Dez livros que não podem faltar na cabeceira da sua cama

A leitura acalma a mente e te prepara para a hora de dormir.

Ler um livro antes de ir dormir pode ser uma ótima maneira de descansar a mente e incluir o hábito em sua rotina. Não são todas as pessoas que encontram tempo para leitura, mas vinte a trinta minutos, já deitado na cama, garantem que você esteja em dia com seus livros.

Apesar disso, é importante que a leitura noturna seja leve, para que não te deixe curioso e instigado a ponto de perder o sono, podendo avançar madrugada adentro para terminar a leitura.

Para te ajudar nessa missão, selecionamos alguns livros que não podem faltar na cabeceira da sua cama.

1.  O pequeno príncipe – Antoine de Saint-Exupéry

O livro não é indicado apenas para as crianças, uma vez que deixa uma grande lição de vida sobre empatia. Mesmo sua versão com menos ilustrações é ótima para adultos que buscam histórias para acalentar o coração e dormir tranquilamente.

2.  As coisas que você só vê quando desacelera – Haemin Sunim

Para quem deseja fugir da ficção e encontrar livros de autoajuda com um toque espiritualista, aqui está um livro para aprender a desacelerar a mente e descansar melhor. No mundo corrido em que vivemos hoje, é uma leitura muito útil. Também é ilustrado.

3.  A parte que falta – Shel Silverstein

Apesar de ser um clássico infantil, os adultos se encantam com a poesia, que narra a vida de um ser circular que está em busca da sua parte faltante. Ele vai para muitos lugares, sempre com o desejo de encontrar alguém que o complemente, até entender que sempre esteve completo. É uma grande reflexão sobre amor e relacionamentos das mais diversas naturezas.

4.  Eu me chamo Antônio – Pedro Gabriel

Agrada aos fãs de poesia, mas é ideal para quem acompanhava a página do Facebook com o mesmo nome. Você continua de olho na história de Antônio, agora em um livro. Alguns dos poemas mais famosos da rede social estão no livro.

5.  Os amores difíceis – Italo Calvino

Este é outro livro para ter em sua cabeceira. Por se tratar de uma coletânea de contos, não há risco de você ficar até muito tarde lendo. Organizar-se para ler um por noite é suficiente. Os contos, de temas diversos, foram escritos durante a juventude do escritor.

6.  Banalogias – Francisco Bosco

Um livro que fala sobre vários assuntos, desde sexualidade até luto e comportamentos humanos. No entanto, o diferencial está em sua linguagem, leve e cômica. No total, são vinte e seis textos que o compõem, e você pode ler um ou dois por noite.

7.  Um dia ainda vamos rir de tudo isso – Ruth Manus

São crônicas fáceis de ler e que vão refletir o dia a dia. Têm inspiração na própria escritora, uma brasileira que foi morar em Portugal. Ali, ela relata as dificuldades de comunicação e os desafios encontrados, algo que reflete muito os dias atuais.

8.  O homem que fazia chover – Carlos Drummond de Andrade

Para quem gosta de contos e crônicas, esta leitura vai ser uma ótima companhia. Trata-se de uma ficção tão leve e rápida de acompanhar que você nem vai perceber que chegou na última página.

9.  Pax – Sara Pennypacker

Ilustrado e indicado para todas as idades, conta a história de um menino e sua raposa. Como precisa ser devolvida para a natureza, ela acaba vivendo suas próprias aventuras, sem nunca perder a esperança de reencontrar aquela criança que foi sua fiel companheira.

10. Todos os fogos o fogo – Julio Cortázar

Mais um livro de contos que merece acompanhar suas noites. Aqui, o leitor se sente parte da narrativa e se envolve em cada uma das histórias contadas. A leitura é dinâmica e rápida.

Instagram