio, se já trabalhou com prazos e metas.

Para uma empresa de placas de sinalização de trânsito,quanto mais dinamismo e pontualismo o candidato demonstrar, melhor.

02.O que você acha que seria o emprego ideal?

Lembre-se que é sua empresa que está em jogo. Essa pergunta alinha bastante com as ideias atuais de empregado que você precisa. Se as ideias baterem com a resposta dada e esperada pelo candidato, já é mais um passo certo dado rumo à contratação eficaz.

Transforme a resposta em um direcionamento, seu negócio precisa prosperar e a pessoa para ajudar a acontecer pode estar na sua frente esperançoso por uma oportunidade.

03.Qual seria a sua melhor performance dentro da empresa?

Alinhado com os objetivos profissionais do candidato, é importante ele saber das exigências da empresa. Não só profissional, mas sua imagem e caráter também precisam estar em questão, o que ele acha que é ideal para com a empresa e seus princípios.

Nem todos estão preparados para essa pergunta, por isso que a resposta deve ser elaborada e pensada com calma.

A melhor performance envolve uma ideia inovadora, uma nova máquina para a produção dentro de uma grande fábrica de porta de aço de enrolar.Isso só será possível mediante disponibilidade de criatividade e disposição.

04.O que faz quando há tempo livre?

A clássica pergunta em entrevistas de emprego. Ela prova muita coisa, personalidade, relacionamento, boas relações com animais, natureza, esportes, vida ativa fora da empresa, e também a disposição do candidato em se dedicar a novas experiências de vida.

Cada conhecimento é único e o recrutador pode aprender muito mediante cada conhecimento dos candidatos dispostos a falar sobre sua carreira, vida pessoal e profissional.

05.Como você reage a uma crítica construtiva ou um elogio?

Dentro de muitas empresas e segmentos há feedback, o candidato precisa estar ciente disso primeiramente para entender seu rendimento. Em seguida, é necessário entender a diferença de uma crítica construtiva e um elogio que pode facilmente acontecer.

Um perfil bem elaborado para a vaga é aquele que está preparado emocionalmente para lidar com os acontecimentos dentro da empresa. Com o relacionamento entre gestores, coordenadores e assim por diante.

Última e não menos importante é a pergunta que traça bem os caminhos que uma gestão bem reconhecida precisa ter sobre seus funcionários. Atente-se aos interesses e sinais que estes demonstram, eles serão primordiais ao longo da jornada de trabalho.

Considerações finais

Neste texto falamos sobre a real importância da consideração na hora de entrevistar um candidato e as inúmeras formas de analisar cada perfil.

No entanto, é apoiando a contratação do profissional capacitado através de perguntas importantes que o resultado positivo vem. Alguns detalhes fazem total diferença, conhecendo qualidades e defeitos, potenciais e pontos a melhorar.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Imagem de dudu19 por Pixabay 

Instagram