De Taís Araújo a Gaby Amarantos, artistas e influenciadores aderem à campanha #SomenteUnidos da ONU

1 ANO APÓS O INÍCIO DA PANDEMIA, AÇÃO MOBILIZOU NAS REDES SOCIAIS COM A #MOSTREASUAMASCARA

A campanha #SomenteUnidos, parte da iniciativa Verificado e liderada pela Organização das Nações Unidas (ONU), impactou mais de 95 milhões de pessoas nas redes sociais. Ela foi lançada em 11 de março, um ano depois do início da pandemia, para apoiar e difundir a urgência do acesso justo e equitativo das vacinas contra a COVID-19 para todos. Ao adotar no Brasil a hashtag #MostreSuaMascara, a campanha também reforça a importância das medidas de prevenção contra a doença.

#MostreSuaMascara

No total, os artistas e influenciadores que abraçaram a campanha #SomenteUnidos e postaram foto com a máscara e a hashtag #MostreSuaMascara somam 95 milhões de seguidores nas redes sociais. Entre eles, estão os atores Reynaldo Gianecchini, Taís Araujo, Rafael Cardoso, Maria Ribeiro, Fernanda Rodrigues, Nanda Costa, Mariana Xavier, Armando Babaioff, Douglas Silva, a médica e ex-BBB Thelma Assis, as cantoras Gaby Amarantos, Adriana Calcanhotto e Zélia Duncan, a chef Roberta Sudbrack, a escritora Djamila Ribeiro, a jornalista Sônia Bridi, o produtor KondZilla, a apresentadora Eliana e o canal Quebrando o Tabu.

O balanço é muito positivo. “Nossa intenção era marcar a data de um ano de uma pandemia mundial que está afetando a todos,” afirma Kimberly Mann, diretora do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), que coordena o projeto Verificado no Brasil. “O engajamento de pessoas que são referência para o público é fundamental para difundir a importância do uso de máscaras, do distanciamento social, e de outras medidas preventivas. Até termos vacinas para todos, a prevenção é a única saída”, completa.

#SomenteUnidos

A ação movimentou as redes. A atriz Taís Araujo, por exemplo, não só postou sua foto de máscara no Instagram, como ainda convocou seus seguidores: “Poste uma foto usando sua máscara com a hashtag #MostreSuaMascara que eu vou repostar nos stories e juntos vamos reforçar essa campanha, afinal #SomenteUnidos conseguiremos sair dessa! ❤️😷”

Saiba mais

Mais de 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo morreram de COVID-19, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, 287.795 pessoas já morreram da doença, e 10,9 milhões de pessoas já receberam ao menos uma dose de vacina, segundo dados do consórcio brasileiro de veículos de imprensa, em 19/3/21.

COVID-19

As vacinas contra a COVID-19 evitam a morte de pessoas, o surgimento de novas variantes e dão a oportunidade de retomada das economias dos países. Em todo o mundo, milhões de doses estão sendo distribuídas por meio dos esforços do COVAX, o mecanismo global de igualdade de vacinas coordenado pela ONU.

Inicialmente, essas doses cobrirão apenas profissionais de saúde e as populações mais vulneráveis. Até o final de 2021, o COVAX pretende oferecer vacinas a quase 30% da população de cada país participante. Esse progresso é pequeno em comparação com os dez países ricos, que possuem quase 80% de todas as vacinas contra a COVID-19. Participante do COVAX, o Brasil optou por receber um volume de doses equivalente a 10% de sua população, cerca de 42 milhões de doses, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

O projeto Verificado, coordenado no país pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), em nome das Nações Unidas, tem a colaboração da Purpose, uma das maiores organizações de mobilização social do mundo.

COVAX

Sobre o COVAX – COVAX é o pilar de vacinas do Acelerador de Ferramentas para a COVID-19 (Acelerador ACT). Trata-se de uma colaboração global inovadora para incrementar o desenvolvimento, a produção e o acesso equitativo a testes, tratamentos e vacinas contra a COVID-19. A COVAX é coliderada pela Coalizão para Inovações de Preparação para Epidemias (CEPI), pela Aliança Mundial para Vacinas e Imunização (Gavi) e pela OMS, trabalhando em parceria com o UNICEF, Banco Mundial, fabricantes de vacinas e organizações da sociedade civil, entre outros. O Fundo Rotatório da Organização Panamericana de Saúde (OPAS) é o agente de compras reconhecido pelo mecanismo do COVAX para os países da região das Américas, incluindo o Brasil.

Sobre o Verificado – O projeto Verificado é uma iniciativa global da ONU que tem o objetivo de combater a infodemia de desinformação em meio à pandemia, compartilhar informações que salvam vidas e orientações baseadas em fatos e histórias de solidariedade global em torno da COVID-19. O site Verificado traz uma galeria de informações verificadas e transmitidas pelas Nações Unidas. Acesse: www.compartilheverificado.com.br.

Gaby Amarantos
Taís Araújo
Reinaldo Gianechini
Instagram